South Park

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa



Capeta.jpg
South Park surgiu das trevas!!!

Está sentado no colo do Diabo

Muerteenllamas.gif



South Park
Todo o conteúdo da série resumido em uma imagem

Todo o conteúdo da série resumido em uma imagem
Formato/Género Putaria e Banho de Sangue
Duração 30 torturantes minutos cada episódio
Criado por Trey Peter Parker e Matt Groening Stone
Diretor(es)
Produtor(es)
Apresentador(es)
Elenco

Narrador
Tema de abertura
Tema de encerramento
País Brasil Brasil e Estados Unidos Estados Unidos
Rede de televisão Comedy Central 2011 Logo.svg Comedy Central
Formato de Exibição
Idioma Dercy Gonçalvês
Transmissão original 1997
– Pelamordedeus acaba essa porra logo
Qt. de temporadas
N. de episódios Milhões, mas todos são a mesma porcaria: putaria, banho de sangue e sátiras absolutamente sem graça a personagens e celebridades.
[ Página oficial]
IMDb
TV.com



Nota: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.


Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: South Park.


331px-Longcat.jpg Prepare-se para ler:
Esse artigo é maior que o seu cu e pode causar cegueira.
Pense duas vezes e não seja tão idiota antes de ler algo assim
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Uma boa produtora de seriados recusou o desenho só por causa da merda falante, e ao invés de retirarem a merda falante (que não acresenta porra nenhuma) os criadores babacas resolveram recorrer a uma péssima produtora de seriados???

Cquote1.pngVocê quis dizer: Lixo?Cquote2.png
Google sobre South Park
Cquote1.pngVocê quis dizer: Putaria?Cquote2.png
Google sobre South Park
Cquote1.pngVocê quis dizer: MorteCquote2.png
Google sobre South Park
Cquote1.pngVocê quis dizer: Blasfêmia?Cquote2.png
Google sobre South Park
Cquote1.pngExperimente também: FudêncioCquote2.png
Google sobre South Park
Cquote1.pngExperimente também: Mundo CanibalCquote2.png
Google sobre South Park

Cquote1.png Todos os personagens e eventos neste programa—mesmo aqueles baseados em pessoas reais—são inteiramente fictícios. Todas as vozes de celebridades são imitações.....pobres. O programa a seguir contém linguagem chula e devido a seu conteúdo não deve ser visto por ninguém. Cquote2.png
O Narrador já explicando a merda que é a série antes mesmo de começar
Babelfish.gifTraduzindo: Parque do Sul
Babel Fish sobre South Park
Cquote1.png Prefiro Os Simpsons Cquote2.png
Todo mundo sobre South Park
Cquote1.png Isso aí já é coisa do demônio Cquote2.png
Pastor Didi Maiscedo sobre South Park
Cquote1.png Da tua mãe Cquote2.png
Demônio sobre citação acima
Cquote1.png All your trash are belong to us Cquote2.png
CATS sobre South Park
Cquote1.png Cara, que desenho engraçado pra caramba Cquote2.png
Capitão Sarcasmo sobre South Park
Cquote1.png Assisto todo dia, muito engraçado Cquote2.png
Retardado sobre South Park
Cquote1.png Ótimo, então vai pra puta que pariu Cquote2.png
Eric Cartman sobre citação acima
Cquote1.png Me identifico muito com esse Eric Cartman Cquote2.png
Adolf Hitler sobre South Park
Cquote1.png Eu também Cquote2.png
Pedobear sobre citação acima
Cquote1.png É uma cilada, Bino Cquote2.png
Pedro sobre Sr. Garisson
Cquote1.png Puta bosta Cquote2.png
Marcos Chiesa sobre South Park
Cquote1.png Um lixo Cquote2.png
Qualquer um com o QI de pelo menos 0 sobre South Park
Cquote1.png Chupa minhas bolas peludas Cquote2.png
Retardado fã de South Park na sala de aula
Cquote1.png Esse gordo nazista e filho da puta e seu amigo vestido de Chaves e o idiotinha mudo que morre toda hora vão falar altos palavrões, matar geral e se meter em altas confusões que até deus duvida Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde sobre South Park
Cquote1.png É tipo Família da Pesada, só que ruim...quer dizer, PIOR Cquote2.png
Felipe Neto sobre South Park
Cquote1.png Estamos muito felizes que existe algo mais sem graça que nóis, graças a vocês vimos que ainda temos esperança Cquote2.png
Zorra Total sobre South Park
Cquote1.png E Jesus morreu por nossos pecados e nos 3 dias teve uma ereção. Cquote2.png
Stan Marsh sobre Blasfêmia
Cquote1.png Assisto todos os dias, muito bom Cquote2.png
Diabo sobre South Park
Cquote1.png O que você tem de burro, você tem de burro Cquote2.png
Chiquinha sobre Fã de South Park
Cquote1.png South Park retrata a realidade dos americanos Cquote2.png
Americano (burro) sobre South Park
Cquote1.png Pode enfiar na bunda Cquote2.png
Maísa sobre South Park
Cquote1.png Girafas não assistem South Park Cquote2.png
Comunidade das Girafas Independentes sobre South Park
Cquote1.png No Acre, NINGUÉM assiste South Park Cquote2.png
Realidade acreana sobre South Park
Cquote1.png Suspeitei desde o princípio Cquote2.png
Chapolin sobre ser sacaneado em South Park
Cquote1.png O Ministério da Fazenda adverte: Assistir South Park pode fazer com que o seu cérebro saia pra dar um rolê e nunca mais volte Cquote2.png
Ministério da Fazenda sobre South Park
Cquote1.png Nossa, que desenho legal Cquote2.png
Cego, Surdo e Louco sobre South Park
Cquote1.png Tenho orgulho de ser Pobre Cquote2.png
Pobre feliz por não poder ver South Park porque não tem TV a cabo
Cquote1.png Isso é uma bichooooooona Cquote2.png
Severino sobre Fã de South Park Sr. Garrison
Cquote1.png Não gente, para, que ignorância, estão sendo ignorantes Cquote2.png
Michael Jefferson sobre South Park

South Park é a série mais idolatrada do Brasil, sendo que 98% de seu público é formado por adolescentes funkeiros, flamenguistas, burros e sem futuro que só assistem por causa do alto nível de putaria presente na série, isso no Brasil, pois nos Estados Unidos é assistido por adultos, adultos esses que se dividem em pedófilos, satanistas, nazistas e antissemitas, que se identificam muito com Eric Cartman e Randy Marsh, e o resto do público de South Park é formado por pessoas desprovidas de cérebro e inteligência. A série não passa de uma tentativa de criar um novo Simpsons da televisão misturando com The Walking Dead e Brasileirinhas (ou For Man, na maioria dos episódios).

