Cuba 2: Electric Boogaloo

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa


64px Épale!
Este artículo es más venezolano que la arepa e' chicharrón, que el "Caracas-Magallanes" y el joropo.
Así que si no entiendes ni medio, vete pa' la Verga.
República Socialista Soviética da Venezuela
Império Bolivariano da Venezuela
Cuba Continental
Bandeira da Ditadura Venezuelana Brasão de Armas da Ditadura Venezuelana
Bandeira Brasão
Lema: 'Rojos rojitos el 28, el 28...'
Gentílico: Cubano
Hino:
"Ode aos Heróis da Pátria (os que Chávez quiser)!"
Capital Maracas
Idiomas Línguas indígenas quase extintas
Governo Império Socialista
Imperador Nicolás Podre, logo após a tão esperada morte de Hugo Chavo del Ocho
Primeiro-ministro Dilma Rousseff
Ministro Dilma Rousseff
Gerentes Dilma Rousseff
Lula da Silva
Cristina Kirchner
Evo Morales
Heróis Nacionais Hugo Chávez
Independência De Cuba
Moeda Imaginária
Religião Antiamericanismo
População Tener Venezuela so con los chavistas, viver numa boa sen los imperialsitas (como não existem chavistas em Venezuela, a população é vazia)
IDH Mangiamerda.gif
TLD Lá não tem internet
Código telefônico Lá não tem telefone
Site do governo Lá não tem internet

Cquote1.pngVocê quis dizer: Filhote de CubaCquote2.png
Google sobre Venezuela
Cquote1.png Cão que come manteiga, enfia a língua no cabaço! Cquote2.png
Miguel de Cervantes sobre a Venezuela
Cquote1.png Que inferno, não é brincadeira! Que calorão que faz nesta porra! Cquote2.png
Um venezuelano andando pelas ruas da Venezuela
Cquote1.png Somos ser igúal tú y colocar na prisión todos que són mierda, la oposición... Cquote2.png
Hugo Chávez sobre Fidel Castro
Cquote1.png Merda, o que foi que eu fiz? Finalmente eu sei ler e escrever... Cquote2.png
Venezuelano depois de votar em Hugo Chávez

A República Socialista Soviética da Venezuela é um posto soviético deprimente localizado na América Latina governada por um ditador com deficiência mental, o socialista Nicolás Maduro. A Espanha e a Colômbia costumavam possuir a estrutura da Terra, mas eles venderam tudo para Fidel Castro em um comércio controverso de uma quantidade igual de petróleo venezuelano para os governadores idiotas de Cuba.

Na Venezuela há uma mistura de raças e culturas onde o "crioulo vivo" predomina. Ele é um indivíduo que é 28% hindu maluco, 23% negro bandido, 5% asiático desonesto, 40% espanhol embusteiro, 10% português colonizador, 10% italiano mafioso e 4% de outro animais, como cabras, burros e outros equídeos. Embora esta não seja a melhor fórmula comprovada, existem outras fórmulas não tão bem sucedidas, como é o caso da de Kinsey que é: 55% primata, 25% negro e 20% índio, mas segundo dados do governo federal venezuelano, é 100% um venezuelano feliz e livre.

A única motivação deste "crioulo vivo" é fazer mais dinheiro, trabalhando o menos possível, no menor tempo possível para ir para Miami. Isso á custa de algo ou alguém, sem regras, se tem que destruir o país sua riqueza, tudo bem. Não importa. O importante é ganhar a prata em detrimento de tudo o que seja (90% da população se dedica á essas funções dentro da economia informal).

