☭ União das Repúblicas Onanistas Soviéticas ☭

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa
☭ Soviet Onion ☭
União das Ditaduras Nacional-Socialistas Soviéticas
União das Monarquias Socialistas Soviéticas
Bandeira Brasão de Armas
Bandeira Brasão
Lema: Na União Soviética, o lema fala VOCÊ
Gentílico: Soviético
Hino:
"Na União Soviética, o hino toca VOCÊ'''"
Capital GULAG
Idiomas Reversal Russa
Governo Ditadura Comunista Comedora de Criancinhas
Ditador Vladimir Putin Lênin (1922 - 1924)
Super Mario Josef Stalin (1922 - 1953)
Sukita Nikita Khrushchov (1953 - 1964)
Leonid Brejnev (1964 - 1982)
Zagallo Yuri Andropov (1982 - 1984)
Cid Moreira Konstantin Chernenko (1984-1985)
Mikhail Gorbachev (1985 - 1991)
Vice-Ditador Hugo Chávez (1922-1956)
Che Guevara (1956-1964)
Kim Jong-il (1965-1982)
Evo Morales (1983-1985)
Luiz Inácio Lula da Silva (1985-atualmente1992)
Ministro Astros do Rock anarquistas
Gerentes Trotsky
Heróis Nacionais Lenin, Stalin, Adolf Hitler
Independência não existe
Moeda ☭ublo
Religião Marxismo, Ateísmo
População Bêbada; 175.658.297 de habitantes
IDH 0
TLD .cu
Código telefônico A única ligação foi um trotsky que Kalinin resolveu dar para Stalin porque tava barato pra caramba
Site do governo http://www.vermelho.org.br/‎
Nota: o trecho seguinte está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.


331px-Longcat.jpg Prepare-se para ler:
Esse artigo é maior que o seu cu e pode causar cegueira.
Pense duas vezes e não seja tão idiota antes de ler algo assim
Wikisplode.gif
Para os idiotas entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: União Soviética.

Cquote1.pngVocê quis dizer: União das Repúblicas Onanistas SoviéticasCquote2.png
Google sobre União Soviética
Cquote1.pngVocê quis dizer: União das Repúblicas Comunistas SoviéticasCquote2.png
Google sobre União Soviética
Cquote1.pngVocê quis dizer: RússiaCquote2.png
Google sobre União Soviética
Cquote1.pngVocê quis dizer: União das Ditaduras Nacional-Socialistas SoviéticasCquote2.png
Google sobre União Soviética
Cquote1.pngVocê quis dizer: União SovinéticaCquote2.png
Google sobre União Soviética
Cquote1.png Eu me cagarra de medo! Cquote2.png
Hitler sobre União Soviética
Cquote1.png Nossa inspiração Cquote2.png
PT sobre União Soviética
Cquote1.png IU-ÉS-ÉS-ARR!!! Cquote2.png
Narrador do Street Fighter sobre União Soviética
Cquote1.png Na União Soviética, quem não existe mais é VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre União Soviética
Cquote1.png Quanto saiu o jogo da União Soviética contra a Tchecoslováquia? Cquote2.png
Velha desinformada sobre Geopolítica atual
Cquote1.png E quanto saiu o jogo da União Soviética contra a Iugoslávia? Cquote2.png
Velho desinformado sobre Geopolítica atual
Cquote1.png Meus queridos servos camaradas sovietes Cquote2.png
Stalin sobre Proletariado socialista
Cquote1.png Kerrídhush kamarradash, izhturr nyet utôpiya, izhturr shtatum suviétko! Cquote2.png
Brejnev sobre União Soviética
Cquote1.png Back in U.S.S.R Cquote2.png
Beatles sobre União Soviética
Cquote1.png Isto non ecziste más! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre União Soviética
Cquote1.png Maldita Vodka! Cquote2.png
Adolf Hitler sobre União Soviética
Cquote1.png Só mudei de nome! Cquote2.png
Rússia sobre União Soviética
Cquote1.png No Imperivm Nazistvm, Hitler invade a União Soviética e extermina VOCÊ! Cquote2.png
Extermínio nazista sobre União Soviética
Cquote1.png Те ублюдки будут платить нам! Они считают, что Мать-Земля не будет восстания еще раз? Cquote2.png
Mulher gostosa russa soviética da foto revoltada sobre a queda soviética
Cquote1.png Fui eu que fiz! Cquote2.png
Paulo Maluf Lenin sobre União Soviética
Cquote1.png Você traiu o movimento capitalista, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre União Soviética
Cquote1.png Eu sou a única esquerda que presta. Aquele que crê em mim viverá. Cquote2.png
Stalin sobre União Soviética
Cquote1.png Admito que vivia embaixo do nariz dele, mas só pra não ser mandado para a GULAG, que é pior que uma ratoeira Cquote2.png
Rato sobre Stalin
Cquote1.png O Melhor dos beatles! Cquote2.png
Carla Perez sobre Lênin
Cquote1.png Porque o Lênin nunca atende o telefone? Cquote2.png
Trotsky sobre Ligação para Lênin
Cquote1.png Lá tem pão? Cquote2.png
Renato Aragão sobre URSS
Cquote1.png Tá desempregado? Tenho um trampo bem legal pra você, ali na Sibéria. Cquote2.png
Stalin sobre União Soviética
Cquote1.png Tiamu s2 Cquote2.png
Vladimir Putin sobre URSS
Cquote1.png UR$$ Cquote2.png
Capitalista sobre URSS
Cquote1.png Ultrajante Relapsa Satanista Sádica Cquote2.png
EUA sobre União Soviética
Cquote1.png Amiiiiga Cquote2.png
Cuba sobre União Soviética
Cquote1.png Não vo te dá pastel de flango Cquote2.png
Mao Tse-Tung sobre Stalin
Cquote1.png Nós temos armas nucleares Cquote2.png
União Soviética sobre Alemanha
Cquote1.png E nós temos comida... Cquote2.png
Alemanha sobre União Soviética
Cquote1.png Que dó, que dó Cquote2.png
Cuba, China, Coreia do Norte e Brasil sobre fim da União Soviética
Cquote1.png Acham que ela acabou? Sabem de nada, inocentes Cquote2.png
Rússia sobre União Soviética
Cquote1.png Lá tem McDonald's? Cquote2.png
Gordo sobre União Soviética
Cquote1.png Eu sou sua mãe! Cquote2.png
União Soviética sobre Rússia
Cquote1.png Na União Soviética, a históriaVOCÊ!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre União Soviética
Cquote1.png Eu iria pra lá, mas lá não tem Bolsa Família Cquote2.png
Dilma Rousseff sobre União Soviética
Cquote1.png Porra na União Soviética Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre União Soviética
Cquote1.png Estou vendo o futuro em sua mente Cquote2.png
Rasputin sobre a careca de Lenin
Cquote1.png Um dia o comissário da URSS tava dando uma volta e chegou numa das fazendas coletivas e agarrou o primeiro trabalhador que viu pela frente perguntou:
"Hey! como estão as colheitas?"
E o trabalhador respondeu:
"Ah! As colheitas nunca tiveram melhores, estão maravilhosas"
E o comissário perguntou:
"E as batatas?
O agricultor respondeu:
"Ah! Camarada comissário, se nós pegarmos todas as batatas e colocarmos numa pilha elas vão alcançar os pés de deus"
E o comissário respondeu:
"Camarada agricultor, ESSA É A UNIÃO SOVIÉTICA, NÃO HÁ NENHUM DEUS"
E o agricultor respondeu:
"Ah, tudo bem, também não tem nenhuma batata!"
Cquote2.png
Ronald Reagan sobre União Soviética
Cquote1.png MANDE-OS IMEDIATAMENTE PARA O GULAG Cquote2.png
Stalin sobre os autores desse artigo
Cquote1.png MWHAHAHAHAHAHAHA! EU VOLTAREI!! Cquote2.png
União Soviética sobre citações acima

A União das Repúblicas Nacional-Socialistas Soviéticas (URSS) (em russo: Союз Советских Социалистических Республик, Ce Ce Ce Pe para os camaradas) foi um império do mal socialista que existiu durante uns anos. A Rússia URSS consolidou-se como estado no final do século XVI, com o czar Ivan, o Terrível. Para aqueles que não sabem, czarismo foi uma monarquia absoluta, mais ou menos o que a Rede Globo, o Partido dos Trabalhadores e o Foro de São Paulo fazem com o Brasil.

Como na URSS, a guerra vence VOCÊ!!! a batalha foi mais sangrenta pois pra vencer a guerra eles teriam que, na verdade, perder a guerra, pois se você perde, a guerra é que perde você. Segundo os franceses, a União Soviética foi a terra promíscua do cocô, que como tal, se bagunça todo na privada e fica parecendo o Programa do Ratinho. Houve revolução contra revolução, disputas de herança, totalitarismo, expurgos, GULAGs, três guerras mundiais e uma relação de Tapas e Beijos com a Alemanha Nazista.

