Partido Rapeublicano

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa


Republican party.png
Wikisplode.gif
Para os idiotas entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Partido Republicano.


GOP (God & Oil Party)
Gop.png
Logotipo republicano
Número [[{{{numero}}}]]
Líder Zorra Palin
Afundador Um monte deles...
Fundação Entre 45 e 65 milhões de anos atrás
Ideologia Conservadorismo, petrolismo, criacionismo, capitalismo, fascismo, nazismo softcore.
Espectro
político
Extrema-direita
Membros notáveis Todos os cidadãos nacionalistas do Império Gringo, Branco e Capitalista e todas as suas colônias.
Afiliação União Infernal Ditadora (UID)
Corporative America Inc.
Osama Group
EXXON
Halliburton Energy Services
iRak Petrolium.
Site Site oficial

Cquote1.png É inconcebível que um estrangeiro imundo seja presidente desta grande nação Cquote2.png
Republicano sobre o havaiano queniano Barack Obama, não sem antes ter votado em um austríaco, um panamenho, um mexicano, um canadense e um cubano
Cquote1.png Pichu nunca se tornou Pikachu porque a evolução é uma farsa! Cquote2.png
Postura oficial do Partido Republicano sobre Pokémon
Cquote1.png O Partido Republicano é um partido político defensor dos verdadeiros valores americanos, que defende a família, a liberdade, a democracia e o livre comércio, que apoia o empreendedorismo e os princípios cristãos. Luta fervorosamente contra os terroristas, os comunistas, os sodomistas, os ateus, os cientistas, os satanistas e outros inimigos dos Estados Unidos Cquote2.png
Conservapedia sobre Partido Republicano
Cquote1.png Tudo o que eles dizem sobre mim na Wikimerda é mentira, tão mentira quanto o aquecimento global, os dinossauros e as armas de destruição em massa do Iraque. Ei não, espere! Este último é verdade! Cquote2.png
George W. Bush
Cquote1.png Orolunsilaria Osumayok Cquote2.png
Saudação de entrada dos líderes republicanos
Cquote1.png Eu morro por este partido! Cquote2.png
Budd Dwyer sobre Partido Republicano
Cquote1.png Partido sério, preocupado com o povo! Cquote2.png
Fox News, órgão de propaganda oficial do Partido Republicano sobre o mesmo

Elep4.gif

O Partido Republicano (Nostra Malevoltentia ad Finibus Mundi) é um partido político dos Estados Unidos, e é um dos dois principais partidos do país, juntamente com os ateus democomunistas. É o partido defensor dos verdadeiros valores familiares estadunidenses, ou melhor dizendo, americanos (já que, sem sombra de dúvidas, o termo estadunidense foi inventado por liberais para igualar os americanos verdadeiros com os inferiores latinos e canadenses).

Entre as suas principais tarefas estão a de defender os bebês em gestação dos maléficos abortistas, proteger o povo americano da invasão excessiva de imigrantes que tiram os empregos dos verdadeiros norte-americanos[1], opor-se as práticas que atentam contra a família como o matrimônio homossexual, a educação sexual, a pornografia, o sexo oral, o anime e outras abominações.

Promovem o ensino nas escolas das verdades bíblicas eternas e imutáveis da criação, de Adão e Eva e a serpente, não deixando espaço para as blasfêmias evolucionistas de héreges ateus como Darwin. Defendem o direito de todos os cidadãos de portar armas para se defender contra imigrantes hispânicos, negros criminosos e comunistas ateus (que aliás, são Democratas) e eliminar as políticas de bem-estar público, como o seguro médico, assistência social, os direitos trabalhistas e o salário mínimo já que essa gente quer tudo na mão e quando lhe dão caridade, ficam ociosos mas se você é pobre, a culpa é sua, vai trabalhar hippie maconheiro.

História[editar]

O partido Republicano quando ainda era um bebê. Que fofinho :3

Contrariando a crença popular, o Partido Republicano nem sempre foi este partido fascista ultraconservador que é hoje. Houve um tempo em que foi um partido de esquerda nos Estados Unidos, embora você possa não acreditar.