História[editar]

História pré-colombiana[editar]

O Deus Venezuelano
Um venezuelano médio
Um típico estabelecimento venezuelano

Dizem que existiram alguns índios que sabiam andar, comer, cagar, acasalar e aspirar álamo (coca colombiana). Eles não eram como os Incas que construíram cidade ou como os maias com suas pirâmides, nada disso. Não foram encontrados restos de nada escrito, nem pintado, nem sequer uma pedra sobre outra. Encontraram unicamente algumas barracas que desapareceram em um dia de chuva parte, e também umas palafitas. O nome vem de Veneza, devido á uns comerciantes bêbados da Itália que haviam adentrado as caravelas em busca de pizza.

Cabe ressaltar que uma tribo nativa do Caribe conhecida como escualidus nativus ajudaram o império espanhol a localizar os locais onde se reuniam os caciques guaicaipuro, sorocaima (ele possuía um supermercado, mas faliu), terepaima, chacao e Hugorilla...entre outros índios.

Em troca dessa informação, os espanhóis os deram espelhos, fósforos, televisões, VHC, bluray, Whiskey, putas e um longo legado de virtudes e tecnologia inútil, sem querer eles levaram acidentalmente á pequena Veneza as primeiras bombas bacteriológicas e químicas tais como a peste bubônica, varíola, malária, dengue, mambo, difteria, diarreia, poliomelite, cancro mole, saco mole, sífilias, gonorreia, gota, goteira...entre outras doenças desagradáveis, que foram suficientes para acabar com quase todo o povo indígena. Então os europeus acabaram por compor a maioria da população.

História colombiana[editar]

Outra espécie dos 5% restantes que se misturou com os venezuelanos
Este senhor foi o único dos venezuelanos a sobreviver da Missão Identidade, fugindo para os países vizinhos. Atualmente, é um ditador socialista do Grande Império Democrata

Quando Colombo e os espanhóis chegaram, os índios se renderam pacificamente. Claro que a pacificação chegou com armas e ferramentas pacíficas de pacificação como o garrote vil, o potro de tormentos, a guilhotina, a sonda anal, a injeção letal, a cadeira elétrica, a câmara de gás, o bestiarii, o afogamento, a jaula congelante, o bicho-de-pé, as garras de um gato, colocar a cabeça em azeite, a serra, o gota-a-gota na cabeça, o berço de judas, o touro de bronze, escutar discursos de oito horas ou mais e afins.

Depois de aplicar estas atrocidades pacíficas aos espanhóis, os índios trataram de domesticá-los como escravos, mas não conseguiram porque eles eram bem mais rápido que os índios, que já estavam debilitados devido ás doenças. Eles morreram, e os europeus não tiveram outra escolha a não ser fornicar com comedores de bananas nativos.

Ao longo dos anos, a descoberta de um rico betume que saía da terra tornou as pessoas desse país bilionárias imediatas. Infelizmente, dado o QI dos cidadãos (influência indígena), suficientemente baixo para escolher mal seus governantes e importar tudo de outros países (porque o que estava sendo feito não servia pra nada), estes últimos decidiram que o melhor era administrar o país como uma família, com o governante e sua esposa como chefes de família.

História petroleira[editar]

Vestimenta típica dos venezuelano com a bebida típica (a cerveja). Ela salienta que todo o povo venezuelano está bronzeado e são bons.
Um típico dia comum na Venezuela

Um dia, a família acordou consternada com a notícia de que o papai presidente tinha ido embora pra Miami com a secretária e as economias. Diante disso, apenas uma praga poderia salvar a população, a aparição de algo até então desconhecido, chamado de política demagógica, historicamente estudada como período pré-Chávez. Rapidamente, o vírus foi invadindo mais cidadãos e ganhando terreno, dividindo-se em dois campos. Cada país possuía a árdua tarefa de acusar o outro de ser ditador e antidemocrático. Em meio a cacofonia, a guerra civil eclodiu um dia, onde as pessoas se armaram e demonstraram que seu quociente de inteligência não era tão baixo, afinal, eles próprios trancavam suas casas, comiam enlatados e fotografavam as pessoas que andavam ali por perto.