O conteúdo da série se resume a crianças fazendo sexo, fumando, falando palavrões, mortes, banho de sangue, blasfêmias e coisas do gênero, sem falar dos retardados mentais que ainda assistem e acham engraçado. Sim, há quem ache uma criança obesa se vestir de Hitler, condenar os judeus e os gays (mesmo sendo um) e falar mais de oito mil palavrões por minuto engraçado.

Se você assistir South Park ao lado de dois típicos adolescentes brasileiros, irá perceber que eles só riem quando Cartman fala algum palavrão ou alguma coisa relacionada a piroca ou buceta (exemplo: Chupa minhas bolas, Kyle!), ou seja, South Park seria o maior fracasso da história se fosse produzido antes dos anos 90, quando os adolescentes ainda possuiam miolos em seu cérebro.

A própria Comedy Central te ajuda e já mostra a porcaria que é a série logo em seu comercial: pois no comercial podemos ver Eric Cartman queimando cruzes, um adulto cagando na cara de uma criança, uma idosa se matando, um pai se comunicando com seu filho pequeno através da webcam e botando seu pinto pra fora e Butters Stotch fazendo boquete em Eric Cartman, e até pedofilia pode ser vista nessa série, pra ver em que nível isso pode chegar. Pra você ter uma ideia até os criadores da série passaram a ter ódio pela mesma, mas infelizmente não pararam de produzir, pois o que não falta nesse mundo é idiota disposto á perder seu tempo assistindo este lixo, ao invés de estar fazendo coisa melhor.

E se você é fã da série, procure um psiquiatra e vá assistir Chaves, que é melhor!

História[editar]

Bem-vindo ao Inferno

Os Simpsons já estavam fazendo um sucesso do caralho em todos os lugares existentes no universo (incluindo o Acre: lá eles não têm televisão, mas conseguem assistir coisas de outro mundo através das antenas dos ETs), mas dois namorados que sonhavam em ser divas do pop desde criança invejaram o sucesso dos Simpsons e queriam criar algo tão revolucionador quanto os Simpsons. Os dois namorados eram Trey Parker e Matt Stone, que botaram na cabeça que nunca seriam como a Lady Gaga, então decidiram ser como Matt Groening.

Inspirados nos episódios de natal dos simpsons e na casa da árvore dos horrores, Trey e Matt sentaram (ui!) em uma mesinha infantil e começaram a assistir Mister Maker em seu canal preferido (Discovery Kids). Ali fizeram um recorte e colagem de alguns personagens idiotas que criaram, depois passaram a noite inteira fazendo uma suruba gay fotografando tudo e juntando no Windows Movie Maker, chamando de The Spirit of Christmas (Espírito de Natal, que fofo).

Um miguxo de Trey e Parker que trabalhava no The Simpsons Channel decidiu exibir a série, fez muito sucesso nos manicômios, mas foi cancelado devido aos fanáticos religiosos que fizeram uma encheção de saco na casa dos dois boiolas pelo fato de haver um confronto entre Jesus e Papai Noel (Papai Noel ganha), então criaram todos os atuais personagens de South Park, cada um teve

Seria isto uma briga ou um ato sexual?

inspiração em alguma personalidade diferente (veja aqui), Mr. Hankey, por exemplo, foi criado em um ato de coprofilia do casal Trey e Matt (não vou dar detalhes, apesar deles terem contado detalhe por detalhe no TV Fama).

No dia seguinte, mostraram o episódio piloto da série para Matt Groening (dono da FOX), que mandou os dois pra puta que pariu, não querendo exibir um programa que tinha um cocô falante como representante natalino (entre outras coisas como blasfêmia, morte, banho de sangue, tal tal tal tal tal... foda-se), então decidiram dar o rabo pro dono da MTV, mas Trey Parker não quis que a série fosse trasmitida pela MTV porquê não gostou da piroca do dono temia que ela a transformasse em um programa infantil (o que prova que Trey Parker, além de viado, é burro[1]).

Então negociou com o dono da Comedy Central. O dono da emissora simplesmente A-M-O-U comer Trey e Matt, e aprovou a série sem nem ver a demonstração, South Park quase foi cancelado antes mesmo de ser exibido, porquê havia gente com cérebro trabalhando no Comedy Central que desaprovou a série na hora, mas como a maioria concordou (já que a maioria não tinha cérebro), South Park foi adiante, e infelizmente tá no ar até hoje.

Ai, que bunda linda!

Na verdade sua história pode ser resumida a um cagão que Trey Parker um dia deu no banheiro do casal (fruto de uma overdose de porra) e batizou de "South Park".

Personagens[editar]