O Partido Republicano surgiu como uma derivação do Partido Whig, um grupo que se formou para se opor ao democrata Andrew Jackson e para dar mais poder ao Senado contra o presidente. Depois de várias derrotas, os Whigs finalmente conseguiram eleger um presidente que morreu de pneumonia depois de um mês e meio no cargo (embora alguns digam que os democratas o envenenaram). Como os Whigs fracassaram, eles finalmente fundaram o Partido Republicano e nomearam candidato Abraham Lincoln, que era contrário a escravidão dos negros.

A escravidão era uma coisa muito feia e muito cruel, qualquer um que tenha visto Xica da Silva ou A Escrava Isaura sabem disto, mas havia muitos gringos naquela época que apoiavam a dita instituição, especialmente no sul já que se o Tio Tom e outros escravos se libertaram, quem iria trabalhar nas plantações e abanar os proprietários quando fizesse calor? Mas lá nunca faz calor! Você? Pois não..Então os democratas sulistas se opuseram a abolição da escravidão enquanto os republicanos estavam a favor. Quando Lincoln venceu, a Guerra Civil se instalou.

A luta entre republicanos e democratas sempre foi muito sangrenta

A guerra, como qualquer um que tenha visto Little Women sabe, ganhou o Norte devido ao fato de lá ser o local onde os escravos haviam sido libertos. Assim, os brancos do sul não estavam muito contentes e criaram uma simpática organização cuja função era convidar gentilmente os negros a pararem de votar para não serem linchados, a organização se chamava Ku Klux Klan e na época estava vinculada com o Partido Democrata. Os democratas sulistas do século XIX devem estar revirando-se em seus túmulos pelo triunfo de Obama.

Pouco a pouco, os democratas foram ficando mais á esquerda e os republicanos mais a direita. Tudo começou com Franklin Delano Roosevelt e seu New Deal, claramente socialista (segundo os republicanos), e com as políticas em favor dos mais pobres e dos negros impulsadas por John F. Kennedy e Lindo Blow Job. Assim, por ironias da vida, os republicanos se opuseram a todas estas reformas como os direitos civis para os negros e o fim do apartheid e pouco a pouco os negros migraram para o Partido Democrata e a Ku Klux Klan se voltou ao Partido Republicano.

Mas, devido ao fato dos negros serem poucos, o GOP continuou a ganhar eleições, ocasionalmente, com candidato progressistas como Ronald Reagan, George H.W. Bush e, o pior de todos, George W. Bush, que deixaram um rastro de sangue em todo o mundo impulsando quanta guerra podiam, invadindo, bombardeando e massacrando gente inocente para subir o dólar e aumentar seus investimentos empresariais. A estratégia era muito simples: destruímos o país para depois reconstruí-los e, claro, cobraremos para reconstruí-lo. Claro, o plano nem sempre funcionava. Internamente as coisas não estavam indo bem. Com a ajuda de sua amiguinha inglesa Margareth Thatcher, Reagan declarou guerra aos sindicatos, reduziu os direitos trabalhistas e favoreceu as grandes empresas e as classes mais abastadas transformando os EUA no Banco Mundial.

O mamute, verdadeiro símbolo do partido Republicano, ele não foi extinto pelo aquecimento global, já que este é um mito dos esquerdistas democratas para boicotar a indústria americana

A chamada Revolução Conservadora ou Era Reagan, que quase dizimou a população mundial parou, felizmente, com Bill Clinton que, ainda estava longe de ser progressista, ao menos não era tão assassino quanto os republicanos e o número de massacres diminuiu globalmente. Além disso, diferenciando-se de Reagan e Bush I, Clinton tinha uma política militar menos sangrenta e se contentou em bombardear apenas a Sérvia, mas o mais surpreendente é que na Sérvia não havia petróleo, ele apenas bombardeou o país para que este deixasse de matar muçulmanos bósnios, algo incompreensível para os republicanos porque:

  1. Ao contrário do petróleo, os muçulmanos bósnios não possuem valor.
  2. Eles são muçulmanos, você não deveria estar ajudando os sérvios a matá-los?

Conforme as calças de Clinton caíam, a economia gringa ia para cima e o dinheiro fluía tanto quanto o sêmen clintoniano na boca de Lewinsky, mas isso não permitiu que os democratas se mantiverem na Casa Branca até que Bush chegasse ao poder em 2000....bom, apesar de Al Gore ter vencido de fato por voto popular e o voto eleitoral que definiu a vitória de Bush tenha sido determinada pela Califórnia, estado onde o governante era irmão de Bush...curioso.

