The Donald

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa


Donald wins everything.png
60px-Uiquiilogo botante.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Donald Trump.


Donald Jota Trump
Trumphair.jpg
Sif's hair toupée.
45° Presidente do(a) EUA
Vice-presidente Colégio e Curso Pence
Partido Partido Republitrump
Período 20 de Janeiro de 2017 -
19 de Janeiro de 2025
Precedido por Macacobama
Sucedido por Mike Pence
Nascimento A Terra das Laranjas Falantes, 14 de junho de 1946 - ,
Primeira-dama Ivana Marla Melania Knauss Maples Zelníčková
Profissão Laranja
Nota: {{{notasrodape}}}
® Wikimerda


Trump durante sua rotina diária.
Donald Trump e Bernie Sanders em: The Clash of Titans

Cquote1.pngVocê quis dizer: McDonald'sCquote2.png
Google sobre Donald Trump
Cquote1.pngVocê quis dizer: Pato DonaldCquote2.png
Google sobre Donald Trump
Cquote1.png Gostaria de olhar naquela cara feia e gorda dela e dizer: "Rosie, você está demitida!" Cquote2.png
Donald Trump mostrando como costuma tratar bem as mulheres
Cquote1.png Os Estados Unidos se chamam União dos Estados Unidos Soviéticos, a Rússia se chama União das Repúblicas Socialistas Soviéticas... Cquote2.png
José Serra Donald Trump sobre seus conhecimentos geográficos
Cquote1.png Eu não sei o que essas treze letras listras na bandeira dos Estados Unidos significam... Cquote2.png
Donald Trump no The Colbert Report[1] sobre seu patriotismo

The President Ronald McDonald Trump (Berlim, 30 de abril de 1945) é um dos sobrinhos do Tio Patinhas e primo do Pato Donald. Um Deus entre os homens, Donald Trump tem o costume de demitir todos por serem improdutivos e processá-los por difamação, além de ter um fetiche por construir muros. Donald Trump é um gênio, um fato que comprova o quão gênio é Donald Trump é o de que ele foi á falência quatro vezes jogando fora milhões de dólares e mesmo assim as pessoas ainda fazem fila para confiar seu suado dinheiro á este homem, talvez pelo fato de seu cabelo ser feito de ouro maciço.

Donald Trump possui o poder de enganar os judeus e tirar o dinheiro deles, Trump também tem a habilidade de parar o tempo. Este incrível poder permite que, por mais velho que ele fique, suas namoradas não passem dos 23. Este poder é conhecido como dinheiro, e permite que mesmo um vendedor de carros usados feio e barrigudo como Trump consiga pegar todas as menininhas. Trump passa seus dias em sua casa em Manhattan comendo seu delicioso bolo e fazendo piadas com os mexicanos no Twitter. Donald Trump é a única fonte financeira por trás de Boku no Pico, havendo rumores de que o enredo seja inspirado em sua infância, mas dado o quanto Trump se gaba de suas realizações, se ele teve uma infância tão impressionante - ele teria que calar a boca sobre isso.

Especula-se que ele irá tentar agradar os homossexuais militantes depois que conseguir a nomeação pelo Partido Republicano. Ele também tem um extenso guarda-roupa, que varia de ternos para negócios verdes á ceroulas douradas. Nota-se que Trump tem conseguido levar á falência todo o seu império de negócios, duas vezes. A primeira vez foi uma cadeia de resorts de casino, que mesmo com o mais tênue aperto na economia, irá lhe dizer que é impossível uma vez é um retardado completo e absoluto. Ambas as vezes Trump colocou os pés no chão novamente, fazendo alianças com políticos e depois falando mal deles, implorando socorro pro governo.

Um homem de negócios self-made, Donald Trump é o intermitente candidato do Partido Republicano á presidência dos Estados Unidos pois previu que mais um mandato do Partido Democrata seria prejudicial para seus negócios financeiros, como tráfico de escravos e contrabando de lolitas. Com medo de que o Partido Democrata faça uma revolução nos Estados Unidos da América, Trump convocou os banqueiros e donos de casino para um levante no qual pudessem oprimir as massas. Trump também escreve livros de história para os filhos dos capitalistas. Seu trabalho mais notável é Seal the Deal, que fala sobre um mamífero marinho que investe em marinas caros e abre campos de golfe submarinos na Escócia.