Randy Marsh em emprego temporário como homem do saco (se é que me entende).
José Serra quando participou da série.
Stan e Kyle cantando Levo Comigo!
  • Stan Marsh: Bem semelhante aos criadores da série, é bem aboiolado e vomita toda vez que uma gostosa chega perto, e apesar de não ter graça nenhuma, ele ganha a atenção dos outros (claro, pois se gente sem graça não ganhasse atenção, NINGUÉM teria atenção na série), por causa do seu pai filho da puta que, segundo o Ratinho, é na verdade pai de Cartman.
"olha companheiro, eu ganho pra ferrar com os brasileiros e não pra participar desse programa idiota!"
Cartman e o mais perto que ele teve de arranjar uma namorada.
  • Kyle Broflofloblowski (algo assim): Usa uma touca verde de Chaves. Seu único papel na série é arranjar briga com o Cartman e gritar "filhos da puta" quando o Kenny McCormick morre; nada mais que isso.
  • Eric Cartman: É um gordo nazista filho de uma puta (literalmente), tudo pra ele é "merda", adora ofender as pessoas, como se fosse ganhar alguma coisa com isso. Pros "fãs" da série ele é um verdadeiro mestre, um herói, coisa e tal, adora pegar suas "coisas valiosas" (tais como uma vassoura ou um rolo de papel higiênico) e dizer pra todos: "eu tenho e você não tem, seu otário de merda". Depois quando toma um belo de um foda-se, ele reclama. Ele quer comer a Diretora Victoria... só pode.
  • Kenny McCormick: O responsável pelo humor da série, afinal ele morre toda hora e o humor de South Park é só morte e nada mais. Também inspirou Fudêncio, o personagem principal do Fudêncio e Seus Amigos.
  • Butters Stotch: Como o próprio nome já diz, não passa de um bundão. Quando foi promovido ao lugar do Kenny, os criadores decidiram que, em vez dele morrer em todos os episódios, ele seria abusado (já que nessa série idiota sempre tem pedofilia), reprimido e ia se foder em todos os episódios (o que não passa de uma tentativa falha de criar um novo Homer Simpson da televisão).
  • Tweek Tweak: É o amigo que substituiu o Butters, que substituiu o Kenny, que morreu de diarreia vaginal, o que prova que os criadores da série são tarados por um Futanari (afinal, que eu saiba homem não tem vagina).
  • Wendy Testaburger: Uma nerd bem gostosinha. Seu único propósito na série é tentar fazer Stan virar hétero (nessa série só tem viado) e cometer assassinatos (matou os Smurfs, afinal 100% do humor da série é banho de sangue).
  • Token Black: Clara referência a Todo mundo odeia o Chris. A única diferença é que ele é rico, e assim como todos os personagens do desenho, ele não tem a menor graça. Esse personagem não é nada mais nada menos que um racismo por parte dos criadores da série.
  • Craig Tucker: Figurante que adora passar batom (essa parte inspirada em Trey Parker), adora aparecer e por isso aceita a culpa quando alguém culpa ele por alguma coisa.
  • Towelie: Uma toalha, uma toalha, UMA TOALHA falante (eu acho que os criadores dessa série já fumaram maconha demais, pelamordedeus), nem vou falar nada. Depois eles querem falar dos roteiristas do Family Guy.
  • Jimmy Valmer: Possui deficiência tanto física quanto mental. É mais um preconceito por parte dos criadores da série.
  • Clyde Donovan: Só tem uma bola (veja bem, uma bola), só serve de enfeite na série e tem retardado que acha graça do fato dele só ter uma bola, e daí que ele tem uma bola??? Que graça tem nisso???
  • Mr. Hankey: Dispensa comentários.
  • Randy Marsh: Vagabundo, pai do Stan, punheteiro, assassino e psicopata maluco, o que cria a dúvida cruel: ele é mesmo pai do Stan ou é pai do Cartman??? (Pois ele e Cartman são muito parecidos.)
  • Sr. Garrison: Professora da escola. Inicialmente era um homem hétero, mas em um momento Brokeback Mountain (ou sei lá o que foi, não assisti essa droga), é uma pessoa muito indefinida, ou eu diria aberração.
  • Mr. Slave: Escravo sexual Namorado da aberração acima, ficou muito conhecido por ser o cara do Glassass.com.
  • Big Gay Al: Mais um viado só tem viado nessa porra???, atual namorado do idiota acima.
  • Sr. Mackey: Um nerd qualquer. Sua cabeça é do tamanho da pança de Cartman. Pode ser frequentemente confundido com o Garrison por ambos terem cara de José Serra.
  • Sargento Barbrady: Plágio do Chefe Clancy Wiggum. Um policial idiota que se acha fodão, está em todo crime de South Park menos naqueles que segundo os criadores, não são considerados crime, como pedofilia, estupro e assassinato dizendo: Circulando, não há nada pra ser visto aqui!, o que ajuda pra caralho a resolver os crimes.

South Park: Bigger, Longer & Uncut[editar]

Com a fome pra passar os Simpsons, os criadores tiveram a ideia de produzir um filme de sua série antes dos Simpsons, para passar na frente (malsucedidamente), pouco antes do filme ser lançado. O exército de South Park pensou em assassinar os críticos para que tudo desse certo, mas não foram tão longe: simplesmente os ameaçaram de morte. Caso não falassem bem do filme, eles iriam ver a grama crescer por baixo, o que fez o filme ser bem-sucedido.

O Chaves Channel se atreveu a exibir o filme dublado e sem alguma censura exatamente às 22:15 de alguma noite de terça-feira (foi a mesma coisa que exibir um filme do Alexandre Frota naquele horário). Por ter escolhido colocar esse filme idiota no ar, o Homem do Baú teve que pagar 1 centavo e meio ao Ministério Público, pois o certo seria exibir às 23 horas. O filme teve ótima audiência, pois foi assistido em todos os hospícios do país, mas a reprise que seria feita foi substituida pelo Filme do Pelé.

Sinopse[editar]

Pedofilia: algo extremamente rotineiro na série.
Viadagem: outro algo extremamente rotineiro.
Nem te conto o que ele pode fazer com essa faca...

Os pirralhos (Stan, Kyle, Eric e Kenny) entram em um cinema e assistem um filme chamado Bundas de Fogo (não tem mais o que inventar). Depois de assistir ao filme eles falam mais palavrões do que nunca (tem como eles falarem mais do que já falavam antes?) e todas as crianças de South Park resolvem imitar, o que faz a mãe de Kyle declarar guerra contra o Canadá (olha, sua burra de Nova Jersey, não é porque os protagonistas são canadenses que o Canadá tem alguma culpa). Kenny resolve imitar uma cena e taca fogo a uma bufa e morre (já morria no começo) e vai pro inferno, onde descobre que Satã e Saddam Hussein são um casal gay (esqueceu do Hitler). Todas as mães de South Park vão até o Canadá e prendem Terrance e Phillip, que recebem pena de morte... (puta merda, pena de morte??? Se eles merecem isso, Trey Parker e Matt Stone merecem muito mais...).
No inferno, Kenny descobre que se Terrance e Phillip morrerem, o último portão do inferno se abrirá e Capeta e Saddam voltarão à Terra (ô coisinha chata e sem graça). Kenny sente pena de Satã (olha o ponto que a série chegou) e passa a ter conversas secretas com ele.
Sem nenhum motivo, Cartman chama a mãe de Kyle de puta infinitas vezes, ela fica puta (entendeu o trocadilho?) e instala um chip no cérebro (ele não tem) no saco dele e vai tomar um puta choque caso solte algum "porra".
Do nada os pirralhos resolvem salvar Terrance e Phillip e impedir a guerra e um possível holocausto, com a ajuda de Solid Snake que é morto atacado pela família do Ajudante de Papai Noel (tem que ter morte em South Park).
Os canadenses, então, invadem a base militar, quando Cartman tenta desligar a energia, e ele morre queimado (infelizmente não aconteceu) causando um curto-circuito no tal chip: agora toda vez que ele falar palavrão, alguém (não ele) leva um choque, e o que aconteceu???[2].

Os pirralhos salvam Terrance e Phillip, mas a mãe de Kyle rouba a arma de um segurança diz sete vezes que o verdadeiro sofrimento não é conhecido e se mata e mata os dois, daí a porta do inferno se abre e o casalzinho gay invade a terra, mas o Capeta

Puta merda, será que todo mundo nessa série é viado???

(que é um gay enrustido não-assumido) é ridicularizado pela ditadura e é enrabado pelo ditador.

Cartman atira raios em Saddam, o Capeta o atira de volta o inferno, diz que Kenny abriu seus olhos e lhe concede um desejo (é Aladdin agora essa porra???): Kenny pede para que todos que morreram por causa do massacre voltassem a viver. Kenny tira o seu capuz feioso e mostra sua cara pra todo mundo e diz: "Goodbye, you guys" (em portugues: Adeus, filhos de uma puta).
Então Kenny voa até o céu, encontra lindas anjas peitudas e os mortos ressuscitam.

