Centro da Terra

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa
v  d  e h
ARTIGO COMPLEMENTAR
Jornal2.jpg
Não entende esse artigo? Acha que é humor privado? Então antes de fazer alguma besteira nesta página, leia o artigo Planeta Terra para ter sentido, e volte aqui para entender e achar engraçado (ou não).
O Centro da Terra é um ambiente romântico

Segundo Júlio Verne, o centro da Terra é feito de um material rochoso em estado líquido denominado comumente como magma, e que aflora em formato de lava nos vulcões. Mas é claro que nós já somos gente crescidinha e sabemos que isso é pura ficção e que o centro da terra fica depois da Caverna do Dragão e do Reino dos Mafagafos e dos Lemmings. Segundo alguns boatos, há um atalho que leva ao centro da terra perto da Marginal Tietê, pegando o caminho que leva a Capão Redondo e à República dos Jóqueis, aqueles corredores de hipódromos. (E lembre-se de não pegar a segunda rua à direita no atalho, pois você pode acabar chegando ao No centro da Terra existe a civilização perdida dos objetos perdidos. É lá que vivem as meias sem par, as tampas de canetas BIC, os guarda-chuvas esquecidos nos metrôs, os filhos pequenos de grandes famílias, os clipes de papel enferrujados e outros objetos estranhos.

De fato, quando uma meia pink se sente meio blue, ela decide abandonar o relacionamento com o outro pé e se muda de mala e cuia pro centro da Terra, onde prefere viver uma vida de celibato, espiritualidade e meditação. As tampas de BIC normalmente viram limpadores de ouvido. Muitas destas tampas, principalmente as vermelhas, têm medo de altura e alergia a piolhos. Enquanto isso, fora do centro da Terra, os corpos das tampas de BIC ficam solitários, mas podem passar os restos de seus dias escrevendo bobagens, ou fazendo contas, ou sendo sacudidos e esfregados quando a tinta está para acabar, ou espionando a vida terrestre como já fazem a tentos anos. Os clipes de papel enferrujados vão para o centro da Terra somente para morrer, em uma migração semelhante à do salmão canadense, só que em vez de subir o rio, eles descem – ainda que só até certo ponto, uma vez que depois do centro da Terra a descida vira subida.

O que tem lá?[editar]

Cquote1.png Um caroço de abacate!!! Cquote2.png
Chaves sobre o que tem no centro da terra

No centro da terra tem Magma, aquela do Sai de Baixo. Em seu lar primal o magma tem que ser mole não por opção ou por ser broxa mas porque a temperatura aí não lhe permite outro estado a não ser toda derretidinha igual à chocolate no microondas... ô comparaçãozinha besta mas, é que estou pegando uma pedagoga (mesmo). Ao chegar à superfície, o magma não tem mais o que fazer senão jorrar, escorrer e solidificar, bem como solidificar tudo que encontrar em seu caminho, o que dá depois os chamados fósseis, que são bons para saber quando os peixes formaram escamas e outras coisas ridículas. A coisa mais curiosa que encontraram transformada em fóssil, foi uma perereca de mais de cinco mil anos. O magma não acha mal algum em fornecer todo tipo de material para estudos, porém os humanos ainda estão por descobrir os momentos mais propícios e sem perigo de se aproximar de um vulcão doido para esporrar derramar magma, tirando essa substância de seu lugar e trazendo à superfície. Para se chegar ao magma, alguns grupos já cavucaram mas, nada de ir muito além da crosta, até porque o magma começa à cerca de 70 kilômetros para dentro e, haja furo pra chegar até isso.

Ver também[editar]