Mas continuando, durante a opressão o governo do Ivanzinho, a Rússia viveu um momento parecido com o do Brasil: a população pobre tendo filhos e filhos como se não soubessem que dão camisinha de graça no hospital postinho. Com isso, a pobraiada russa chegou a 171 174 milhões de bebês cabeçudos passando frio e morando numa área de 22 milhões de m² em 1914. Para você, amado vagabundo leitor, como acabaria essa história??? Como a Rússia URSS se livraria dessa merda de situação???

Etimologia[editar]

Cquote1.png Não vou falar com Bandeirantes! Cquote2.png
Cquote1.png Vão se foderem! Cquote2.png

Supôe-se que você já saiba o significado das palavras "União", "República" e "Socialista", mas caso você ainda não saiba, você só pode ser marxista e ter aprendido a ser marxista em alguma universidade pública, pois, segundo eles, "União" significa "Todos contra o Capitalismo", "República" significa reverenciamento ao líder supremo e "socialista" significa "maravilhoso".
Mas então o que significa soviético??
Soviético não é nada mais nada menos que o gentílico de sovietia, ideologia atéia e genocida que matou vários padres através do anarquismo na Santa Inquisição, os soviéticos seriam os seguidores dessa ideologia. O nome dos seguidores não é "sovietista" porque eles quiseram juntar o gentílico real (sovietista) com o que eles são (e acusavam os capitalistas de ser): patéticos. Sovietista + Patético = Soviético.
Mas como, ao contrário dos esquerdistas civis, os líderes de esquerda são inteligentes (ou não, Lula e Chávez tão aí[1][2] pra provar que um líder de esquerda pode ser tão burro quanto os que votam nele[3]), eles decidiram esconder uma mensagem dentro da palavra, pois comunista adora ferir os outros de todas as formas, inclusive sentimentalmente, então difamaram o povo soviético com uma mensagem subliminar, transformando a palavra em uma sigla: Sacripantas Otários Viados Imcompetentes Estúpidos Tapados Idiotas Cagão[4] Odioso. Eles achavam que todas as repúblicas e seus povos se encaixavam nessas características, por isso colocaram a palavra no nome do país.
Cquote1.png Interessante! Cquote2.png
Você sobre texto acima

História[editar]

Pesquisa.pngVer artigo principal: História da União Soviética

Geografia[editar]

As repúblicas[editar]

Europa Oriental[editar]

Imagem de satélite da URSS, cortesia da Grow NASA, onde observamos as grandes divisões administrativas da União Soviética.
Os ataques de 11 de setembro de 1991, em Leningrado.
A sede do governo comunista soviético, a torre dourada do topo, era o gabinete de tortura de Stalin, a azul e branca, mais pra baixo, era a torre onde Kruchov fazia as suas festas, do lado esquerdo, a verde-amarela é a torre onde Brejnev foi morto, a verde-amarela do lado direito é onde Chernenko assinava os papéis do presidente, a verde-vermelha na direita, é onde Andropov interrogava os que falavam mal do seu governo, a verde-amarela bem pequena, a última da esquerda, é o quarto de empregada onde Lenin dormia, e a torre logo acima dessa, bem escura, foi onde Gorbachev planejou derrubar o império dos comunas.
A União Soviética mostrando a bandeira do Ubuntu na tentativa do Linux dominar o Windows dos Imperialistas Norte-Americanos
Uma das técnicas de lavagem cerebral soviética.
  • RSS da Bielorrússia - Foi uma fazenda fria e distante que Tio Stalin conquistou enquanto lutava contra o miguxinho de Berlim, Adolf "Happy" Hitler. A economia da Bielorrússia era totalmente baseada na agricultura de beterraba e na produção de tratores desfuncionais. O que mudou na economia depois da independência é que a Rússia atualmente leva a cabo um plano de unificar as moedas russa e bielorrussa, numa tentativa de relembrar os bons e velhos tempos de ditadura soviéticos. A Bielorrússia era um completo limbo que tinha 11 mil lagos, na qual dava para gelar uma Coca-Cola de vez em quando. Tirando isso, o resto era mato, mato e mais mato.

Cquote1.png Eu mato Cquote2.png
Stalin sobre Mato

Ásia Central[editar]

  • RSS Cazaque - Foi uma grande planície que acabou se tornando uma das repúblicas o segundo maior quintal da União Soviética. Sendo usada como terreno de testes atômicos, essa república ficou completamente ferrada e empobrecida, até ser conquistada por Nursultan Sagdiyev IV em 2006. A economia da República Socialista Soviética Cazaque se baseava no comércio da piscina Tinshein, de caramelo e cinto para calças, conforme explicitado no hino do país atual, O Kazakhstan. Era muito usado também o urso para fins de vigilância, que deu lugar ao tanque de guerra soviético. Governada por Borat Sagdyiev com mãos de ferro, a República Socialista Soviética Cazaque ficava situada no meio da estepe, o que garantia muitas visitas... de mochileiros e suicidas apenas. Devido ao uso de tecnologia nuclear no solo, a agricultura foi suspensa, mas o governo garante que a situação vai se normalizar em pouco tempo, daqui a uns 666 600 anos.
  • RSS Quirguiz - Antigo curral chinês que teve o azar de cair sob o domínio do Exército Vermelho e se tornar uma república da União Soviética naquele tempo em que a sua mãe era virgem. A República Socialista Soviética Quirguiz tinha uma economia baseada no cultivo de algodão, a planta nacional. Havia também a produção ovina e equina, mas isso garantia apenas o dinheiro mensal dos impostos na carteira de couro cravejada de diamantes do Leonid Brejnev.
  • RSS Tadjique - Foi um pedaço de areia pequeno e sem utilidade alguma que era usado como depósito de armas da União Soviética até 1991, quando o pobre estado foi chutado da nação para fins de economia de dinheiro. Com uma economia completamente falida, a República Socialista Soviética do Tadjiquistão era uma das mais pobres da União Soviética e não teve outra opção a não ser cultivar algodão. O resultado você já conhece. Com 90% do território constituído por montanhas, a República Socialista Soviética do Tadjiquistão se situava no meio do deserto, fazendo com que até a água potável precisasse ser comprada do governo. A sua vizinhança com o Afeganistão transformou a república em um lar de islâmicos, que de 1992 a 1997 lutaram com os russos visando 2 cartões telefônicos e um pacote de Bala Soft.
  • RSS Turcomena - Foi um pequeno curral de turcomenos durante a existência da União Soviética que acabou virando Turcomenistão. Com uma economia completamente falida baseada apenas na atividade de pastores de cabras velhas nômades, os poucos centavos que a população ganhava acabava indo parar nos cofres de moscou em formas de impostos da Perestroika. A história do país nunca passou de relação com coisas como Exército Vermelho invade a região, Exército Vermelho sai da região, bolcheviques invadem a região, bolcheviques saem da região, União Soviética invade a região, União Soviética sai da região... Nessa entra e sai o Turcomenistão foi fodido pelos soviéticos.
  • RSS Uzbeque - Foi uma fazenda mongol que acabou se tornando um domínio da União Soviética, liderando a produção nacional de areia, o que tornou o país o maior exportador mundial desse material. Mesmo com tanta povoação, a República Socialista Soviética do Uzbequistão foi uma das zonas pobres da URSS, onde 60% da população vivia da criação do mé. Atualmente o Uzbequistão vive do cultivo do algodão. Mas como se planta algodão no meio do deserto? Antes havia o Mar de Aral, mas ele foi secado pela burocracia subversiva da URSS, que estava dando um jeito de desviar o mar para que os membros da alta corte do Partido Comunista pudessem beber suco Tang fresquinho. O relevo da República Socialista Soviética Uzbeque era formado por muitas planícies, o que dificultava bastante a prática do rally. Mas dizem que lá existem umas montanhas onde dá para subir e não descer mais.

Cáucaso[editar]

  • RSS da Armênia - Foi um minúsculo (minúsculo mesmo) curral de israelitas dirigidos por Moisés, dentro da União Soviética, que acabou se tornando Armênia. A economia da RSS Armênia era baseada no comércio de LPs do System of a Down, e quaisquer outras coisas que lutassem pelo reconhecimento do genocídio armênio, além de edições da Bíblia. A Armênia passa a ser um território do Grande Irmão durante a metade final do século XX, período este que entra em profundo esquecimento, tanto que não aconteceu porra nenhuma por lá nessa época. Hoje, uma ilhota foi descoberta perto da Armênia. Este e seus vizinhos lutam para conquistá-la dos turcos, mas o Azerbaijão, com o apoio do Irã, pegaram o petróleo da ilha. Sendo assim, a ilhota não passa de um tufo de areia hoje.
  • RSS do Azerbaijão - Foi um relativamente grande deserto iraniano que passou ao domínio da União Soviética e acabou virando Califado dos Azeris. Encravado no mais absoluto nada, a República Socialista Soviética do Azerbaijão apresentava uma população de 7 milhões de pessoas, das quais 70% eram árabes comunistas que usavam petróleo até para passar no cabelo. Como se sabe, desde sempre o Azerbaijão briga para ter um lugar no mundialmente famoso mundo jogo de War. A ONU nunca autorizou a entrada do Azerbaijão no War por motivos até hoje desconhecidos. Segundo Karl Marx a culpa é dos EUA, mas daí a veracidade das palavras do defunto são contestáveis.
  • RSS da Geórgia - Foi uma terra de ninguém com nome indecifrável que durante 70 anos foi um domínio da União Soviética, até se tornar Abecásia Geórgia. A RSS Georgiana fazia fronteira com o Mar Negão e a Rússia. Em virtude disso, por causa de uns territórios minúsculos, esse dois países trocam gentilezas até hoje, como tanques, tiros e mortes, coisa que deixa a Comunidade dos Estados Independentes muito feliz. A economia da RSS da Geórgia era uma das mais desenvolvidas da URSS, porque o Tio Stalin queria. Era chamada de Suíça do Cáucaso por ter sido sede de bancos inescrupulosos e paraísos fiscais mirabolantes. Só não tinha a mesma neutralidade dos suíços, característica que pretende adotar em 2040.