Cquote1.png Que lindo, cara! Cquote2.png
Lui Mendes sobre final do filme

Jogos[editar]

South Park, o jogo[editar]

Butters, o quê que cê tá escondendo aí?

O jogo possui as mesmas palhaçadas grotescas do seriado. O jogo funciona da seguinte forma: um cometa está vindo em direção a cidade idiota de South Park (como estamos falando de South Park), e esse cometa traz perus mutantes, pedras que arrotam coca-cola, vacas assassinas, Kid Bengala, atuns que vão dominar o mundo, entre outras coisas babacas, e a missão dos pirralhos é deter as forças do mal e parar o cometa antes que seja tarde, com o uso de armas de plástico (até dá pra usar o Cartman como escudo, mas ele ocupa a tela toda e você não vê porra nenhuma).

Existiram três versões para esse jogo, todas impossíveis de jogar, pois:

Kyle e Nhonho.
  • Na versão pra PC, o Windows travava a toda tentativa de instalação.
  • Na versão pra PlayStation, os gráficos eram piores que os do Snake e completamente impossível de mirar de longe.
  • Na versão pra Nintendo 64, os personagens eram formas geométricas (o Cartman foi a bola), mas dava pra jogar.

Chef's Luv Shack[editar]

Os pirralhos fugindo de South Park porquê Cartman soltou uma bomba atômica que explodiu a cidade.

Como o primeiro jogo foi uma merda, os produtores da série pensaram em criar um jogo, e decidiram rodar o jogo em volta do pedófilo da série, o Chef McElroy. O jogo é nada conhecido entre pessoas normais, pois pessoas normais DETESTAM (com razão) South Park. O jogo começa com o Chef cantando uma música (com letra repulsiva, obviamente), então aparece um monte de mulheres mostrando tudo (só zoa, pois o Chef prefere crianças), depois você tem que escolher com qual dos pirralhos quer jogar.

Então o chefe faz uma macumba (na série e nos jogos, só tem esse tipo de coisa) e você passa por um quiz.

Dá a minha piroca, vagabundo!

Como o que não falta nesse mundo é retardado, o jogo foi muito vendido, mas tiveram que destruir todas as cópias pois isso causava hipotermia na burrice extrema dos fãs de South Park, que fazia o animal (o fã da série) ficar cego enquanto não jogava: muitos perderam os olhos (seria uma relação da série com o Mereana Mordegard Glesgorv???).

Eric Cartman.

Também havia a lerdeza pra carregar à la Desciclopédia, quando os idiotas passavam de uma pergunta pra outra do quiz, chegavam a virar noites acordadas (quem é tão idiota a ponto de ficar a noite inteira jogando South Park???), ficava girando um desenho tosco de um CD (rosquinha do futuro) no canto da tela, vários idiotas morreram esperando o jogo carregar (ainda bem; quanto mais fãs de South Park morrerem, melhor) e os criadores foram processados (olha como esses dois idiotas estão tomando no toba por terem criado esse lixo).

Tenorman's Revenge[editar]

Os pirralhos de South Park assistindo Sexy Hot.

O mais novo jogo, com certeza será um fracasso, assim como os outros, pelo simples fato de ter sido feito por meio de um ritual satânico por meio dos criadores boiolas, assim como tudo que pertence a South Park.

A história começa da seguinte forma: o irmão de Eric Cartman rouba o Xbox do querido irmãozinho. Cartman e seus parceiros de suruba (Stan, Kyle e Kenny) farão de tudo para recuperar o jogo (eu não sei por quê, já que eles odeiam essa bola de gordura tanto quanto qualquer um). Primeiramente, os parceiros são mandados para South Park no futuro, onde haverá uma nova batalha dos habitantes contra os Crentes: eles espancam os crentes e encontram o ladrão, que lança merda em cima dos fedelhos, que resolvem lutar contra o ladrão, que está dentro de um transformer, e depois se manda. Os babacas seguem o ladrão até o presente e se encontram no esgoto. No esgoto, os pirralhos vão até a casa do cocô falante cujo nome eu estou pouco me fodendo e descobrem que há várias chaves de merda e Cartman come todas elas espalhadas por South Park. Depois, os pirralhos vão até o parque aquático e lutam novamente com o irmão idiota de Cartman.

(pulando a parte idiota que fala sobre a Toalha chapada porque isso é coisa de Desciclopédia)

Os moleques vão até uma obra pública e passam por um bando de idiotices sem nexo até chegarem novamente ao irmão de Cartman, e do nada surge uma Stairway to Heaven, que eles resolvem subir eu queria que tivesse uma praga na escada pra matar esses guris e livrar o mundo desse lixo que é South Park. Os idiotas vão para o lugar deles por um portal e sofrem um monte de rolação e encheção de linguiça, depois eles lutam com o Anticristo, mas é impossível vencê-lo (o que mostra mais uma vez o satanismo dos criadores, pois consideram o Anticristo imbativel e o melhor), então não se tem informação do que acontece depois E FIM.

O principal problema do jogo foi os fãs de South Park ficarem mais retardados do que já eram (coisa que muitos julgavam impossível) depois de verem a historinhas sem nexo do jogo.

Abertura[editar]

Único momento engraçado de South Park.

Você aí que já assistiu esse lixo, nunca notou que a abertura parece inofensiva demais perto do conteúdo repulsivo do programa??? Pois o programa é uma putaria só, enquanto a abertura são simples crianças feitas de recorte e colagem e cantando uma musiquinha. Pois é, fique você sabendo que essa abertura não é tão inofensiva quanto parece; sim, trata-se de crianças tocando uma musiquinha, mas você sabe o que é essa musiquinha??? Você já a traduziu??? Pois é, a letra dessa abertura é tão repulsiva quanto o próprio programa.

Letra Original
I'm going down to south park,
I'm gonna have myself a time
Friendly faces everywhere,
Humble folks without temptation
Going down to south park,
Gonna leave my woes behind
Ample parking day or night,
People shouting: "howdy neighbor
Heading on up to south park,
Gonna see if I can't unwind
I like girls with big vaginas
I like girls with big, fat titties
Come on down to south park
And meet some friends of mine

Tradução
Eu estou indo para o Inferno,
Eu vou ter um tempo sozinho
Rostos desfigurados voando por todos os lados,
Gente idiota e banho de sangue
Vamos descer em South Park,
Vou deixar as minhas desgraças por lá
Amplo estacionamento vazio para o sexo dia e noite,
Pessoas gritando: Hitler vive!
A posição sexual para o South Park,
Vou ver se não posso descontrair
Eu gosto de garotas com grandes bucetas
Eu gosto de garotas com grandes tetas gordas
Vamos descer no South Park
E comer algumas das minhas putas

Olha até que ponto a série pode ser sem nexo: tem até cabeça flutuante!