O desejo interno dos republicanos

Dado o brilho intelectual de Bush Jr., ele não teve outra escolha a não ser iniciar uma nova guerra para que o reelegessem já que assim distraía a atenção das pessoas e colocaria quem se atrevesse a criticar o governo de Bush como um antipatriota apoiante de Osama bin Laden, chegando então (desta vez sem fraude eleitoral), a reeleição de Bush. Em 2008, com a economia no chão graças ás brilhantes políticas econômicas de Bush, foi descoberto que as armas de destruição em massa de Saddam Hussein eram puros contos de fadas, com milhares de soldados mortos e um Iraque que parecia ser um segundo Vietnã (dessa vez sem Rambo), agora os republicanos haviam sofrido uma das piores derrotas eleitorais na histórias e perderam para o negro muçulmano-comunista Obama.

Ideologia[editar]

Política interna[editar]

Não é fascismo quando é nós que estamos fazendo.

Os republicanos querem o melhor para todos os cidadãos do país, desde que sejam brancos protestantes e ricos. Eles tem o apoio de todos os protestantes e mórmons, enquanto os judeus, católicos, muçulmanos, ateus, wiccans, budistas...enfim, todas as demais religiões, votam nos democratas, como era de se supor de um partido dominado pela conspiração satânica judaico-maçônica. Eles também tem o apoio dos ricos, milionários e bilionários, enquanto a classe mais baixa, trabalhadores, sindicatos e classe média geralmente votam nos democratas (idiota).

Os cientistas, estudantes, professores e profissionais são geralmente democratas frente aos militares, donos de arsenais, comerciantes e proprietários de terras (ou seja, os verdadeiros americanos) que tentem a ser republicanos. Os negros (principais beneficiários das políticas assistencialistas democratas) e os hispânicos (claro, querem trazer suas famílias de forma ilegal ao país) são majoritamente democratas. Finalmente, estatísticas mostram que as mulheres e os jovens entre 18 e 30 anos votam em grande parte nos democratas.

Então a questão é, se aparentemente o eleitor republicano é um homem velho rico, branco e protestante, como eles ganham as eleições tão frequentemente?

Em todo caso, os republicanos se opõem fortemente ao casamento gay e, em geral, a qualquer direito especial para estes pecadores abomináveis. Eles se opõe ao aborto porque este é uma obra de Satã promovida pelos assassinos de crianças democratas. Se opõe a educação laica nas escolas para não preencher as mentes de nossas crianças americanas com mentiras satanistas de que o homem descende do macaco, que o macaco cai da árvore, ou que Raichu descende do Pikachu. Defendem a proibição da pornografia, dos animes (que no caso, é a mesma porra) e qualquer lixo que promova valores negativos como a homossexualidade, o sexo livre e a masturbação.

As derrotas do partido
Assim ficou o pobre partido depois da eleição de Clinton
Assim ficou o pobre partido depois da eleição de Clinton
E assim depois da eleição de Obama
E assim depois da eleição de Obama

Curiosamente, recentemente descobriu-se que o Comitê Nacional Republicano gastou milhares de dólares em um clube noturno cheio de meninas trabalhadoras onde muitas delas realizam atos lésbicos em paletes...a que os acusados responderam que eles não estavam sendo incoerentes em sua luta pelos valores morais tradicionais e que uma coisa era que as strippers faziam atos sexuais nos palcos e outra muito diferente é que se casariam. No momento em que perceberam que se pretendia realizar uma cerimônia matrimonial do mesmo sexo, o espetáculo acabou.

Política externa[editar]

Darth Vader tem apoiado os republicanos em sua campanha
Arquivo:Bushdance.gif
Esse homem é republicano está muito orgulhoso de sê-lo

A posição política dos republicanos a respeito do resto do mundo é muito simples: os EUA ordenam, vocês obedecem. Isto, naturalmente, tem gerado algum ressentimento a nível internacional. Para os republicanos é o dever dos EUA promover a democracia, a liberdade e o capitalismo entre os povos bárbaros e subdesenvolvidos do Terceiro Mundo queiram ou não! Ainda que no caso da democracia e da liberdade fazem uma vista grossa como demonstram seus tão democráticos aliados como Arábia Saudita e Israel.