Estados Bálticos[editar]

A área: Todo o norte da Ásia e o leste da Europa (100% vodka, 97% neve, 2% urânio enriquecido, 1% de AK's); 0% de água (suplantada pela vodka)
O amor de Hitler e Stalin era profundo, muito profundo
  • RSS da Estônia - Foi um pedacinho de nada da União Soviética que acabou virando Estônia. O domínio soviético diminuiu significantemente o crescimento econômico da Estônia (leia-se: carga tributária fuderosa que era usada para construir bombas atômicas, além do fator comunismo onde todo seu dinheiro ia pro governo para ele te agradecer com um estoque diário de feijão enlatado). Porém em comparação com outras partes da URSS sua economia era melhor (porque prostituição é lucrativo até no comunismo) e hoje a Estônia continua como o mais rico dos estados ex-soviéticos. Estados Unidos, Reino Unido e outros X9 (como eram conhecidos pelos soviéticos os noves países mais fdp do mundo) nunca reconheceram a República Socialista Soviética da Estônia considerando sua existência ilegal, e sempre estabeleceram relações diplomáticas com o que chamavam apenas de "Estônia", essencial para manter o estoque de cadarços estonianos muito importantes na Alemanha Ocidental. A KGB sempre caçou os vendedores clandestinos de cadarços para países capitalistas deportando-os para o Uzbequistão. Em meio a essa crise que surgiu a profissão de colocador de plástico em cadarços em protesto contra o governo soviético ter fechado 2 mil fábricas de cadarços estonianos em 1960.
  • RSS da Letônia - Foi como era reconhecida a Letônia do Lado Vermelho da Força entre 1940 e 1991. A RSS da Letônia era liderada por um governo-fantoche de uns presidentes tão relevantes que hoje em dia ninguém mais lembra o nome deles (se nem dos presidentes letões pós-república soviética alguém conhece direito...). Foi a partir de 1980 que a Letônia conquistou maior autonomia política, o que não quis dizer muito pois, onde fica a Letônia para alguém querer estabelecer relações diplomáticas? Em 1918 a Letônia até esboçou declarar sua independência se aproveitando da destruição que tinha assolado a Rússia após a Primeira Guerra Mundial, mas em 1940 a União Soviética decidida a conquistar Berlim saqueou tudo o que havia no caminho entre Moscou-Berlim, o que incluiu nacionalizar todas loiras letãs como soviéticas.
  • RSS da Lituânia - Foi a república que reivindica ter sido o primeiro a ter se juntado à União Soviética, e por isso nunca ganhou o Eurovision entre os países bálticos. Atualmente a Lituânia é odiada no Leste Europeu porque foi por culpa da RSS Lituana que o mundo inteiro até hoje pensa que depois da Polônia é tudo Rússia (Estados Bálticos, Bielorrússia, Ucrânia, Moldávia, todos esses). A RSS da Lituânia foi mais um buraco explorado pela União Soviética, é onde foram instaladas as indústrias de Guaraná Dolly soviéticas.

Repúblicas de Curta Existência[editar]

  • RSS da Abecásia - A Abecásia está localizada no limbo, porque não é nem Europa, nem Ásia, nem Rússia, nem Geórgia. Tal qual o País das Maravilhas, a Abecásia está numa dimensão paralela da imaginação. O seu relevo são praticamente montanhas que espremem contra o Mar do Negão todas as cidades deste pseudo-país. A Abecásia era reconhecida como nação apenas pela URSS, país do qual há cheiramento de gatinhos suficiente para os políticos concordarem com algo dessa natureza. Com uma população de número desconhecido, sabe segundo último senso (ou censo? ou çenço?) de 1991 que a Abecásia é formada por 70% de soldados russos, 20% de prostitutas georgianas, e o restante 10% são os bebês concebidos pela união das duas etnias dominantes já citadas.
  • RSFS Transcaucasiana - Com o surgimento da União Soviética, aqueles carecas lá de Moscou decidiram colocar armênios, geórgios e azeris tudo num mesmo saco pois considerava todos eles a mesma coisa (escória). Os soviéticos levaram as tecnologias do papel higiênico e do desodorante para aquela nação, e passaram quase um século inteiro explorando ali. Foi uma tentativa frustrada de transformar todo o Cáucaso em farinha do mesmo saco. Considerados o umbigo do mundo (pra não dizer outra coisa), ainda fazia fronteira com Turquia, Irã e Curdistão ao mesmo tempo, ou seja, uma confusão total, de deixar o Narrador da Sessão da Tarde ficar fazendo vinhetas até amanhã sobre os mais de 8000 conflitos do Cáucaso.
  • RSS Carelo-Finlandesa - Tentando imitar a Alemanha Oriental, que durou apenas vinte anos pois englobava o território da Finlândia, que como tinha seu exército de metaleiros tr00s a União Soviética não foi páreo para eles. Também conhecida como testículo do mundo, a RSS Carelo-Finlandesa fazia fronteira com a Finlândia e mais ninguém, o que para os soviéticos representa o milagroso caminho para a Alemanha, que se mostrou um grande fail. A República Socialista Soviética Carelo-Finlandesa tinha sua economia baseada na exportação de bolas de neve e cachecóis, que após a independência foi substituída pelo mercado da Fórmula 1.

As GULAGS[editar]

Pesquisa.pngVer artigo principal: GULAG

60px-Uiquiilogo botante.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Gulag.

Cquote1.png O glorioso Resort Club Campo de Trabalho Forçado Gulag oferece uma estadia muito confortável, além de uma vista panorâmica para o completo nada. E poderá ser seu por 24 parcelas de R$ 3,95. Isso mesmo! Além disso há ampla diversão para você e sua família em atividades voltadas a pura diversão. Tudo isso ainda poderá se pago se você falar mal do camarada Stálin. Cquote2.png
Juarez da Tekpix sobre Gulag
Cquote1.png Chupa! Chupa! Nazistinha de merda! Eu venci! Eu venci! Cquote2.png
Stalin comemorando o prêmio que ganhou por ter feito sucesso com os gulags

Um típico morador do Gulag divertindo-se com um pouco de Forró Russo.

O super Resort Club Campo de Trabalhos Forçados Gulag (sigla para Gays Unidos Lambendo A Giromba) foi um grande SPA cuja autoria é do titio Stálin, no ramo hoteleiro da URSS, para o descanso de sua querida população. O Gulag ainda possuía algumas atividades de lazer bastante desenvolvidas para os turistas que passavam suas férias ali. Entre as inúmeras atividades nos luxuosos campos de trabalhos forçados, em ordem, estavam:

Acordar às duas da manhã, cantar o Hino da União Soviética, quebrar pedra na mina, quebrar mais pedra na mina, jurar ao busto de Stálin, ficar com fome, quebrar pedra de novo, trabalhar na siderurgia, trabalhar, trabalhar, trabalhar de novo, trabalhar mais, trabalhar mais ainda, chicoteado, trabalhar novamente, ficar com mais fome enquanto jura ao busto de Stálin e é chicoteado de novo, perder o braço enquanto trabalha, trabalhar sem um braço como se estivesse trabalhando com quatro e ir dormir as 1:50 da manhã, com o buraco do braço ainda sangrando 2 litros a cada 10 min.

Depois disso você tinha que sonhar que está trabalhando, sonhar que sua fome está passando, sonhar que a Carla Perez é esperta (???), sonhar que está trabalhando mais, continuar sonhando que está trabalhando, não parar de sonhar que está trabalhando, pois tem um guarda apontando uma pistola na sua cabeça caso você acordar cedo (não queria dormir?), acordar ás 2:01,ser chicoteado porque acordou tarde, cantar o hino da união soviética, voltar ao trabalho, carregar urânio com a mão sem qualquer tipo de proteção e voltar a trabalhar. Além disso os meios de transporte disponibilizados para a locomoção dos contentes visitantes são de ultima geração.

Hino Nacionalista[editar]

Nativos ouvindo respeitosamente o hino nacional.
Típico prato de comida soviético
Típico militar soviético

Pesquisa.pngVer artigo principal: Hino da União Soviética
Cquote1.png Na União Sovietica, o hino canta VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Hino da União Soviética.
Este é o hino nacional da União Soviética. Foi escrito por Kalashnikhov, e traduzido por Stalin para todos os idiomas do mundo, inclusive os extintos (e os que ele inventou). Como ele é muito sacana ocupado, decidiu nos liberar alguns trechos em língua inglesa, espanhol, ucraniano, e uzbeque/russo/bielorrusso.