O segredo dessa abertura é que os criadores da série não são tão Quicos quanto aparentam, pois eles bolaram um plano pra conseguir mais grana, pois os telespecs geralmente julgam uma série por sua abertura. Em 1997 o Comedy Central decidiu fazer uma feira para os novos programas: ali os telespecs veriam uma demonstração das séries e comprar uma série de rosquinhas do futuro.Essas demonstrações eram as aberturas, então Trey Parker e Matt Stone tiveram a ideia de produzir uma abertura inofensiva para ganhar o público, e assim foi feito: exibiram a abertura inofensiva (claro que não era a versão onde o Capeta aparece no fim da tela) e os visitantes gostaram e compraram os pacotes com os DVDs, até chegarem em casa e dar aos seus filhos como um programa infantil, e verem que foram feitos de palhaço.

Como Trey Parker e Matt Stone são preguiçosos e satanistas natos, decidiram só editar o final pra incluir o diabo, e pronto, essa é a abertura da série.

História da Cidade de South Park[editar]

Imperial Park[editar]

Na União Soviética, Kenny mata VOCÊ!
South Park após Cartman comer uma feijoada.

Depois do primeiro conflito com a União Soviética, grande parte dos Estados Unidos viraram Marcos Zeros, o estado do Arizona foi o único estado intacto, certos cavaleiros do Zodíaco foram até o Arizona investigar e encontraram um lugar vazio, em uma tentativa de queimar o estado por uma suspeita fantasmagórica (os americanos além de gordos são medrosos), foram todos mortos em uma explosão sem explicativas, aquele território foi fechado pela polícia americana e abandonaram o lugar, os autores da explosão rapidamente sumiram com os corpos e nomearam o local de "Imperial Park" (numa tentativa de ofender a Era Imperial, comparando com o Holocausto, já que ali houve um massacre). Sabendo do feito, o CSI foi fazer buscas a respeito e encontraram alguém no local. Não se viu o rosto, mas ficou bem claro que se trata de um anão bem gordo (que olhou para o CSI e imediatamente gritou Chupa minhas bolas!). Sim, se tratava de Eric Cartman.

Como o CSI quer manter a reputação, não abandonaram a missão e até hoje procuram por aquele corpo gordo, só não procuram em South Park pois foi ali onde um funcionário morreu. Sim, eles só não procuram exatamente no lugar onde o corpo gordo está.

Bozo fazendo participação especial em South Park.

A cidade foi reconstruida por Satã. Esse foi o motivo de Trey Parker e Matt Stone escolherem o lugar para filmar o seriado, afinal, queriam homenagear o mestre deles.

Revolução dos Crentes de 1964[editar]

Cansado de virarem chacota desse seriado ridiculo, os Crentes resolveram se unir para destruir South Park (foi a única vez em que Deus e o Capeta trabalharam juntos, pois ambos queriam o fim da cidade). De início, invadiram o cinema pornográfico e atacaram todos os crianças que estavam no local. Infelizmente Eric Cartman não estava no cinema no momento, então atacaram a cidade e se dividiram: os católicos procuravam por Eric Cartman enquanto os evangélicos procuravam por Randy Marsh (que só não ficou mais odiado que o Eric por não ser seguidor de Adolfinho), Randy e Eric fugiram com a situação e os crentes tomaram o poder, levando os habitantes ao terror (menos os não-satânicos, com o incrível número de zero).

Uma rara imagem de Maomé sem censura em South Park.

No dia 13 de novembro, o casal gay maléfico Saddam Hussein e Satã se reuiniram em sua cama redonda para tentar bolar algo para vencer os crentes: se juntaram com os futuros presidentes Bill Clinton e George Bush, e o cara mais rico da cidade de Springfield, Charles Montgomery Burns e criaram o reino de Satã, com liderança de Burns.

No dia 27 de novembro, a vizinhança de Cartman realiza uma emboscada contra os crentes e consegue prendê-los no calabouço da casa de Cartman, onde ele prendia, torturava e matava os judeus (haviam muitos corpos mutilados de judeus no local), Cartman armou uma fogueira no chão enquanto os outros amarravam os crentes à fogueira e os queimavam lentamente semelhante ao acontecido à Joana D'arc. Apenas a cabeça ficava intacta, a qual Cartman comia como aperitivo antes do almoço.

Pedobear em South Park.

À noite, os espíritos dos crentes voltaram para assombrar a população de South Park. Jesus Cristo foi até a casa de Cartman, e foi recebido com um tiro, pra você ver até que ponto pode chegar a falta de sentido e a blasfêmia da série.

O Comboio do Zé[editar]

Respeite minha autoridade, bundão filho da puta!

Com a desistência dos crentes, o clima da cidade ficou calmo, o que não era normal se tratando de South Park. Então Eric Cartman escreveu um cartaz dizendo "Joe Sucks" (o Zé é horrível), e imediatamente Zé (que por ser , era um tremendo mané e assistia South Park) viajou nas asas do avião e foi até South Park. Lá decidiu entrar em confronto com Eric Cartman. Por se tratar de South Park, de repente todos os habitantes foram para o lado de Cartman, vendo que estava sozinho, Zé decidiu chamar o seu comboio formado por Seu Creysson, Homer Simpson, Teu pai, Mr. Bean e Seu Madruga, mas a retardadice do comboio do Zé não era nada perto da retardadice do povo de South Park, então restou ao comboio do Zé fingir desistência e atacar apenas à noite.

O estado de sua família após ver South Park.

No dia 19 de dezembro de 1964, o Comboio do Zé foi até o calabouço e viu os crentes queimados. Homer se cagou de medo e ligou para o Reverendo Lovejoy, que se prontificou a chamar Edir Macedo, que chamou outros bispos e coisa e tal. Imediatamente cada Bispo convocou os membros de suas igrejas para uma excursão até South Park, dez minutos antes do sol nascer; os crentes se juntaram em South Park formando uma enorme passeata, buscaram bombas e munição e se prepararam para atacar. Assim que os habitantes de South Park acordaram, o Comboio do Zé, juntamente com os crentes, começaram a atirar, levando novamente a cidade ao terror. Esse confronto South Park x Mundo poderia levar à destruição da cidade, se Eric Cartman não fosse um vagabundo, pois o Idiota não acordou naquele dia e dormiu até as 17 horas.

O Comboio do Zé não se deu por vencido: simplesmente tiveram a ideia de TODOS cagarem e andarem para as ofensas feitas por South Park, imediatamente deixando a cidade. Os habitantes (que têm cérebros do tamanho de uma pulga) se declararam vencedores da guerra e criaram o feriado de 20 de dezembro em South Park, que comemorava a vitória contra os idiotas.