Hoje, com esta raça extinta, os governos do mundo começaram um plano de re-colonização, a fim de conseguir algo de proveito do pouco que tinha no país: as reservas de petróleo, todos os elementos da tabela periódica[1], cacau, café, pecuária, agricultura, pesca e um clima propício ao turismo (como temperaturas á 320°C e chuvas de animais). Segundo o presidente da Organização dos Nazistas Unificados, isto explica o porque se mataram. Era impossível desenvolver o país, a melhor opção acabou por sempre insultar os outros.

Se tem dados que depois dessa época houveram certos acontecimentos, como Jose Antonio Páez tendo comido Simón Bolívar. Sua esposa, desprezada, o esfaqueou com um pano. Depois Vargas comeu o queijo da esposa de Bolivar. Por consequência, José Tadeo Monagas lançou a constituição na piscina e logo seu irmão cometeu suicídio. Carlos Soublette e seu primo morderam a orelha do irmão do marido da prima de um tio do avô do filho da irmã de Bolívar, por consequência, a Venezuela foi batizada como Bolivariana.

História política[editar]

Venezuela defendendo-se do imperialismo
Chávez discursando na ONU
Chávez procurando uma mãe aleatória para quem ele possa...hu

Na quarta República denominada República Vendida da Venezuela, uns seres chamados Smurfs se encarregaram de colocar o petróleo á US$ 1 por barril de petróleo bruto, eles asseguravam que com essa estratégia Venezuela seria uma potência mundial, já que seria mais fácil contar os barris. Um barril, um dólar, assim alegavam os altos administradores smurfs, não haverá mais fraude econômica, uma vez que essa tese é comprovada por John Maynard Keynes e Papai Smurf[2].

Cquote1.png Se os venezuelanos exportarem 10 barris de petróleo por US$ 10,00, irão ganhar figuras emaranhadas que não alcançam as pessoas! Cquote2.png
Destacou Papai Smurf no MERCOSUL

A Venezuela sofreu um período muito curto de transição chamado República 4.5, que foi criado quando os extraterrestres da CIA tentaram instaurar seu Império Galáctico não porque jogaram no Real Madrid, mas sim porque haviam visto Matrix e Star Wars e queriam que os militares dessem um golpe de estado. Por isso, juntamente com os alienígenas, os Smurfs colocaram alguns soldados para dar golpes para assim criar um temor na Venezuela e derrubar Chávez da varanda onde ele dava seu discurso. Infelizmente, devido ás leis da física seu objetivo nunca foi alcançado.

Cquote1.png Foi por causa de Chávez! Cquote2.png
Exclamou um estrangeiro
Cquote1.png Nós não queremos que a Venezuela se torne vermelha! Cquote2.png
Exclamou um opositor

Os smurfs, mesmo sendo tucanos social-democratas, são altamente sensíveis á tudo que é vermelho, porque provoca irritação na bunda, nos olhos e nos olhos da bunda.

Atualmente[editar]

Chávez também é conhecido pelo seu alter-ego Zorra Zorro

Atualmente a Venezuela sofre de muitos poucos problemas políticos, entre esses temos a presidência, a vice presidência, o poder judiciário, o poder legislativo[3], os ministros, governadores, prefeitos, etc. Resumindo, o problema da política são os políticos. O presidente é tão louco que quer dar todo o petróleo nacional de presente para seus irmãos latino-americanos, para no final se tornar o Imperador da América Latina. Esse presidente se chama Nicolás Podre Madruga, bem como seus filhos Ramón Madruga e Rafael Correa e sua esposa Dilma Rousseff.

Política[editar]

O rosto de Chávez, certamente deformado por armas de raio da CIA, foi restaurado á sua ordem perfeita através dos milagres da medicina cubana, ainda que agora seja conhecido como Chávez, the Hutt.