Mesmo em casos extremos (embora ainda seja a última opção) também pode se fazer vista grossa com o capitalismo quando e sempre eles lhe derem dinheiro. A postura na política internacional é muito simples: se são inimigos dos Estados Unidos e não fazem o que Washington quer são países do Eixo do Mal, apoiam terroristas e são ditaduras perigosas para o resto do mundo que devem ser esmagadas com violência absoluta (como é o caso do Iraque, Irã, Coreia do Norte e Cuba), se eles são amigos dos Estados Unidos e vendem produtos baratos podem fazer o que quiserem com sua população porque: só é genocídio quando é feito pelos inimigos da América (pergunte a Israel), só é violação dos direitos humanos quando é o Irã que faz (pergunte a Arábia Saudita) e só é ditadura militar se é comunista (pergunte a Pinochet). Também é um perigo iminente para o mundo que tenha armas nucleares se é inimigo dos Estados Unidos (como o Irã e a Coreia do Norte, se é amigo, pode ter a vontade (pergunte a Israel) e, finalmente, todo aquele que se atreva a torturar, encarcerar e violar os direitos humanos básicos dos dissidentes serão enviados para Guantânamo como terroristas.

Em geral, se o país é comunista e pobre é um inimigo da liberdade que deve ser destruído (como Cuba), se é comunista mas é rico é um aliado (como a China). Claro, depondo ditadores (para colocar outros aliados e ditadores anticomunistas) e bombardear países pobres para....eh...libertá-los da opressão, sai caro então os EUA pegam uma pequena comissão econômica pelo esforço apreendendo o produto que mais traga riqueza para o país, de preferência o petróleo (como o Iraque).

Tipos de republicanos[editar]

Não é fácil ser um republicano
Este logotipo foi planejado por Rand Paul para o Partido Republicano, entretanto, foi rejeitado porque os dinossauros nunca existiram, foram inventados pelos democratas para promover o ateísmo
  • Conservadores - Eles se opõe ao casamento gay, ao aborto ao controle de armas, aos impostos e ao gasto social com o seguro médico universal. São favoráveis ao mercado livre (eles não gostam do OLX e nem do Submarino.com.br), ao capitalismo, á intervenção militar agressiva e a tortura contra terroristas.
  • Neoconservadores - Apesar do neo não tem nada de novo, são idênticos aos citados acima com a diferença de que são mais radicais em sua violenta e militarista política exterior.
  • Paleoconservadores - Eles não têm nada a ver com os paleontólogos que investigam as coisas que não existem como os dinossauros. Eles são a mesma merda que os dois anteriores, mas opõe-se o envolvimento dos EUA na Segunda Guerra Mundial (eles estão um pouco desatualizados).
  • Liberais conservadores - Tem conservador pra caralho, né? Vamos pular para o próximo...
  • Direita cristã - Iguais aos anteriores, mas além de se oporem ao casamento gay, consideram que gays devem ser apedrejados como manda o Alcorão a Bíblia e que o Partido Democrata é o demônio como o próprio nome indica. Democrata = Demônio.
  • Moderados - São republicanos que, ainda que se opõem que gays se casem, ainda acreditam que eles não devem serem mortos. Ainda que se opõem ao gasto social e ao seguro médico universal não acham correto escravizar os pobres. Ainda que se opõem a flexibilidade nas leis de imigração, eles não estão de acordo com a prática de enfiar uma bala na cabeça dos imigrantes na fronteira, e assim sucessivamente. Ah, vão logo para o Partido Democrata seus comunistas liberais de merda!!!
  • Esquerdistas/RINOs - Ainda que soe uma contradição, também existem republicanos a favor de tudo o que os democratas apoiam (gays, aborto, ciência, etc.) e contra tudo o que os republicanos apoiam, mas são uma minoria. Um dia, Rockefeller liderou este grupo (visto que até mesmo os republicanos de esquerda são velhos ricos), mas este grupo praticamente não existe atualmente, estão todos no Partido Libertário. O termo RINO significa Retard In Name Only/Retardado Só No Nome.
  • Economistas neoliberais - Eles buscam a liberdade...a liberdade de fazer o que quiserem com todo o dinheiro que possuem. Embora muitos deles sejam ateus (Jebus promove a solidariedade, e a solidariedade é coisa de comunista, além disto não é preciso pagar dízimos), concordam com os republicanos em muitas coisas: quanto menos um patrão pagar seus empregados melhor (mais dinheiro para eles), quanto menos impostos melhor (os salários idem), quanto menos imigrantes melhor (menos gente para repartir o dinheiro), não deveria haver seguro médico universal nem seguro-desemprego nem nada (se você não pode pagar uma clínica privada, então que morra), e assim por diante.