Biografia[editar]

Trump afirma que ele nasceu em Nova York em 1946 e tem cópias de suas certidões de nascimento disponíveis para escrutínio em seu Samsung Galaxy. Há uma possibilidade de que ele também tenha sido lançado sobre sua cabeça; Isso poderia explicar a sebosidade, têxtil quase natural para o futuro que agora se desenvolve a partir do início da mesma.

Trump é o filho do magnata rico imobiliário Fred Trump e sua esposa Ethel (née Ethel Mertz). Ele se juntou ao negócio de gerenciamento de propriedade da família (Fred e Ethel e Alguns Arranha-Céus, Inc.), que se tornou notório por causa da celebridade inquilina Lucille Ball; e, em 1971, renomeou a companhia para Donald Trump, Inc.

Programas de televisão[editar]

Trumpsponge.gif

The Apprentice[editar]

Pesquisa.pngVer artigo principal: O Aprendiz

O dia em que Donald Trump esqueceu de passar gel

O grande reality show de Donald Trump é chamado de The Apprentice. O programa também tem um irmão retardado chamado The Celebrity Apprentice. Este programa tem sido o lar de muitas estrelas, incluindo Lil' Jon, LaToya Jackson e um cara gordo. Donald Trump também tem sido visto extorquindo dinheiro de outros concorrentes, incluindo a cantora de rock Meatloaf. O colega republicano Arnold Schwarzenegger será o anfitrião do próximo The Celebrity Apprentice, porque até mesmo o trabalho de Donald Trump será roubado por um imigrante.

Trump é a estrela e o produtor executivo (e, coincidentemente, proprietário da maioria) do programa, cujos episódios apresentam uma meia dúzia de empresários que competem para ser contratados por um ano para gerenciar qualquer uma das empresas fictícias de Trump ou seu time de futebol de fantasia na extinta US Football League. Cada programa termina com Trump proferindo a sua assinatura: "Você está demitido", a um dos concorrentes que, naturalmente, ainda não haviam sido contratados.

As equipes de filmagem seguem os concorrentes enquanto eles esperam na fila para conseguir licenças de construção, insultar os moradores de favelas que serão deslocados para dar lugar á condomínios de luxo e ordens de casca de equipes de construção. Nos segmentos finais do episódio, os telespectadores veem o interior de uma sala de diretoria e assistem á uma vislumbre imitação do Detetive Esqueleto com o qual corporações reais fazem suas decisões pessoais mais importantes. Os perdedores tem que dormir em tendas campais localizadas na rede de esgotos da casa de Trump. Durante a sétima temporada, os perdedores tiveram que limpar o vaso sanitário de Trump com ma escova de dentes, e depois obrigados á utilizar a escova para seu uso mais típico.

Spin-offs[editar]

Donald Trump em 1985
Trump e seu amigo Rudy Ghouliani

É um princípio empresarial norte-americano dar o nome de qualquer bom produto para vários outros produtos de qualidade inferior. Assim, em 2005, Trump criou a série spin-off The Apprentice: Martha Stewart. Ele contratou a milionária jailbait Martha Stewart para entrevistas candidatos que iriam ajudá-lo em todos os aspectos, desde a lavagem de roupas íntimas até lavagem de dinheiro. Trump e Stewart tiveram um desentendimento durante aquele ano, com base em avaliações de Nielsen e na prisão notória de Stewart e seu posterior julgamento, no qual clipes do spin-off foram evidências-chave, e o programa não foi renovado. Stewart, no entanto, sofreu a reabilitação mais espetacular que qualquer pessoa fora da China comunista tenha sofrido e foi fazer programas de comédia na HBO sob o pseudônimo de Roseanne Barr.