Hino Nacional da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas

União de cristal das repúblicas dominadas,
A Mãe Rússia se uniu para nos oprimir!
Surgida do sangue, e da vontade do Diabo,
Desunida, fraca, fudida, União Soviética!
Cantai à pátria! Povo oprimido!
Base fraca do povo fudido
Partido de Lênin – fraqueza do povo,
Que nos guia a derrota comunista!
Nas tormentas nos brilha o sol da opressão
Caminho que o grande(....) Lênin traçou!
A sangue frio matou os Romanov, Licanos, Miguxos, Demônios, Viados (precisam morrer mais desses), Cornos (coitados) e Otakus.
Com mortes e sangue nos inspirou (Porra...)
Cantai à pátria! Povo oprimido!
Base fraca do povo fudido
Partido de Lênin – fraqueza do povo,
Que nos guia a derrota comunista!
Na derrota imoral do ideal comunista,
Não veremos o futuro de nosso país!
E ao tremular da bandeira escarlate de sangue (BUAHAHAHAHA),
Que nosso povo seja, para sempre infeliz!
Cantai à pátria! Povo oprimido!
Base fraca do povo fudido
Partido de Lênin – fraqueza do povo,
Que nos guia a derrota comunista!

Infraestrutura[editar]

Ciência[editar]

Na União Soviética, o carro dirige VOCÊ!!!

A União Soviética enviou seu primeiro objeto no espaço durante a Era Stalin, o objeto em questão não foi ninguém menos do que Adolf Hitler, que foi atingido por um satélite americano, no acidente, seu cérebro caiu no território da Faculdade de Ciências Alemã, onde é mantido vivo dentro de um recipiente usado em exames de urina e fezes. Depois disso, eles mandaram um macaco, que cagou no espaço, a merda caiu em diferentes lugares da terra, uma parte caiu na China, na cabeça de um jovem e porco garoto chamado Mao Tsé-Tung, outra parte caiu em Cuba, na cabeça de dois jovens: Fidel Castro e Che Guevara. Em seguida, a URSS envia uma cidade ao espaço: Sukhumi, que volta á Abecásia alguns anos depois após ter entrado em choque com uma cidade do Texas, que também voltou aos EUA. Eles também foram os primeiros a ter energia nuclear, gerada quando Leonid Brejnev soltou o gás após comer uma feijoada. Com o fim dos Gulags, Brejnev decidiu usar infame bufa para criar um novo sistema de tortura na URSS, que já estava sem um sistema de tortura há 5 anos. Foi a versão "Brejnevista" da câmara de gás, sendo uma mistura desta com as antigas Gulags.

O rappel é um esporte bastante praticado entre os moradores do gulag.

Inspirados na Coreia do Norte, Andropov e Chernenko decidiram concentrar o sistema científico soviético em urânio e plutônio. Chernenko revelou que a medida tomada era uma reção á um plano infame de porcos capitalistas que usavam plutônio para viajar de volta no tempo, matar Lênin e impedir que a URSS seja formada!

Quote1.png Se alguém por acaso vir alguém com plutônio[5], entre em contato direto com a Comunidade Operária do Partido Comunista da União Soviética através da sede afiliada mais próxima para que os operários peçam educadamente que a pessoa entregue o plutônio Cquoteclear2.png
Konstantin Chernenko, 31 de outubro de 1984 durante o discurso mensal do secretário-geral do Partido

Após isso, cientistas da URSS conseguiram uma reação de fusão nuclear graças a destroços de radioatividade que ali restaram após a bomba jogada pelos alemães. A fusão nuclear mal-sucedida marcou um grande evento anticomunista que demonstrou o baixo desenvolvimento da ciência de ponta e tecnologia da URSS. O mal-sucedimento da fusão (que tinha tudo pra dar certo) se deve á cagada de um estagiário comunista, que não sabia mexer no negócio, típica inteligência comunista. O sistema científico soviético é marcado por grandes realizações pioneiras nunca superadas por nenhuma outra nação no universo, com destaque para:

  • Primeiro objeto no espaço[6]
  • Primeiro homem no espaço[7]
  • Primeiro animal no espaço[8]
  • O primeiro satélite no espaço[9]
  • Primeira mesa feita de todos os elementos[10]
  • Muita Física[11]
Mas onde estará Stalin???

Cientistas não-comunistas da URSS trabalham duro (como escravos, é claro para desenvolver a tecnologia de fusão nuclear à sua maneira, deu razoavelmente certo graças á mentalidade capitalista, porém deu ruim em diversos pontos devido a falta de recursos e racionamento. Diversos problemas científicos e tecnológicos foram resolvidos e entregues aos líderes do partido, que resolveram agradecer de uma forma bem diferente e peculiar, e como comunistas tem alma de BR (por isso fazem tanta merda e são tão odiados), eles resolveram sacanear, usando a própria tecnologia criada pelos cientistas contra os mesmos. Nesta inocente brincadeira, a tecnologia foi toda gasta e os cientistas foram todos mortos. Assim não tinha mais tecnologia, que foi toda gasta, e nem cientistas para recriá-las, já que estavam todos mortos. A URSS então, resolve recrutar cientistas japoneses e repetir o processo.

Essa brincadeira teve seu fim no início da Era Gorbatchev, onde a grana começou a cair cada vez mais, já que, devido a tal brincadeira, os cientistas, os únicos que trabalhavam, fizeram greve. E a URSS entrou em estado de calamidade devido ao fim das vodkas. Quando a URSS acabou a única solução era dividir todo o sistema científico soviético entre as repúblicas soviéticas, mas como isso ainda era comunismo, eles decidiram começar a migrar cientistas dos países capitalistas para as repúblicas. Tinha tudo pra dar certo, até que Vladimir Putin resolveu migrar cientistas cubanos, o que começou a re-foder o sistema científico russo, mas que tá conseguindo segurar as pontas porque cientistas chineses e norte-coreanos migraram junto[12].

Educação[editar]

Pesquisa.pngVer artigo principal: Doutrinação marxista

Cquote1.png Alô, por favor uma pizza de pepperoni e três garrafas de vodka... É para entregar sim, na sede do PCUS... Pagamento? Bota na conta do Papa... não tem conta aí?... Hummm... Coloca na do Leon Trotsky... Tá no SPC?... Hummm, diga uma coisa... Você gostaria de conhecer a Sibéria?... Ah, tinha certeza que você ia entender que cobrar é coisa do Capitalismo Internacional sanguinário e cruel... Tenha um bom dia! Cquote2.png

A União Soviética teve a maior taxa de alfabetização do mundo[13], porque, se tratando de um estado comunista, a educação não poderia ser privada, então era pública e obrigatória. As matérias eram: Comunismo, matemática, mais comunismo, comunismo e comunismo no almoço. O Jardim de Infância, por sua vez, seguia uma linha diferente. Crianças de até oito anos treinavam tiro ao alvo, com o coleg..ops...camaradinha na parede, e os dardos eram substituídos por projétil de fuzil, pra economizar dinheiro. Quando uma criança morria, os capitalistas levavam a culpa por "terem fabricado o fuzil". Camaradas norte-coreanos ensinavam as crianças a fabricar e lançar bombas atômicas e lançá-las sobre os "impelialistas". Caso fizessem tudo direitinho, as crianças ganhavam uma viadagem para a Best Korea!, caso conseguissem voltar vivas, voltavam como africanos brancos, devido a um SPA super cool inventado pelo tio Kim.

Ao voltar, elas formariam o MST soviético e saqueariam a pouca comida do povo soviético, nem pra comer, mas para dar para o Partido. Mas isso nunca se concretizou pois nenhuma criança soviética conseguia voltar viva da Coreia do Norte. Os camaradas cubanos também tiveram ampla participação no sistema educacional soviético. Já que não havia comida na hora do recreio, os cubanos forneciam toneladas de charuto para os alunos darem uma tragada. Mas só tinham direito (ou melhor, esquerdo) a um baseado por dia. Caso fumassem mais, seriam fuzilados e virariam o jantar do partido. Diferente da Coreia do Norte, os soviéticos não poderiam ir pra Cuba, mas poderiam enviar todo o seu dinheiro e bens materiais para os cubanos tomarem conta.

Uma típica sala de aula soviética

Todas as escolas soviéticas adotavam uma rígida doutrina, que se baseava nas seguintes crenças:

  • Lênin é o Messias.
  • Trotsky é um Judas cuzão.
  • Abraham Lincoln era proprietário de escravos.
  • Ronald Reagan é o autor mais boiola do cinema mundial.
  • O Bigode do Stalin é mais sexy que o de Hitler.
  • Os nazistas são nossos amigos, mas os capitalistas não podem saber disso.
  • Margareth Thatcher é uma velha muito feia, mas Marx é um tesão.
  • Os Estados Unidos são os maiores terroristas do universo.
  • Os Estados Unidos são a maior ditadura do universo.
  • Conservadores são racistas.
  • Conservadores são machistas.
  • Conservadores são fascistas.
  • Conservadores são homofóbicos.
  • Capitalismo = Escravismo.
  • Religião = Ópio do povo.
  • Social-democratas = Porcos capitalistas.
  • Trostskistas = Extrema-direita.
Típica moradia soviética

A Ditadula Impopular da Xina não podelia ficar de fola, né? O exército chinês garantia emprego ás crianças soviéticas na China. As crianças poderiam escolher entre fabricar iPhone, montar brinquedos perigosos, criar bombas e vendê-las para os camaradas norte-coreanos, "aperfeiçoar" as armas compradas dos Estados Unidos, fazer comida, fabricar televisões, computadores, Revista Playboy, MP3, MP4, criar sites tendenciosos, fabricar bonecos do Mao Tse-Tung para virarem prêmio no Bom Dia & Cia, se prostituirem, montarem cidades que nunca serão habitadas[14] e entrarem para o exército, onde poderão matar 1/3 da humanidade usando bambus. Mas atenção: Elas não podiam consumir ou usar nenhum desses produtos, sob pena de morte.