Republicanos famosos[editar]

Típico republicano
Republicanos irão chupar suas bolas por um voto
  • Deus (segundo eles).
  • Abraham Lincoln, primeiro presidente republicano, libertou os negros e foi o último presidente progressista do GOP.
  • Theodore Roosevelt, criador da doutrina da vara grande com a qual, entre outras coisas, criou o Canal do Panamá. Até hoje os americanos sentem a vara grande em suas partes traseiras.
  • Richard Nixon, o mais honesto dos republicanos, sua cabeça será presidente da Terra no futuro.
  • Henry Kissinger, cumplice e confidente de Nixon. Promotor da doutrina norte-americana que consiste em democratizar o mundo derrubando governos democráticos e os substituindo por ditaduras anti-democráticas pró-americanas.
  • Ronald Reagan, um ator de segunda que se tornou um dos presidentes mais sangrentos da história dos EUA. Ele empreendeu guerras com potências mundiais com tanto poder e riqueza quanto os Estados Unidos, como Nicarágua, Angola, Líbia e Granada. Além disso, tinha fama de fazer piadas muito sem graças. Dificilmente alguém ganharia dele nisto.
  • George H. W. Bush...ops, me equivoquei. Outro assassino sangrento que fomentou guerra em tudo quanto é canto, incluindo a Guerra do Iraque: Episódio I. Ninguém o ganharia na fama de ignorante e violento.
  • George Bush II, ah caramba, outra vez me equivoquei....Bem, este entre outras coisas ganhou a fama de tonto de Ronald Reagan e a fama de assassino de seu pai. Atacou o Afeganistão e iniciou a Guerra do Iraque II: Electric Boogaloo.
  • George Bush III, presidente dos Estados Unidos no futuro, declarará guerra ao Reino Unido.
  • Montgomery Burns, líder do Partido Republicano em Springfield e principal financiador da campanha de McCain.
  • Krusty, o palhaço, figura espetacular de Springfield que que remove pássaros metálicos de casas americanas.
  • Donald Trump, o dono das Miss Universo que propôs a criação de um muro gigante para brincar de esconde-esconde os mexicanos.
  • Arnold Schwarzenegger, que é tão republicano que se casou com Jackie Kennedy para poder arrombar o cu de um democrata todos os dias.
  • Sarah Palin, a malvada e gostosa bruxa das neves que governa o Alasca.
  • John McCain, um velho louco.
  • Mitt Romney (ou Mitt R-Money) um multimilionário mórmon mexicano promotor da ideia de que Obama é queniano (porque nasceu no Havaí...fica perto do Quênia, não?)

Com todos estes republicanos, quem poderá nos defender?

Curiosidades[editar]

Cuidado com os Republicanos
  • Também há um Partido Republicano em Porto Rico, mas não há brancos protestantes.
  • Também há um Partido Republicano no Brasil, mas não há capitalistas liberais.
  • Se você lembrar a um republicano que Reagan aumentou os impostos 11 vezes durante seus mandatos, eles dirão que "foi parte de sua política econômica".
  • Entretanto, se Obama aumenta os impostos para ajudar os pobres, os republicanos o veem como "um ditador comunista que quer destruir a América".
  • O Partido Republicano vive lembrando que a escravidão era apoiada pelo Partido Democrata e que foi um presidente republicano que a aboliu, no entanto os republicanos apoiam o uso da bandeira confederada e a consideram um símbolo da liberdade.
  • O Partido Republicano afirma não ser racista ao mesmo tempo em que acolhe pessoas como David Duke e Strom Thurmond.

Referências

  1. Não, não os nativos americanos, os imigrantes brancos de origem europeia que chegaram um pouco tarde

Ver também[editar]

Circle-contradict.png Este artigo parece contradizer um outro artigo: Partido Democrata. Não pense sequer em corrigir isto