Em 2007, a série foi renovada para uma sétima temporada, mas renomeada The Celebrity Apprentice. Em vez de indivíduos competentes que disputam um empreso em uma organização inexistente, atores de teatro competem para ganhar dinheiro para caridade. Esta foi a chave para o aumento da influência de Piers Morgan nos Estados Unidos, que venceu as primárias telefonando para os celulares de seus concorrentes. Morgan distinguiu-se como o mais competente em uma competição onde não era necessária competência e, assim se tornou um âncora de um telejornal da CBS.

Em 2010, um spin-off intitulado Donald J. Trump Presents The Ultimate Merger deu aos candidatos a chance se tornarem a mais nova esposa-troféu de Trump. Seguindo o caminho de gigantes da indústria como Rush Limbaugh e Gleen Beck, que aproveitaram a chance para tomadas de radiofusão com o público potencialmente mais elevado do que o das maiores redes de televisão norte-americanas, Trump colocou no ar o novo spin-off em uma tomada webcast nascente chamada The Channel Spunk. Felizmente, as competições individuais eram mostradas fora do horário nobre. Afinal, o horário nobre é a hora do jantar, e quem iria conseguir comer assistindo a...digamos...intimidade de Donald Trump?

Política[editar]

Donald Trump tirando uma selfie com Rand Paul depois de passar limão na cara dele

Embora sempre estivesse ansioso para obter maior exposição pública do que ele poderia alcançar através do remanso das redes de televisão, Trump nunca chegou a mostrar interesses no governo, fora algumas contribuições de campanha de varejo em dinheiro, não chegando a montar uma campanha séria[2] a um cargo político. No entanto, ele montou várias coisas que pareciam campanhas, devido ao uso virtuoso de acrobacias e ataques pessoais. O discriminante fundamental é que essas campanhas não seguem o calendário eleitoral norte-americano, mas o cronograma de avaliações Nielsen.

Trump foi mencionado como sendo um possível candidato a vice-presidente de Michele Bachmann. Isso ocorreu no mesmo dia em que Bachmann disse repetidamente que a fuga á meia-noite de Paul Revere[3] ocorreu a centenas de milhas rio acima de New Hampshire, pouco antes do desaparecimento misterioso de Bachmann da vida pública.

Eleições de 2012[editar]

O Imperador Divino Donald Trump

Trump fez no palco com os chamados sete anões que estavam contestando a presidência em 2012 no notório quadrienal Política e Ovos um comício e uma coletiva de imprensa, que incluiu a Fox News, o The Wall Street Journal, o Daily Mail, entre outros jornais completamente imparciais e nada inclinados ao Partido Republicano. Enquanto os outros sete apresentaram algum tipo de plataforma para a gestão do Governo dos EUA, a tese inteira de Trump era de que Obama não era um cidadão nato[4]. Finalmente, Obama lançou um arquivo de Photoshop de 1959 que refutou essa acusação. Trump declarou que este ato efetivamente o fez vencedor e encerrou sua campanha.

Na véspera da eleição presidencial de 2012, Trump decidiu que era necessário mais documentações, e se ofereceu para pagar 1 centavo e meio para Obama para que este levasse a público suas transcrições de faculdade (para se fazer de bonzinho, Trump disse que seria para a instituição de caridade favorita de Obama, muito embora os Panteras Negras tenham invulgarmente ocupado esta função).

Trump recentemente elevou o ante para 2 centavos e meio para uma divulgação mais completa. Trump declarou o seguinte:

Cquote1.png Alugar-versus-comprar é um dilema comum de um homem de negócios. Neste caso, nós decidimos que seria mais rentável pagar Obama para divulgar a informação e transformá-lo em um escândalo de si mesmo, do que seria pagar para que ele apenas divulgasse a informação e meu povo tivesse que transformar em escândalo. Cquote2.png

Eleições de 2016[editar]

Donald Trump e um apresentador de televisão, momentos antes deste ser sugado pelos fios de cabelo de Trump