Homem palito depois de assistir dois minutos de South Pau Park.

No dia 1 de janeiro de 1965, exatamente à meia-noite, a população de South Park fez um enorme pentagrama no centro da cidade e clamaram por Satã que imediatamente foi eleito o rei de South Park, e a cidade segue esse padrão até os dias de hoje.

Os fãs[editar]

Pesquisa.pngVer artigo principal: Fã de South Park

Controvérsias[editar]

Cquote1.png Um programa vulgar, socialmente irreverente que não serve pra porra nenhuma Cquote2.png
Tribunal Canadense sobre South Park

Misturando South Park e Happy Tree Friends, aí já não é banho, é um oceano de sangue!

A obsessão de Parker e Stone por ultrapassar Matt Groening os levou a tentar ser engraçados a todo custo. Como são mais sem graça que o Zorra Total e o que não falta no mundo é retardado, os dois decidiram disfarçar suas piadas sem graça com ofensas, para que os tais retardados achem graça, e obviamente, pessoas com cérebro ficarem sabendo das tais piadas, dando em merda.

O bagulho já começa frenético: nos Estados Unidos, se os adolescentes não se esquecessem que estão no inferno na escola, falariam baixo. Uma professora escutou alunos falando de South Park e, antes que você pudesse falar "chupa meu saco", todas as escolas de Nova Jersey resolveram encher o saco dos pais dos alunos sobre o conteúdo da série. Segundo uma pesquisa de algum idiota americano cujo nome eu estou pouco me fodendo, a maioria dos pirralhos de oito e nove anos começaram a imitar o obeso mórbido seguidor de Hitler. O diretor de uma das escolas declarou que ia estuprar os pais das crianças caso eles não a impedissem de assistir a série (isso seria uma boa ideia pra um episódio, será que os criadores me pagam 1 centavo e meio pela ideia???)

Por favor, posso comer seu cu?
Kenny McCormick, de lado.

. Um conservador chamou South Park de "gorfo coalhado, buraco negro fedorento, vômito do Comedy Central" ou alguma merda do gênero. South Park também poderia voltar com a ditadura.

Sedes da Igreja Universal nos Estados Unidos (afinal, é Universal) disse que as crianças que assistem South Park poderiam acreditar nos episódios e ter ódio ao evangelho ("virarem anticristos", para os noobs de plantão).

Alguns episódios da bagaça[editar]