A política da Venezuela é conhecida por ser um mosaico de grandiosidade por conta das atividades seus agradavelmente psicóticos ditadores. Tais atividades incluem:

Os políticos venezuelanos também são muito famosos por serem muito eficientes em lamberem as botas de Chaves e roubarem o dinheiro dos contribuintes trabalhadores, além de seres estúpidos o suficiente para aprovarem uma lei anti-videogames para acabar com os tiroteios diários entre os grupos de tráfico de drogas locais.

Partidos políticos[editar]

Um típico supermercado na Venezuela
  • Partido Socialista Unido da Venezuela - Depois de algumas baixas de alguns de seus membros, eles se desuniram (veja um tal de Antonini Wilson com 800 mil dólares em uma mala, um Ministro de Minas e Energia que deu 6 milhões de dólares a mais e um dono de malas), a nova ideia de Hugo Chávez foi eleger uma pessoa de acordo com o que queria para representar o partido. Uma pessoa consciente, delicada, pensadora e elegante, Chávez decidiu dar o cargo de secretário-geral do partido para Seu Madruga. Foi decidido mudar a cor vermelha, com um toque de rosa para representar o amor à Chávez pátria, o comunismo cubano povo venezuelano, etc. Seu slogan político é: Com o PSUV a merda se estende até 2021.
  • Putas Pátria para Todos - Os acima citados, antes de largar o osso do PSUV se organizaram e fundaram uma merdinha que resolveram chamar de PPT. Depois que eles foram foder com o roubo de um terminal que hoje abriga o maior número de ratos e bandidos que os agrada, e a porcaria da praça Arena, que é a única arena que se tornou um depósito de lixo após a sua inauguração, eles decidiram tomar o lado de Chávez e formar um grupo de partidos que supostamente queriam derrubar o tirânico PSUV, para chegar no poder e fazer a mesma coisa.

Nova Constituição[editar]

Típico rolo de papel higiênico da zelite venezuelana
Um gato que não mora na Venezuela
Foi assim que tudo que começou...

Como Nicolás Maduro está dando muito valor ás estupidez e malcriações que vem á sua cabeça, decidiu mudar a constituição para que pudesse governar por decreto, a nova constituição possui 20 artigos:

  • Art 1º - A República Social-Democrata Comunista Marxista-Castro-Leni/Trotsky-Bolivar-Chavista agora irá se chamar Chavezlândia.
  • Art 2º - Fim da propriedade privada, Nicolás Maduro é o dono de tudo.
  • Art 3 - A cidade de Caracas se chamará "Distrito Socialista dos Chavistas Bolivarianos de Caracas".
  • Art 4º - Revogação de todas as leis existentes, de agora em diante o PSUV deverá ser consultado para todo, ele vai decidir a sua conveniência, dessa forma irá criar novas leis em sua própria imagem.
  • Art 5º - Será feito um clone co o DNA de Maduro. Quando ele morrer, seu clone continuará no poder. Este clone deverá ser maltrato e humilhado durante o seu crescimento para que seja mais igualmente auto-consciente e ressentido socialmente como o original.
  • Art 6º - Apenas Maduro ou seus clones podem adicionar, remover ou modificar itens nesta constituição.
  • Art 7º - Maduro determina os personagens de maior confiança, para acompanhá-lo temporariamente em seu intento de dominação mundial.
  • Art 8º - Todos podem votar e cada presidente pode ser reeleito 20 vezes.
  • Art 9º - Eliminação do art 8º, todos os presidentes serão eleitos á dedo por Nicolás Maduro.
  • Art 10º - Qualquer um que discorde desta constituição terá sua casa e seu negócio expropriados.
  • Art 11º - A Ilha de Margarida de agora em diante será conhecida como Ilha de Chavelita.
  • Art 12º - Está terminantemente proibido que as pessoas busquem melhores condições de vida sair do país.
  • Art 13º - Oposição é golpe.
  • Art 14º - No que diz respeito ao artigo 5º, em um eventual caso da perda do DNA de Maduro, seu filho[4] terá as partes. E o respectivo será tratado da mesma forma especificada pelo final do artigo 5º.
  • Art 15º - Ninguém pode consumir mais de 500 kilowatts, exceto os líderes do poder anarquista público eleitos por Maduro.
  • Art 16º - Qualquer pessoa que não cumpra com o artigo 15 terá sua luz cortada por um período de 6 meses[5].
  • Art 17º - Os bancos agora abrem todos os dias e lhes é aplicável o artigo 15.
  • Art 18º - De agora em diante a PTJ será conhecida como a FOSC (Fascista Força Opressora Socialista e Chavista).
  • Art 19º - O tesouro nacional é agora propriedade do governo, como especificado no artigo 2.
  • Art 20º - Concede-se á qualquer pessoa o direito de abrir fogo contra quem falar qualquer coisa contra o presidente eterno Hugo Chávez, não importando se tem ou não um cargo público como a FOSC.