Quote1.png Para entender o Partido Republicano de hoje, você tem que entender que, apesar do fato de eles terem no palco cinco governadores, três senadores e um neurocirurgião, eles querem primeiramente e acima de tudo a opinião de Donald Trump, um personagem colorido do desenho animado Eu amo os anos 1980. Depois de aceitar isso, o resto da noite faz todo o sentido. Isso é tudo o que eles tem para vender: o medo.
A esperança e a mudança encontram o mijo e a merda. Toda a ardósia deles pareciam totalmente inconscientes do fato de que as mulheres agora podem votar. Megyn Kelly perguntou logo de cara á Trump o fato de que eles chamou as mulheres de "gordas porcas e animais nojentos", ao passo que ele respondeu que "não tem tempo para ser politicamente correto". Ele é como um daqueles pedreiros dos anos 80 que dizem "Que bunda maravilhosa! O quê? Eu não posso mais elogiar uma mulher? Maldito feminismo!
Cquoteclear2.png
Bill Maher

Trump agora tem que colocar-se a frente como líder de um novo movimento político, que ele espera que vença qualquer candidato presidencial democrata em 2016. Ele declarou o seguinte:

Donald Trump

Cquote1.png O Tea Party só ofereceu chá. Eu estou concorrendo para entregar o serviço de jantar completo, se pessoas suficientes acordarem e perceberem que o nosso país está caminhando para o comunismo. Cquote2.png
Chuck Norris Donald Trump

Investimentos[editar]

Registro fotográfico de Donald Trump durante sua infância

Trump rotineiramente resolve disputas públicas através da compra de todos os imóveis relacionados:

  • Quando os muçulmanos procuraram construir uma mesquita perto do local dos ataques do 11 de setembro, Trump se ofereceu para comprar o local por US$ 5 milhões, um movimento que vários imãs condenaram como um golpe de publicidade, como se a construção da mesquita já não o fosse.
  • Trump é um ávido jogador de golfe, e afirma ter uma desvantagem muito baixa. Ele comprou um campo de golfe em Mamaroneck, Nova Iorque e adotou o seu profissional de golfe. No entanto, o presidente Obama tem oferecido milhões de dólares para Trump caso este divulgasse suas pontuações dos últimos cinco anos.
  • Trump está em sua terceira esposa, uma prática que entra em desacordo com a doutrina católica. No entanto, Trump apresentou uma oferta de compra-e-venda para a diocese de Nova York.

Videos[editar]

Está em inglês, seu mexicano bastardo

Galeria[editar]

Notas[editar]

  1. Dá uma ligada!
  2. Destaque para o séria
  3. Este é atualmente um mon bot de Sarah Palin
  4. Como se alguém se importasse. Whatever, podemos seguir em frente

Ver também[editar]

Cquote1.png Beijinho no ombro! Cquote2.png
  Presidentes dos Estados Unidos
Healthcarerage8.jpg

George Washington (FA) - John Adams (F) - Thomas Jefferson (D-R) - James Madison (D-R) - James Monroe (D-R) - John Quincy Adams (D-R) - Andrew Jackson (D) - Martin van Buren (D) - William Henry Harrison (W) - John Tyler (W) - James K. Polk (D) - Zachary Taylor (W) - Millard Fillmore (W) - Franklin Pierce (D) - James Buchanan (D) - Abraham Lincoln (R) - Andrew Johnson (D) - Ulysses S. Grant (R) - Rutherford B. Hayes (R) - James A. Garfield (R) - Chester A. Arthur (R) - Grover Cleveland (D) - Benjamin Harrison (R) - Grover Cleveland (D) - William McKinley (R) - Theodore Roosevelt (R) - William Howard Taft (R) - Woodrow Wilson (D) - Warren G. Harding (R) - Calvin Coolidge (R) - Herbert Hoover (R) - Franklin Delano Roosevelt (D) - Harry S. Truman (D) - Dwight D. Eisenhower (R) - John F. Kennedy (D) - Lyndon B. Johnson (D) - Richard Nixon (R) - Gerald Ford (R) - Jimmy Carter (D) - Ronald Reagan (R) - George H.W. Bush (R) - Bill Clinton (D) - George W. Bush (R) - Barack Obama (D) - Donald Trump (R) - Mike Pence (R)