Os alunos normalmente completavam a sua escolaridade aos 18 anos, quando eram obrigados a ir para o exército, mas se recusassem ou, não fossem comunistas convictos, seriam mortos. Era uma prática fonte de renda para o Partido, segundo os comunistas, era o treinamento para o mundo real, mesmo que eles não tivessem a tecnologia existente no mundo real, pois foi inventada pelos imperialistas[15]. Os recrutas tinham direito (ou melhor, esquerdo) a um segundo minuto de descanso para respirar, o que não era problema pois os únicos que poderiam vir a se prejudicar seriam os gordos, e não tem gordo em país comunista que não pertença ao partido, muitos morriam antes mesmo de chegarem á Capitão.

Religião[editar]

Pesquisa.pngVer artigo principal: Estado ateu

A abolição da religião foi a principal causa da ditadura, quando, pouco depois de tomar posse, Vladimir Lenin capturou todas as pessoas religiosas e as manteve congeladas criogenicamente pelos próximos 51 anos, quando mais tarde, a tecnologia ianque, vendida para a China, que vendeu para a Coreia do Norte, que vendeu pra Cuba, que vendeu pra URSS, chegou para transportar essas pessoas para uma galáxia distante. Anos antes, Lênin havia criado o ateísmo cientológico, que, como toda forma de ateísmo, atrasava a mente do ser humano, que nesta corrente, o fazia acreditar que os humanos viravam alienígenas quando morriam. Por este motivo, Lênin decidiu cultivar essas pessoas planeta distante, e muito raramente passagens da Bíblia são captadas através de transmissão do espaço sideral.

Seguindo a linha de Marx, o deturpado, a religião é o ópio do povo. E todas as religiões tradicionais são proibidas e seus bens são confiscados pelo estado. As únicas religiões permitidas são as determinadas pelo estado, que mudam a cada ditador da URSS. As religiões foram: Leninismo (1921-1924), Stalinismo (1924-1953), Khrushchovismo (1953-1964), Brejnevismo (1964-1982), Andropovismo (1982 - 1984), Chernenkismo (1984-1985) e Gorbachevismo (1985 - 1991). Tais igrejas estiveram sempre abertas e quem não praticasse os mandamentos seria queimado na fogueira democrática da liberdade.

Novamente, depois de tomar a posse, Lenin criou um novo feriado nacional: o Halloween Vermelho, que acontecia da seguinte forma:

A forma na qual os religiosos eram tratados na União Soviética

Exatamente as 18:00, as crianças soviéticas saíam fantasiadas de padres, capitalistas, conservadores e judeus, e saem por aí batendo nas portas de sedes religiosas pedindo doce. Enquanto isso, Lênin e os camaradas roubam todo o doce, e quando o religioso vai pegar o doce, ele não acha, então ele diz para a criancinha que não tem doce. A criancinha fica com raiva e taca fogo na tal instituição religiosa, além de matar o religioso com um tiro na cabeça. Apenas os muçulmanos se livravam dessa, pois, ao invés disto, as mesquitas eram atingidas por aviões e bombas (os EUA curtiram isto, talvez por isto Lenin seja considerado o menos pior dos comunistas para os americanos[16]). Essa era a brincadeira preferida de Lênin, mas como só acontecia uma vez por ano, Lenin ficou com raiva e decidiu comer as criancinhas.

Na Era Stalin, as igrejas/templos/mesquitas/etc. não eram destruídas, elas viravam propriedade privada do estado, que os comunistas costumavam usavam para estuprar mulheres e meninas cristãs e judias. Essa era a punição para a mulher/menina cristã/judia que não abandonasse a sua crença. Os meninos de qualquer religião que fosse eram queimados vivos e assados, os homens de qualquer religião eram capados[17] e largados a própria sorte com o buraco vazio onde ficava o pinto jorrando sangue. As mulheres e meninas das demais religiões tinham suas vaginas serradas, comidas e posteriormente empaladas. Nas demais eras, acontecia com toda a população religiosa o mesmo que acontecia com as mulheres/meninas cristãs e judaísmo na Era Stalin.

Internet[editar]

Religiosos na União Soviética
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...

Como tudo na URSS, a internet era 100% racionada. Ou seja, Só funcionava após a meia-noite de segunda a sexta, a partir de meio-dia no sábado e domingo o dia todo. A grande diferença era de que a internet era completamente controlada pelo estado e apenas dois sites eram permitidos: o site oficial do Partido Comunista e a Wikipédia, que já vem esquerdando desde aquela época. Como (ainda) vivemos em uma pseudo-democracia, atualmente o leitor pode apenas entrar na internet e se divertir. Na União Soviética, o procedimento era o seguinte:

  1. Entrar no site do Partido Comunista da União Soviética: http://www.ussrforever.com/world/english/organization/downloads/марихуана.doc
  2. Fazer o download do arquivo;
  3. Preencher em três vias, autenticadas em cartório;
  4. Enviá-las para o partkom (Comitê do Partido) mais próximo, pagando pela postagem;
  5. Em até três dias inúteis, o secretário do comitê analisará a solicitação e a encaminharia para o gabinete do secretário-geral do Partido, em Moscou;
  6. Em até dez dias úteis, um dos assessores do secretário-geral dará o despacho, autorizando ou negando o acesso;
  7. Em até vinte úteis, a resposta chegaria ao partkom, que enviará uma carta para o solicitante comparecer ao mesmo para tomar conhecimento da resposta ao seu pedido, sendo necessário para tal agendar o atendimento, com um tempo de espera médio de cinco dias úteis a contar da data do recebimento da carta;
  8. O solicitante vai até o partkom, e, caso o pedido tenha sido aceito, receberá um login e senha para acessar o site;
  9. Ao entrar na página, o indivíduo deverá preencher uma ficha cadastral, mencionando documentação de identidade, endereço e anexando ficha criminal autenticada
  10. Pronto!

Se a página que você queria acessar não era essa, pau no seu cu, ninguém mandou ser soviético! Vai ter que fazer tudo de novo. No comunismo é assim, aceite. A menos que queria ser fuzilado. O bom da internet soviética é que não tinham zueiros BR, nisso a União Soviética saiu em vantagem sobre todos os países do mundo, era a famosa internet sem câncer.

Economia[editar]

A economia soviética defendia uma série de teorias econômicas revolucionárias, entre elas o apoio total ao mercado do narcotráfico guerrilheiro.
Para não passar fome, o povo da União Soviética viviam dispostos a trabalhar duro por pouco dinheiro, desde tenra idade até cair morto. Era a única saída, caso contrário morriam de fome. Aquelas crianças dramáticas da África pareceriam o Seu Barriga com um balão na barriga perto de um soviético. Espiões comunistas passaram anos estudando a economia americana a partir de bases secretas nos EUA. E aí tiveram a ideia de pegar a economia capitalista e revertê-la: fazendo do país a propriedade, do Partido os proprietários e do povo inteiro o proletariado.
Na Era Lenin, como ainda era o começo, o mercado e a produção ainda viviam em um estado mais ou menos. E a interferência estatal era baixa, já que o governo leninista se concentrava em investigar a suposta traição de Trotsky.

Na Era Stalin, os Estados Unidos compraram toda a comida soviético durante tal era, deixando a população viver de restos de fetos de ratos mortos. Mas na Ucrânia não haviam ratos, então ocorreu o famoso holocausto comunista, indo 6 milhôes pra vala, o que melhorou um pouco a economia, pois eram 6 milhôes a menos de bocas para alimentar. As únicas importações foram de charutos e fuzis cubanos, bombas norte-coreanas e iPhones chinesas (só para membros do partido. A população soviética pagava todos os seus salários pelos produtos importados, que nunca chegavam nas mãos deles. As viagens gratuitas para a Sibéria fornecidas generosamente para a oposição estava dando muitas despesas, então a solução seria matar todo mundo logo, o que só não se concretizou devido ao início da Segunda Guerra.

Na Era Khrushchov, a economia embosteou porque a grana do partido foi usada para construir o Muro de Berlim que iria separar os alemães crentelhos porcos capitalistas dos alemães ateus comedores de criancinhas. Tudo para ajudar os camaradas dos outros países a criarem o Mundo Vermelho, coisa que Cuba, Venezuela, Bolívia, FARC, Coreia do Norte, Brasil e Argentina vem fazendo entre si desde 2010. Além disso, foi descoberto que Khrushchov faltou uma vez ao trabalho e não alimentou o Titio Stalin, que era obrigatoriamente tratado como um Deus na URSS[18], o que gerou uma puta revolta. Em uma tentativa de uma nova revolução, muito dinheiro foi jogado no lixo, o que levou a URSS ao caos econômico que depôs Khrushchov em 1964.