  • Cartman Gets an Anal Probe - O primeiro episódio de estreia, que mostra Cartman peidando fogo pelo cu
  • Tom's Rhinoplasty - Único que mostra a tal Rinoplastia do Tom por Dentro
  • Cartman's Mom is Still a Dirty Slut II - continuação de "Cartman's Mom is a Dirty Slut" (O RLY?)
  • Conjoined Fetus Lady - nem todos os gêmeos são siameses...
  • City in the Edge of Forever - flashbacks de episódios anteriores
  • Clubhouses - Cartman convida duas adolescentes para sua casinha na árvore
  • Cow Days - tradução: dias da vaca
  • Gnomes - salve suas cuecas!
  • Prehistoric Ice Man - como voltar para 1996
  • Rainforest Schmainforest (CENSURADO)
  • Sexual Harassment Panda - o panda do assédio sexual/não processe as pessoas
  • Hooked on Monkey Phonics - parecido com o Soletrando, do Caldeirão do Huck, só que bem melhor
  • The Red Badge of Gayness - o norte é azul e o sul é mais embaixo
  • Cartman's Silly Hate Crime 2000 - nunca chame um crioulo de crioulo!
  • Cartman Joins NAMBLA - uma ode à pedofilia!
  • Chef Goes Nanners - A bandeira de South Park é racista? É.
  • Fourth Grade - mostra os lindos seios da sra. Engasgaperu
  • Helen Keller! The Musical - TIMMEH! no papel da tal mocinha
  • Pip - adaptação mais fodona de "Great Expectations", de Charles Dickens
  • The Wacky Molestation Adventure - um dia em que South Park é governada pela pirralhada!
  • It Hits the Fan - Merda, merda, bicha, bicha...
  • Cripple Fights - uma homenagem ao Rei dos Escoteiros e Bandeirantes Sir Baden-Powell
  • Scott Tenorman Must Die - não venda seus pentelhos a ninguém...
  • Terrance & Phillip: Behind the Blow - a ascensão e a queda de uma dupla de humor canadense
  • Proper Condom Use - Remake de Guerra dos Sexos, só que com guerra de verdade
  • Osama Bin Laden Has Farty Pants - e olha que foi feito antes do 11 de setembro...
  • How to Eat With Your Butt - um casal com a bunda no lugar da cabeça? Existe.
  • The Entity - ou como se livrar de um primo mala e cheio de não-me-toques
  • Here Comes the Neighborhood - estrelando Token e uma negada que ele atrai pra South Park
  • Kenny Dies - Kenny morre... mas volta
  • Butters' Very Own Episode - o episódio do Butters
  • Jared Has Aides (CENSURADO)
  • Freak Strike - Butters como Napoleão Bolas-no-Queixo
  • Fun With Veal - como sequestrar 23 bezerros
  • The New Terrance and Phillip Movie Trailler - Rabos de Fogo 2
  • Professor Chaos - Butters apresenta seu "terrível vilão, rei da destruição e do caos"
  • The Simpsons Already Did It - os Simpsons fizeram, os Simpsons fizeram...
  • Free Hat - libertem Zé do Boné!
  • Bebe's Boobs Destroy Society - os meninos de South Park como se fossem das cavernas
  • Child Abduction Is Not Funny - a Grande Muralha da China em South Park
  • The Return of the Fellowship of the Ring to The Two Towers - nome comprido pra caralho...
  • The Death Camp of Tolerance - uma versão southparkiana do dia a dia em Auschwitz
  • My Future Self n'Me - como pintar as paredes de alguém com o delicioso perfume de bosta
  • Krazy Kriplles - com os Bloods & Crips e o Kenny de volta!
  • Toilet Paper - JAMAIS jogue papel higiênico na casa de alguém ou você vai pegar prisão perpétua
  • I'm A Little Bit Country - Democratas caipiras X Republicanos cosmopolitas
  • Fat Butt and Pancake Head - a mão de Cartman ganha vida e vira Jennifer Lopez
  • Lil' Crime Stoppers - versão de Miami Vice, só que mais hardcore
  • Red Man's Greed - comprovando que o jogo é mesmo uma coisa ilegal
  • South Park is Gay! - de longe, o episódio mais bicha de toda a série
  • Grey Dawn - nunca suspenda a habilitação de um idoso ou eles podem formar um motim e aí...
  • Butt Out - a verdade por trás das companhias de tabaco
  • Raisins' - episódio de estreia dos góticos
  • The Jeffersons - Michael Jackson se passando por "Jefferson" (engana quem?)
  • Douche and Turd - "vote ou morra!" (Stan não quer escolher entre um Babaca Inútil e um Sanduíche de Merda)
  • Pre-school - "a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena..."
  • Cartman's Incredible Gift - momento paranormal de Eric Cartman
  • Mr. Garrison's Fancy New Vagina - Sr. Garrison vira Sr. Garrison, Gerald um golfinho e Kyle um jogador de basquete alto e negro
  • Die, Hippie, Die - paródia de Ghostbusters, só que com hippies em vez de fantasmas
  • Erection Day - Jimmy está desesperado para meter numa puta gorda
  • Two Days Before the Day After Tomorrow - como arrebentar uma represa de castores com uma lancha
  • Smug Alert! - pense duas vezes antes de comprar um carro híbrido...
  • Cartoon Wars - a FOX mostraria Maomé em Family Guy sem censura? Acho que não...
  • A Million Little Fibers - mostra que toalhas também são capazes de escrever livros
  • Mystery of the Urinal Deuce - jamais cague num urinol! Para isso existem as privadas
  • Stanley's Cup - Stan e um timinho de hockey no gelo cheio de criancinhas ranhentas
  • The Snuke - nem todos os árabes e muçulmanos são terroristas
  • D-Yikes! - Sra. Garrisson tem seu dia de sapata
  • Night of the Living Homeless - Onde a palavra "trocado" é repetida 10000000000 de vezes
  • More Crap - você jamais conseguirá fazer um cocô do tamanho de uma melancia, ou de 6 metros de altura
  • The List - Clyde é o mais lindo e Kyle, o mais feio
  • Major Boobage - nunca cheire urina de gato, ou "bompaca" (de bom pra caralho)
  • Eek, a Penis - Quando a Sra. Garrison volta a ser homem
  • Super Fun Time - Mostrando uma vila que parou em 1864, enquanto o resto dos EUA estava em 2008
  • The China Probrem - os chineses não querem destruir os Estados Unidos, mas sim o Japão
  • Breast Cancer Show Ever - câncer de mama não tem graça e pode te matar!
  • Pandemic 2: The Startling - compre os CDs de artistas peruanos, pois eles te protegem contra os porquinhos-da-índia gigantes
  • About Last Night - fora, Bush! Obama presidente! Yes, We Can!
  • Elementary School Musical - bem menos chato de ver que High School Musical
  • The Coon - Cartman apresenta seu herói, o Guaxinim, e Kenny o seu, o Mysterion (fofo os 2 brincando de super-herói à noite, não?)
  • Eat, Pray, Queef - peidos têm graça e gases vaginais não (porque os bebês saem por ali)
  • Fatbeard - Capitão Cartman e sua terrível tripulação: Butters, Clyde, Ike e Kevin Stoley (o geek da turma)
  • Butters' Bottom Bitch - que bonitinho um moleque de 9 anos agenciando putas, vadias e piranhas...
  • Dances With Smurfs - Wendy quer matar Smurfs e Cartman e Butters vão intervir
  • Pee - jamais mije numa piscina, ou as consequências poderão ser catastróficas
  • Sexual Healing - não a música do Marvin Gaye, mas o fato de Kyle e Butters descobrirem que gostam de uma "()"
  • The Tale of Scrotie McBoogerballs - ou Scrotie Sodomita ("aí ele viu uma poça de pus e... BLOOOOOOOOORGH!")
  • Medicinal Fried Chicken - aquele que não comer do frango do KFC acordará com as bolas do tamanho de bolas de pilates
  • You Have 0 Friend - cuidado ao tentar deletar sua conta do Facebook
  • Crippled Summer - também chamado de Intervention
  • Poor and Stupid - os fãs da NASCAR são mesmo burros como a Magda do Sai de Baixo?
  • Insheeption - mostrando as consequências do "colecionismo"
  • T.M.I. - mostrando como Eric faz para medir os pingulins de seus colegas
  • Crack Baby Athletic Association - há também bebês viciados em pedra...
  • Ass Burgers - como preparar deliciosos hambúrgueres com cheiro de bunda
  • The Last of the Meheecans (CENSURADO)
  • Bass to Mouth - cuidado com o que escreve sobre sua vida privada no WikiLeaks...
  • Broadway Bro Down - os espetáculos da Broadway sugerem boquetes (chama-se "subtexto")
  • A History Channel Thanksgiving - os índios roubaram o recheio do peru de Ação de Graças. E agora?
  • Reverse Cowgirl - nunca deixe a tampa da privada levantada (aquela de pôr a bunda pra cagar). Ou...
  • Faith Hilling - é de 2000. Cuidado ao "faithhilliar", "taylorswiftiar" ou mesmo com o gato do "Oh Long Johnson..."
  • I Should Have Never Gone Ziplining - fazer tirolesa vale realmente a pena? Acho que não
  • Raising the Bar - mostrando o dia a dia de Honey Boo Boo e James Cameron, que quer "resgatar o padrão"
  • Insecurity - olho vivo ao compra coisas pelo Amazon
  • A Nightmare on FaceTime - Os Vingadores e o Duendesomem ou o conto da Blockbuster mal-assombrada
  • Obama Wins - o General Tsao é bichinha
  • Informative Murder Porn - mas pode chamar de Assassinatos Pornô
  • World War Zimmerman - dizem que é sátira ao filma Guerra Mundial Z, mas este é mais criativo
  • Taming Strange - Ike quer romper o cabaço da Foofa do Yo Gabba Gabba!
  • The Hobbit - Wendy quer acabar com o Photoshop
  • Go Fund Yourself - Como trabalhar fazendo porra nenhuma
  • Gluten Free Ebola - CONTÉM GLÚTEN
  • The Cissy - Eric vira Erica Cartman, apenas colocando um másculo lacinho rosa na cabeça
  • The Magic Bush - Como livrar South Park dos drones? Usando a boceta peluda da mãe do Craig, Laura Tucker
  • Grounded Vindaloop - Esse episódio não é real
  • Cock Magic - Jogar Magic: The Gathering no porão de um restaurante chinês com galos pode dar cadeia!
  • #REHASH - CartmanBra! PewDiePie!

