Hungria

De Wikimerda
Ir para navegação Ir para pesquisar

Hungria é um país do Leste Europeu, conhecidos como Magyares, odeiam os romenos, são conservadores, cristãos, anticomunistas, comem goulash e bebem pálinka.

História[editar]

Onde hoje fica a Hungria era habitado por diversas tribos caucasianas, um povo extremamente branco, mas no século 10, os magiares, um povo vindo dos Montes Urais, na Ásia, parentes dos mongóis, colonizaram a região, e não vieram poucos não, e sim muitos, tanto é que na época 2/3 da população local era composta por esses povos. Eles transaram com os nativos locais, dando origens a atual etnia húngara, que tem a pele branca, olhos azuis puxados (por causa da genética asiática) e cabelos castanhos escuros ou loiros. Então eles dominam todo o atual território húngaro, o Nordeste da Croácia, Voivodina e Transilvânia, e no ano 1000 criam o Reino da Hungria, uma potência regional significativa, que adota o Catolicismo como religião oficial. No século 16, são dominados pelos otomanos, que os fodem enfiando o islamismo nas suas goelas abaixo, mas eles nunca aceitaram isso, e sempre foram extremamente violentos com os turcos, e os expulsa de lá no final do século 17, ganhando uma breve independência. Mas logo são dominados pelo Império austríaco, mas também não aceitariam, e em 1848-1949 se revoltam contra os austríacos, mas graças a Rússia, perdem e são conquistados novamente. Em 1867, é criado o Império Austro-Húngaro, o que incrivelmente agrada eles, dando uma falsa sensação de independência. No final do século 19 e início do século 20, a nação próspera, com redes de telefonias e teleférico, indústria automobilística, fábricas pesadas, minas de metais e carvão mineral, hidrelétricas, eram abertos em todos lugares lojas, teatros, restaurantes, hotéis, cassinos, a Hungria estava em sua época de ouro. No ano de 1914, a Hungria, junto com a Áustria, entra na Primeira Guerra Mundial, no início se dão bem, mas em 1918, perdem, e entram em colapso, e a Hungria finalmente eram independente. Mas o que adiantava, a economia estava falida, o povo passando fome, e para piorar ainda mais a situação, em 1919 eles se tornam um estado comunista, a República Soviética da Hungria, e entram em guerra com a Romênia, perdendo de lavada, e são obrigados a assinar o Tratado de Trianon, que fode com a moral do país completamente, pois fez a Hungria ceder a Transilvânia para a Romênia e a Voivodina para a Iugoslávia, isso na recém proclamada República da Hungria. A monarquia é restaurada em 1920, e a nação até que se desenvolve. Em 1941, faz um acordo com a Alemanha Nazista, e como estavam com raiva dos Aliados por causa da última guerra e queriam vingança, entram na Segunda Guerra Mundial do lado negro da força. nesse mesmo ano, a Romênia dá de presente de amigos fascistas uma faixa de terra na Transilvânia, e ganham o norte da Sérvia na invasão à Iugoslávia. Na Operação Barbarrossa, invadem juntos com os alemães e outros nazistas a URSS, e em 1942 o país fica com seu território no recorde de tamanho. Mas em 1944 tomam um pau dos soviéticos, que os dominam e os usam de bonecos contra a Amelanha. Depois que a ww2 termina, perdem todos aqueles territórios ganhos, e em 1948 sofre um golpe comunista, surgindo a República Popular da Hungria, um satélite da União Soviética. Agora sobre regime socialista, o povo húngaro se fudeu, iria passar fome, ter um regime totalitário, fome, seriam fantoches dos russos, fome, não teriam liberdade, fome, seriam miseráveis, fome, impedidos de sair do próprio país e eu já disse fome? Em 1956, a paciência dos magiares em ter de suportar todas essas desgraças eutoura, e eles fazem um revolução violenta que derruba o governo comuna, se livrando dos vermelhos e começam a abertura. A URSS vendo que não queria perder um aliado (aka fantoche), invade o país, massacrando a população em Budapeste, que recebe os tanques com tiros de Armas roubadas e coquetéis molotovs, mas o poderio soviético era infinitamente maior, e os vence. Durante a Guerra Fria, a Hungria era tipo uma Cuba na Europa, um país atrasado e pobre, graças ao "ótimo" sistema que tinham. Em 1989, o lado vermelho da força entra em crise e a população húngara derruba o regime pró-soviético na Revolução de Veludo, a Rússia vê isso mas não faz nada. Com isso, ocorrem as primeiras eleições, a economia se abre ao mundo, liberdade de expressão e propriedades privadas são permitidas e adota uma economia liberal. Nos anos 2000, entra para a União Europeia e OTAN, e sua economia dispara. Atualmente, é um país desenvolvido e de primeiro mundo, com ótimas qualidades de vida, tanto é que muitos vão estudar e morar lá. É um belo país, com uma arquitetura impressionante, um passeio pela sua capital agrada qualquer um. Uma polêmica recente é que o seu primeiro-ministro, Viktor Órban, é ultraconcervador, sendo taxado de extrema-direita, proibindo o socialismo/comunismo, fechando as portas para refugiados, permitindo apenas partidos de direita de concorrerem às eleições, sendo contra o aborto ,o homossexualismo, o feminismo, o esquerdismo, a eutanásia e defendendo a família tradicional e os bons costumes (Esse cara já tem totalmente o meu apoio, ele está 100% certo, porra!).

Geografia[editar]

O relevo é plano, tendo pequenas áreas elevadas, não tem acesso ao mar por culpa da Croácia, tendo rios que passam pelo seu território. O clima é temperado, fazendo frio pra caralho no inverno e sendo ameno no verão.

Curiosidades[editar]

  • O Cubo Mágico (Rubik), lâmpada elétrica de criptônio, programação de computador, motor elétrico, bomba nuclear, caneta esferográfica e descoberta da vitamina C são invenções húngaras
  • Tem o maior lago de água termal da Europa
  • A maior caverna da Europa fica na Hungria
  • Para por nomes em seus filhos, os cidadãos precisam de autorização do governo
  • É um dos países mais antigos do continente
  • O comunismo é proibido no país, assim como partidos de esquerda (vou para lá então).
Países da Europa
Bandeira da União Europeia.png
Albânia - Alemanha (Nazista, Comunista, Capitalista, República de Weimar) - Andorra - Armênia - Áustria - Azerbaijão - Bélgica - Bielorrússia - Bósnia e Herzegovina - Bulgária - Cazaquistão - Chipre - Croácia - Dinamarca - Eslováquia - Eslovênia - Espanha - Estônia - Finlândia - França - Geórgia - Grécia - Hungria - Irlanda - Islândia - Itália - Kosovo - Letônia - Liechtenstein - Lituânia - Luxemburgo - Macedônia - Malta - Moldávia - Mônaco - Montenegro - Noruega - Países Baixos - Polônia - Portugal - Reino Unido (Escócia - Inglaterra - Irlanda do Norte - País de Gales) - República Tcheca - Romênia - Rússia - San Marino - Sérvia - Suécia - Suíça - Turquia - Ucrânia - Vaticano