Na Era Brejnev, em meio a todo o caos causado por Khrushchov, o o povo soviético começou a beber pra caralho e ser escravizado trabalhar menos, então Brejnev vendeu toda a vodka para os Estados Unidos por 1 centavo e meio e comprar Pepsi para usar como xarope e encher as farmácias da União Soviética, mas Brejnev preferiu vender para a Rochelle. Os soviéticos então, resolveram trabalhar 24h por dia para produzir mais vodka, para eles mesmos beberem. Como os soviéticos só queriam saber da vodka, não se precisou comprar mais porra nenhuma do exterior e não se precisou gastar mais dinheiro. Então a economia parou, sem crescer ou diminuir. Isso foi o mais perto que o socialismo chegou de dar certo.

Na Era Gorbachev, eis que um dia, a matéria-prima de produção acaba, então o governo soviético precisou importar matéria-prima urgente, fazendo a bufunfa do país diminuir cada vez mais. Com a abolição da religião, não havia acúmulo de dízimos para salvar a URSS. Como o povo soviético passou vinte anos tomando apenas vodka, os demais suprimentos, como a salsicha alemã, estavam todos podres. Os soviéticos decidiram vendê-la para a Alemanha Oriental, o que rendeu um lucro muito baixo. E quando chegavam os suprimentos, era um prato de comida para 50 soviéticos. Daí o prejuízo foi geral. Gorba decide colocar os soviéticos para pôr a mão na massa, mas eles já estavam desacostumados a trabalhar e deixaram a coisa rolar.

Forças Armadas[editar]

Exército[editar]

Pesquisa.pngVer artigo principal: Exército Vermelho

Mozilla Firefox: O legado deixado pelos Soviéticos

As forças armadas da URSS criadas por Leon Trotsky foi uma das grandes falhas da história militar antiga e moderna, perdendo apenas para o exército aliados inimigos nazistas e os exércitos africanos. De início, as forças armadas soviéticas foram ordenadas a libertar as pessoas de algumas das regiões mais oprimidas do mundo, mas isso deixaria a URSS praticamente vazia, então decidiram tirar as pessoas do inferno nazista e do Império Maligno Afegão e levá-las ao paraíso comunista. Mas a principal conquista do exército vermelho foi libertar os pobres ucranianos de uma terrível era de obesidade e alimentação em excesso, o que irritou os nazis porque na ucrânia não tinha nenhum judeu. Ao mesmo tempo em que era o exército mais assassino do mundo, também era o maior deles, com todos os idiotas úteis soviéticos. Eis uma lista detalhada dos regimentos militares:

  • Infantaria - Regimentos de infantaria eram a espinha dorsal do exército soviético, pois era o maior regimento, constituído de uma caralhada de gente. Esses regimentos são constituídos por uma legião de stormtroopers, anões barrigudos, oompa-loompas e guerrilheiros guerreiros klingon.
  • Unidades de elite - Juggernauts, predadores e jedis.
  • Armamento pesado - Dragões antigos e anões.
  • Armas Doomsday - Tsar Bomba, Estrela da Morte, Godzilla e Peidos.

Na aeronáutica, as armas usadas eram as Imperial Star Destroyers, pterodátilos, dragões, bombardeiros e dois monstros brancos espaciais de olhos azuis. No mar eles tinham krakens, tartarugas gigantes marinhas, a Moby Dick e alguns tubarões.
Como eles conseguiram todas essas coisas??? Comprando tudo dos imperialistas capitalistas selvagens opressores americanos.

Política[editar]

Os ditadores[editar]

Presidente Ditador Descrição Partido Vice
Lenincat.jpg Vladimir Lenin Foi o pior inimigo do capitalismo, por ser o homem que instituiu e criou a Ditadura Soviética. Lenin se tornou comunista em sua vida iconoclasta, isto aconteceu logo após ele ler meia dúzia de planfetos panfletos comunistas de quinta categoria distribuídos pelo MST pelas sarjetas de Moscou, o que o revoltou após compreender a explicação de suas expulsões da faculdade de direito tzarista: o seu completo analfabetismo. No entanto, apesar de sua atroz ignorância e ausência de uma mínima instrução primária, Lenin estava conseguindo entender o que estava escrito nos panfletos ("entender" no sentido de conseguir ler, porque entender o que, de fato, os comunistas queriam dizer, ele não entendeu, por isto virou comunista), embora não tivesse uma só palavra lá, só havia garatujas e desenhos infantis explicando tolices e bobagens sem sentido algum, o que o tornou insubmisso a qualquer autoridade e, assim, revoltado até o último de seus piolhos, passou a pregar motins, rebeliões e levantes com grande sentimento de fúria e cólera. Criou o PT, fez a Revolução, tomou o poder e lutou contra a religião, embora pedido a misericórdia de Deus na hora de sua morte. PT Zé do Estalinho
MarioStalin.jpg Zé do Estalinho Em sua juventude, Stalin costumava passar o tempo atirando pedrinhas no rio Volga, junto com Mao Tsé-Tung e Adolf Hitler. Para cada pulo que a pedrinha dava na água, ele mandava a mesma quantidade, em milhões, de camponeses russos para uma temporada no Resort Club Campo de Trabalho Forçado, na Sibéria. Mao faria o mesmo com os chineses, mandando-os para a puta que os pariu o Himalaia, e Hitler mandaria judeus e afins para Auschwitz. Stalin ficou ligeiramente incomodado (Uii!!) quando Hitler passou a ganhar o jogo repetidas vezes. Foi então, em uma tarde irritada, que disse que ganhava em todas as outras coisas e desafiou todos a sua volta. Disse poder acertar qualquer coisa com uma pistola (a pistola não era de plástico, não atirava água e nem era de espoleta). Provando ser bom, chamou um soldado e colocou uma garrafa em cima de sua cabeça e atirou, ele acertou o bico da garrafa, mas insatisfeito colocou-a novamente na cabeça do gentil e corajoso soldado que firme não hesitou, no segundo tiro, Stalin acertou bem o meio...da testa do soldado. Certa vez, por um descuido na hora de discar um número de telefone, Stalin acidentalmente despachou um destacamento do Exército Vermelho para bombardear um hospital para crianças com câncer. Stalin foi bem visto no mundo comunista por ter acabado com o câncer PCB Nikita Khrushchov
Marcelotas.jpg Nikita Khrushchov Com sua experiência na cozinha, inventou o famoso refrigerante. Nikita usava sua WTF? como apoio para a alimentação de Stalin, que consumia ovos fritos sobre ela, um ponto importante para os costumes geórgios, usar-se de outro ser para alimentar-se, então, por mais de 20 anos alimentando Stalin, Nikita recebe uma medalha igual a do Stalin, e a furta do próprio, quando ele morre, o que faz com que ele tenha duas medalhas! Além dos refrigerantes ele pagou uma viagem para o Yuri Gagárin, que vai para o espaço só para dizer uma coisa que qualquer criança mal-informada sabe: "A Terra é azul", e com o concreto que sobrou que ele construiria a mansão para a cadela Laika, caso sobrevivesse, Khrushchov manda para os pedreiros construírem um muro, que fica conhecido como Muro de Berlim, ele também pagou umas tequilas para uns amigos do Trotsky que estavam no México e fez amizade com um barbudo crítico da URSS. Quando vazam arquivos secretos do Kremlin, correm rumores de que Khrushchov era um mísero escravo de Stalin e não prestava para ser presidente, só mordomo, e é achado um papel onde Stalin diz que certa vez Khrushchov faltou ao serviço e não alimentou Stalin, que era um Deus para os soviéticos, por isso, todo mundo passou a querer derrubar Khrushchov, que deixou o líder supremo passar fome, mas ele foi inteligente, e fez um discurso secreto, dizendo muitas outras coisas más sobre Stalin, que ninguém sabe porque o discurso foi secreto (apesar de que corriam rumores de que ele mesmo não sabia o que dizer e falou que era segredo), e Khrushchov se mantém no poder, afinal, quem liga para o que esse falso deus falou???? PSTU Leonid Brejnev
Brejnev caricature.jpg Leonid Brejnev Era filho de um tropeiro de camelo russo (contrabandista de vodka nas horas vagas) e de uma mãe solteira chinesa, prostituta aprendiz nos cabarés do Cazaquistão. Só que ele se parecia bem mais com Lula do que com Borat, intelectualmente e profissionalmente. A grande diferença com Lula é que ele não foi burro o suficiente pra cortar o dedo fora quando foi torneiro mecânico no Cazaquistão. Outra suposição é que Brejnev não era tão preguiçoso quanto Lula, por isso não queria cortar o dedo e ir pedir uma aposentadoria por invalidez. Como todo líder soviético depois de Stalin, Brejnev era um zé ninguém do povo. De torneiro mecânico passou a membro do PCUS e depois à cúpula do partido. Foi o quarto retardado secretário-geral que governou a União Soviética. Brejnev nasceu no período jurássico, onde recebeu uma pequena e inotável sobrancelha. Adorava que sua mãe colocasse vodka na mamadeira, aprendendo logo cedo o que mais faria. Lutou pela segunda guerra, saindo vivo (infelizmente) de difíceis batalhas. Em 1900 e bucetada, conheceu Krushev (Krushshov, Krushov, Kruchov), com quem aprendeu a roubar dinheiro do povo. Após a segunda guerra, ganhou do Stalin um monte de medalhas fajutas (e muitas mais outras que mandou fazer para si mesmo), que mais tarde ele mandaria tacar a cara do Lênin e pintar de dourado. PSDB Mário Zagallo
Zagallo.jpg Yuri Andropov Não tem muito a se falar sobre Andropov, pois ele foi o menos conhecido líder mundial. Garanto que você nem sabia que ele existia. Yuri teve uma infância muito promissora. Seu pai era membro da família Vay si Fiuder, a mais importante máfia russa. Sua mãe era filha de um importante empresário de Moscou. Ele foi educado nas melhores escolas da região, o que o tornou um legítimo nerd. Yuri gostava de estragar revoluções como ninguém. Entre as revoluções que ele estragou estão a Revolução Húngara de 1956, a Primavera de Praga em 1968 e na Polônia em 1981. Andropov acreditava que o Exército Vermelho deveria meter bala na cabeça de todo mundo que quisesse derrubar o comunismo em seu país. Morreu oficialmente de gripe, e nem nisto Yuri A. se destacou, talvez, por esta razão todos os ditadores comunistas líderes da extinta União Soviética oficialmente morriam de gripe. Mas, como Yuri A. gostava de conquistar os amigos enviando-os para passar longas férias na Sibéria, a causa-mortis deve ter sido mesmo o tradicional envenenamento seguido de espancamento, tiro, e afogamento nas cloacas de Moscou pelos amigos (que ainda não tinham ido visitar a Sibéria, bem entendido), nada fora da tradição russa, Rasputin que o diga. PSOL Konstantin Chernenko
Cidmoreira.jpg Konstantin Chernenko Era um velhinho fodão que foi o 6º Presidente da União Soviética. Foi o que ficou menos tempo no poder, apenas treze meses. Chernenko veio de uma família pobre da Mãe Rússia. Seu pai era garimpeiro, e sua mãe era agricultora. Aos 18 anos ele entrou para o Komsomol, que é uma organização maligna com o objetivo de converter as pessoas ao comunismo desde pequenas. De 1930 a 1933, guardou bravamente as fronteiras da União Soviética com a China. Trabalhou como panfleteiro publicitário em Krasnoyarsk, depois se tornou chefe de propaganda na Moldávia. Lá ele fez amizade com Leonid Brejnev, o que foi fundamental, pois Chernenko talvez não teria sido presidente se não fosse acessorado por algum baba-ovo, nesse caso um dos líderes da nação. Durante o governo de Brejnev, Chernenko foi o seu puxa-saco oficial. No Partido Comunista, o melhor emprego que conseguiu foi assinar papéis. Gostava tento de assassinar que quando ficou velho, usava o fax. Devido ao bom trabalho que fazia assinando papéis, concorreu ao cargo de secretário do PC com Yuri Andropov, o infeliz dirigente da KGB. não conseguiu ganhar, mas também não desistiu de seus objetivos. PSB Mikhail Gorbachev
José Serra no Rio.jpg Mikhail Gorbachev Nasceu no Tajiquistão em 1900 e bucetada, em uma família muito humilde e pobre. Seu pai chegava bêbado em casa todos os dias e todas as noites e obrigava Gorba a dançar e fazer malabares com facas, que, felizmente, não estavam em chamas. Foi em um acidente com facas que Gorbinha ganhou sua famosa cicatriz na cabeça, que 135 anos mais tarde viria a ser coberta com uma tatuagem do mapa da Rússia, por ter vergonha do corte que se assemelhava a uma vulva. Gorbachev estudou na Brisolo University e sempre teve o sonho de se tornar um verdadeiro Power Ranger. Seus amigos, que eram todos tiny toons, gostavam muito de festa e passavam noites e noites pintando o sete e aprontando mil e umas! Cansado de ser maltratado pelo pai e humilhado pelos poucos animais de estimação que tinha, ao completar 19 anos, Gorba resolve fugir com um grupo de ciganos da Tchecoslováquia. Após anos de viadagem com os ciganos, Gorbatchev decide deixar seus amigos e companheiros para trabalhar nas minas de carvão da Rússia, que na época era a nação cabeça da URSS. Lá, fez sua pequena fortuna e resolveu fundar uma chapa anarquista, a CAGA (Chapa Amantes do Governo Anarquista) para o governo Russo. Depois de muitas tentativas frustradas para entrar no governo, Gorbatchev desiste da CAGA. 25 anos depois, Gorba já beirava os setentinha, mas continuava com uma saúde de ferro. Nessa época a Russia passava por apertos econômicos devido as festas realizadas por Lenin, Stalin, Nikita Khrushchov e Leonid Brejnev que fez a URSS perder uma grana violenta. Gorba então tem a brilhante ideia de inventar dois planos de governo com nomes super diferentes que na verdade só serviam pra desviar dinheiro para sua conta nas Bahamas. PCdoB Boris Yeltsin