Curiosidades[editar]

  • Eric Cartman é o pai biológico de Faustão.
  • Sr. Garisson é pai de Justin Bieber.
  • Kyle é irmão do Chaves.
  • Stan Marsh é pai do Máskara.
  • Os Creepers foram inventados por Cartman para a Dominação Mundial, mas optaram por um emprego no Minecraft.
  • A série criticou Family Guy dizendo que Family Guy é feito por peixes-boi. Isso é pra despistar South Park, que é feito por mulas.
  • Se você é fã da série, com certeza vai afirmar com o peito que não, mas o episódio em que os mendigos invadem a terra (não, eu não sei o nome, tô cagando e andando pro nome), é na verdade uma ofensa contra sem-tetos e mostra o nazismo por parte dos criadores.
  • Os criadores da série se inspiraram em si mesmos para criarem o Sr. Garisson.
  • Como visto em algum episódio idiota, Nova Jersey não presta, o que significa que os criadores odeiam Jersey. O motivo é lá haver muitas mulheres que tentaram transformá-los em machos.
  • Na série, pode claramente ser visto que os personagens acham que os pintos não devem ser danificados. Em uma série crítica (é assim que ela se define), os criadores e roteiristas dão sua opnião através dos personagens: por que será? que eles acham que os pintos não devam ser danificados???
  • Segundo a própria série, o motivo de Kenny McCormick sempre morrer na série é o seu casaco laranja, o que significa que eles acham que um casado laranja atraia a morte, e por ser o uniforme dos prisioneiros nos EUA. Por acaso alguém sabe quem usa casacos laranjas??? Sim, é mais um preconceito por parte dos criadores.
  • Assim como a série que eles tentam copiar, eles satirizam artistas. Os criadores parecem odiar todo e qualquer artista, já que, segundo eles, Mel Gibson é um louco masoquista, Michael Jackson é uma aberração, Indiana Jones é viado e Britney Spears é suicida.
Kyle na LSD.
Stan Marsh prestes a cortar fora o saco de Cartman.
  • Segundo a série, os aleijados vão para o inferno. Das duas, uma: ou nem os aleijados se salvam do preconceito de Trey Parker e Matt Stone, ou todos os fãs e produtores da série são aleijados.
  • Segundo South Park, os Hippies devem ser exterminados, o que significa que os criadores da série odeiam os hippies. Foi comprovado que isso é inveja, pois os hippies andam descalços, não precisam de grana. Usam colar e suas roupas são estranhas. Eles não vão trabalhar, eles não vão trabalhar. Eles são hippies e não vão trabalhar!!!
  • Segundo eles, a internet é um grande roteador que fica embaixo da terra. Sim, os criadores da série não foram à distribuição de cérebros.
  • Segundo South Park, um homem que matou vários bebês pode alegar legítima defesa, tal qual assassinos brasileiros que assistem South Park. Resultado: milhares de bebês foram assassinados e ninguém foi punido.
  • Segundo South Park, criaturinhas de natal são assassinas sanguinárias e fazem pacto com o demônio. Parece que os criadores da série adoram o demônio, sabem tudo de demônio, chupam piru de demônio.
  • Deus finalmente resolveu tomar uma atitude: em 2016 essa porra vai sair do ar.
  • Homer Simpson só assiste a série porque o Flanders idiota disse que não assiste.
  • Se você acompanha essa série vá procurar um psquiatra, sabe muito bem que a polícia prende negros ricos sem eles terem cometido crimes; isso seria uma forma de racismo. Daí você, seu fã retardado, vem e fala "ah...mas eles soh prendi negrus ricus...nunca prendi negrus pobres...entaum naum eh racismu". Como eu disse anteriormente, Parker e Stone não são tão Quicos quanto parecem: eles sabem que se mostrarem racismo, eles vão se foder legal, por isso decidiram disfarçar a piada, para que não pareça racismo, use o cérebro esqueci, você não tem.
  • No episódio "Inferno na Terra", aparece um Zé chamado Steve Irwin com uma arraia presa em seu peito. O episódio passou semanas depois do Zé morrer pela arraia de estimação de Jason Voorhees, vários usuários da conservapedia e até os fãs da série (sim, foi a única ocasião em que os próprios fãs se voltaram contra a série) ridicularam a cena, a chamando de "grosseiramente insensível".
  • Trey Parker ficou com medinho que a MTV transformasse South Park em um programa infantil. O idiota sabe muito bem que existe um South Park brasileiro, e sabe qual a produtora do desenho??? Sim, a MTV. Será que Trey Parker não é uma identidade secreta do pai do Quico?[3]
  • O pai do Kyle é na verdade cego como você acha que ele teve coragem de comer a baranga da mãe do Kyle?.

O gosto musical dos personagens[editar]

Nota: Essa seção só existe para encher linguiça e... os fãs retardados vão gostar.

A aparência dos personagens mostra de cara os seus gostos musicais.

Futuro dos personagens[editar]

Personagem
Atualmente
O que será no futuro
Stan Marsh Secundário
Usa uma touca feita pela vovó
Em um rolo (quase boiola) com Wendy Testaburger
Das duas, uma: ou irá virar protagonista ou vai ser rebaixado a figurante
Fará toucas para os netinhos
Casado com o Kyle
Kyle Broflovski Judeu cosplay do Chaves
Vagabundo Estudante
Encalhado
Judeu cosplay do Seu Madruga
Rabino
Casado com o Stan e com o Kenny ao mesmo tempo (mas os dois não sabem)
Eric Cartman Baleia nazista e antissemita
Bola do Quico
Idolatrado pelos fãs retardados
Continua uma baleia nazista e antissemita, e agora mendigo, já que, com a morte da mãe, perdeu seus mimos
Barril do Chaves
Esquecido na Sarjeta
Kenny McCormick Pobre
Saco de pancadas
Mudo
Milionário, mas esconde sua fortuna do Kyle
Arrebenta todo mundo
Mudo, surdo e cego
Butters Stotch Loiro
Burro
Virgem
Careca
Mais Burro ainda
Virgem hoje, virgem amanhã, virgem pra sempre
Tweek Tweak Um nada
Cosplay do Vegeta
Não consegue abotoar a camisa direito
Um porra nenhuma
Cosplay da Veia Retardada do Naruto
Queimou todas as camisas pra não sentir frio
Wendy Testaburger Gostosinha
Nerd
Moreninha de boina rosa.
Puta de luxo
Burra
Loiraça
Token Black Negro Rico Negro Pobre
Towelie Toalha
Drogada
Sem graça nível Zorra Total
Papel higênico usado
Morta[4]
Sem graça nível Dani Calabresa
Mr. Hankey Merda falante Uma merda qualquer
Sr. Garrison Boiola
Excêntrico
Velho
A mesma coisa duplicada quintuplicada

A verdade sobre South Park[editar]


A gente fala merda mas comprova o que fala!

  1. A MTV nunca exibiria um programa infantil, a menos que seja emo
  2. Cartman falou uns duzentos palavrões um atrás do outro até que alguém morra queimado
  3. Por causa da burrice, Idiota!
  4. Tinha acabado todo o papel higiênico, então Cartman a usou pra limpar sua bunda

Ver também[editar]

Circle-contradict.png Este artigo parece contradizer um outro artigo: North Park. Não pense sequer em corrigir isto