O Partidão[editar]

Pesquisa.pngVer artigo principal: Partido Comunista da União Soviética

Hammer and sickle.svg

O Partido Comunista da União Soviética, ou PCUS, cujo nome por extenso é Partido Comunista da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, foi o órgão que representou os vitoriosos bolcheviques, vencedores da Revolução Russa após prorrogação e pênaltis, e que viria a fundar a URSS. O nome inicial era Partido Operário Social-Democrata Russo, cuja sigla era muito feia (POSDR). Bonito era o PCUS. Todo mundo sabe (mentira, apenas os 2% da população que tem real interesse por História) que uma das marcas dos regimes comunistas era a burocratização da sociedade. Sendo a URSS a mãe do chamado Comunismo realmente existente, o seu sistema político acabou inspirando a formação dos governos comunistas em outros países do mundo, menos na China, que sempre opta pelo duvidosamente bom Made in China. Certamente esqueceremos de algum dos órgãos que faziam parte do partidão, porque, assim como a quantidade de ministros no Brasil, eram muitos. Elencaremos e descreveremos os principais.

Secretário-geral do Comitê Central[editar]

Carro oficial do Secretário-geral, que demonstra o enorme potencial tecnológico soviético.

Era o cargo máximo do PCUS, e, verdadeiramente, era o máximo ser secretário-geral. O cargo concedia mais de oito mil benefícios, como vale-compras infinito no Wal Marx, trezentos camponeses para realizar serviços em sua casa, quinze moças virgens da República Checa e uma biblioteca com todos os livros de Lenin, Karl Marx, Gueorgui Plekhanov, Paulo Coelho e Bruna Surfistinha, além de suprimento infinito de vodka. Na prática, o secretário-geral era o presidente da URSS. Podia fazer praticamente tudo, menos falar mal do design dos carros Lada.

O cargo chegou a ter outras denominações, como secretário-responsável ou secretário-primeiro, mas como ele nem era responsável e nem o primeiro, pois, como todo homem, quem mandava mesmo era a mulher, os burocratas do partido optaram pela denominação geral. Josef Stalin não gostava da referida denominação, preferindo ser chamado como Deus, Zezé ou Tio Joe. Após o fim do período stalinista, nada mudou em relação ao cargo, com a diferença de que os sucessores passaram a delegar funções mais dispendiosas, como despachar comunista para a Sibéria ou assinar papelada na mão de assessores associados a outros setores, como a KGB e o politburo, respectivamente. Dessa forma, sendo mais como de função decorativa, o cargo de secretário-geral era o símbolo do partidão e da própria URSS, mas, na prática, podia ser limado caso tomasse uma direção diferente do Comitê Central, como Sukita Nikita Khrushchov sentiu, ao ser removido do cargo para ser substituído por Stalin Jr. Leonid Brejnev.

Secretariado do Comitê Central[editar]

Ser secretário-geral do PCUS era uma festa. Nada melhor do que um jantarzinho às custas do Partido!

Era o órgão máximo da administração do Partidão. Era responsável por colocar em prática os delírios do Politburo e do Secretário-Geral, e, consequentemente, criou toda a monstruosa máquina burocrática da URSS. Até 1922, ele era apenas um cargo técnico, mas como Lenin tinha uma série de miguxos para agradar, visto que estes lhe deram apoio nas horas mais difíceis, ele resolveu arrumar um bico para cada um deles. Dessa forma, o Secretariado é ampliado, tendo dois responsáveis e sete mil quinhentos e vinte auxiliares, sendo que esse contingente é de antes de Stalin assumir o poder. Josef Stalin, sempre ele, resolveu criar mais um órgão, o de secretário-geral, para inflar o próprio ego e demonstrar que ele era melhor que os outros. Pouco tempo após assumir, perdeu-se as contas de quantos camaradas trabalhavam no secretariado, ainda mais depois que Stalin sancionou um lei para que houvesse um representante do órgão em cada cidade com mais de 25 mil bêbados habitantes.

Satanás em sua última aparição no telão do partido

Com isso, o secretariado do Comitê Central seguiu ganhando importância e inventando novas formas de tornar as coisas mais complicadas e com uma quantidade maior de documentos a serem preenchidos e protocolados. Eis que nasce a burrocracia burocracia soviética, famosa por não ter seus recordes de tempo, gastos e paciência ainda quebrados, sendo os mais longos que já existiram. Em 1926, foi fixado o número de cinco titulares e dois candidatos. Esses suplentes, para aguentar a ansiedade de, um dia, assumir um posto permanente, contavam com um staff de quatrocentos e quarenta auxiliares para fazer suruba de auto-ajuda, oferecer calmantes, vodka e outros serviços que pudessem ser requeridos. Stalin, que não gostava nem um pouquinho de aparecer e ter poder, seguiu sendo membro do secretariado, mesmo que sua única função fosse a de ir nos coquetéis e festas de lançamentos de novos armamentos, para encher o bucho e o ego e despachar pessoal para a Sibéria. O órgão existiu até 1991, quando já não apitava mais em nada.

Politburo[editar]

Apesar de dar vontade, não devemos acreditar que o nome desse órgão seja a junção entre as palavras "político" e "burro", até porque, em russo, por determinação do Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética, essa combinação de palavras é terminantemente proibida... Esse órgão era o responsável pelas burradas decisões políticas tomadas pelo partidão. Em tese, a sua ação se dava no âmbito do partidão, o que na URSS, como vimos, significa mandar no país todo. Durante 1952 e 1966 teve o nome de Presidium, devido à obrigatoriedade de se renunciar à vida pessoal em nome da causa comunista, nem sexo, nem tomar vodka. Como essa última medida era tida como absurda e desumana, por ordem de Leonid Brejnev, que gostava da coisa, foi revogada. Havia uma regra fundamental para garantir o bom funcionamento do Politburo. Qualquer críticazinha ao andamento do plano comunista para dominar o mundo deveria ser discutida antes das reuniões importantes e, principalmente, do Congresso do Partido Comunista da União Soviética. Tal qual a festa de final de ano da firma, o Congresso reunia todos os membros do partidão, e terminava com churrasco, vodka e amigo oculto. O único assunto que jamais poderia entrar em pauta era o bigode de Stalin, que nunca poderia ser questionado, porque era fashion e melhor que o do Hitler.

Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética[editar]

Cquote1.png Dá beijim? Cquote2.png

Pesquisa.pngVer artigo principal: Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética
Órgão criado por Josef Stalin (ah, não me diga...) em uma tarde quente de verão, primeiramente como forma de perseguir Leon Trotsky de todas as formas possíveis, inclusive publicando artigos em revistas de moda alfinetando o estilo e o cabelo desarrumado do inimigo. Depois disso, a função fundamental era garantir a boa convivência entre os cidadãos soviéticos, educando e agindo em situações pontuais que causassem risco à harmonia e paz do regime comunista soviético. Era um órgão com ação em toda a sociedade, mas era vinculado diretamente ao partido porque Deus quis. É (ir)responsável pelo julgamento de pessoas e suas atitudes para definir se estas são normais ou não. Possui métodos rígidos de civilização e disciplina. Como as seguintes regras:

Ou obedece, ou se vê com ele
  • Você sempre está errado. O Conselho de Proteção a Moral da Família Soviética sempre tem razão.
  • não mexa nas coisas (e barricadas) do Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética.

Se você falar ou publicar algumas dessas, o Conselho vai te por no saco:

Pra ser aprovado pelo conselho, só precisa odiar os EUA.

Orgburo[editar]

Reunião no PCUS

Quando você ouvir falar que na União Soviética que todas as fazendas, indústrias, bordéis e tudo mais que existia pertencia ao estado, saiba que quem controlava isso era o Orgburo. Tinha menor prestígio que os órgãos anteriormente descritos, mas tinha poder, e se quisesse, podia mandar qualquer um ir plantar batatas, nabo ou mandioca na Sibéria. Este órgão era o almoxarifado da URSS, tanto em questão de material quando de pessoal e estava atrelado ao Politburo e ao Comitê Central, tendo atuação em todo o território soviético (e algumas vezes nos sock puppets na União Soviética). Este setor era o responsável pela criação e realização dos planos quinquenais, que diziam como a economia do país deveria ruir ir. Obviamente, nenhum dos membros do orgburo possuía alguma formação em economia, ou em qualquer outra coisa que fosse por ser empregos de cabide, o que dificultava certas coisas.

O primeiro símbolo do PCUS

Este órgão também tinha plenos poderes para atuação no setor militar. Explicando melhor, era esse órgão que definia quem vai fazer o que para conseguir realizar os planos do politburo e do secretário-geral. Se este órgão decidisse construir mil bombas nucleares cor-de-rosa com pintinhas amarelas, era o orgburo que iria reunir gentilmente os técnicos e materiais necessários, nem que pra isso fosse necessário criar um acampamento de férias (vulgo Gulag) na estepe siberiana, para as famílias dos envolvidos e dos responsáveis, caso as merdas metas não fossem cumpridas. E, depois de cumpridas, os envolvidos, para evitar deserções ou vazamento de informações, ganhavam gratuitamente de graça passagens para umas longas férias na Sibéria. Caso não gostassem do destino, os camaradas da KGB entravam em contato com os envolvidos e suas famílias.

Congresso do Partido[editar]

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
Show de stand-up comedy de Brejnev, durante um Congresso do PCUS. Cquote1.png Vocês conhecem aquela do presidente americano mulherengo? Cquote2.png

Você já ouviu falar de Woodstock, aquele bacanal a céu aberto festival hippie realizado em 1969? E das comemorações de Reveillon no Rio de Janeiro? E do velório do Kim Jong-Il? Pois bem, nenhuma dessas grandes mobilizações populares chega aos pés do que era o Congresso do Partidão. Em tese, deveriam participar apenas dirigentes, mas sabe como é, tem o amigo que gostaria de conhecer Moscou, tem o assessor para amarração de cadarços, tem o assessor de assuntos de natureza supérflua... Ou seja, todos os filiados ao partido acabavam indo.

O Partidão mandava construir hotéis apenas para o congresso, já que normalmente eles Padre Quevedo, porque ninguém fazia turismo na URSS (a não ser quando eram enviados para férias permanentes na Sibéria), e depois do evento os prédios eram transformados em fábricas de bazuca e carros Lada. A programação normalmente estava dividida em quatro eixos:

  1. Recordar os maravilhosos e fundamentais heróis do Partido, leia-se Lenin e Stalin. Falar em Trotsky geralmente causava alguns problemas);
  2. Analisar as últimas medidas tomadas para acabar com o Capitalismo em âmbito mundial;
  3. Eleição dos novos delegados regionais do Partidão, o que levava até dois meses, dada a quantidade de formalidades, de candidatos e de votantes;
  4. Festa de Encerramento, com discurso do Secretário-Geral, do Politburo, do Orgburo, do Secretariado do Comitê Central, de cada um dos delegados eleitos e de setenta e quatro militantes escolhidos por sorteio. Como ato final, realizava-se a premiação do Communist Awards, prêmio do mérito bolchevique, onde o maior prêmio era a Perestroika de Ouro.

Em tese, o Congresso era a instância máxima do Partidão. Na prática, ela era feita apenas com o intuito de beber uma vodkazinha com os camaradas, porque o poder era exercido, na prática, pelos órgãos acima descritos.

A oposição[editar]

Vento.gif

Videos[editar]

Ver também[editar]


Referências

  1. Felizmente chaves não está mais
  2. Ou não, pois Madruga Maduro tá sendo muito pior que ele
  3. Se bem que, na grande maioria das vezes em que a esquerda toma o poder, é por vias revolucionárias e não democráticas)
  4. Porque eles tinham medo da GULAG
  5. Eles achavam que alguém ia ser louco de sair andando por aí com plutônio nas mãos...sabe de nada, inocente!
  6. Ignorando a tampa de bueiro lançada ao espaço pelos EUA como parte de um teste nuclear "Projeto Plumbbob" no deserto de Nevada em 1957.
  7. Ignorando o piloto do V2 alemão em 1946
  8. Ignorando o fato do piloto alemão da V2 também ter sido um animal
  9. Ignorando a lua
  10. Ignorando o trabalho de Inglês químico de John Newlands em 1865
  11. Ignorando o trabalho de qualquer outra nação na Terra
  12. Apesar de serem comunistas, os chineses e norte-coreanos mandam muito na ciência, o que não se vê em Cuba
  13. Segundo a IPEA
  14. http://exame.abril.com.br/mundo/album-de-fotos/replica-de-paris-na-china-tianducheng-virou-cidade-fantasma
  15. TUDO foi inventado pelos imperialistas
  16. Pra eles, Gorbatchev não foi/é comunista
  17. Isso explica a simpatia que as feministas tem pelo comunismo
  18. Caso a população discordasse, a Sibéria as esperava
Circle-contradict.png Este artigo parece contradizer um outro artigo: Desunião Soviética. Não pense sequer em corrigir isto
Circle-contradict.png Este artigo parece contradizer um outro artigo: Estados Unidos. Não pense sequer em corrigir isto



categoria:Países Comunistas