Economia[editar]

Todo mundo ama Chávez
Cquote1.png La democracia en Venezuela nón ecziste Cquote2.png
Padre Quevedo

O Partido Socialista Unido da Venezuela controla toda a economia desde que Hugo Chávez privatizou todas as empresas nacionais...e as colocou em seu nome. O governo também controla a economia infernal informal, e destina toda as galinhas, ovos e vacas para os salões do governo, onde é oferecido um banquete á todos os chavistas, enquanto os opositores ossos e baratas. O passatempo preferido de Nicolás Maduro é nacionalizar tudo o que vê de seu avião (em suas viagens á Cuba). No final, eles têm que importar toda a comida, roupas, eletrônicos, móveis, arte, cultura, educação, água e ar para respirar (ok, os dois últimos não).

O PSUV promove o comércio com a Ditadura de Cuba da seguinte maneira: a Venezuela manda petróleo, Cuba envia doutrinadores comunistas disfarçados de médicos, Venezuela manda mais petróleo, Cuba manda doutrinadores comunistas disfarçados de treinadores de futebol, Venezuela manda muito mais petróleo, Cuba manda lâmpadas elétricas de baixa qualidade, em seguida a Venezuela manda mais petróleo e Cuba não devolve nada. E Venezuela? Venezuela continua mandando petróleo...

A Venezuela também promove o comércio com a Bolívia, mandando mais de 200 milhões de dólares mensais através de programas denominados Ajude Evo (não é piada). Bolívia envia coca, mas não oficialmente, apenas para o presidente. Com a Argentina, a Venezuela envia gente desconhecida com maletas de 800 mil dólares. A Venezuela paga a dívida externa uma pequena comissão á Argentina. A Venezuela aumenta as reservas monetárias da Argentina. A Argentina os dá em troca a visita de Maradona, mas só ao presidente.

Chávez procurando papel higiênico

A Venezuela também já enviou 3897746914045136633 barris de petróleo para a China e os Estados Unidos em troca de papel higiênico e batatas fritas, mas até agora nada foi enviado ao país.

Forças Armadas[editar]

Assim como muitos outros países do terceiro mundo, a Venezuela é conhecida por ter um exército grande e forte o suficiente para derrotar a Colômbia, mas não grande o suficiente para entrar no Brasil sem ser estuprada, também grande o suficiente para se auto-derrotar, porque essa é a forma como os países do terceiro mundo mostram sua superioridade militar para o mundo: bombardeiam as suas próprias cidades. A Venezuela está constantemente se modernizando através de seu relacionamento com a Rússia e a China. Nicolás Maduro sabe que tem as melhores armas na região (mas ele não sabe que a Rússia só vende uns armamentos feitos de papelão, e nunca hesitou em ameaçar seu arqui-inimigo: a Colômbia.

Bases militares secretas[editar]

Uma das armas secretas do Exército Revolucionário

Não podemos revelar onde estão porque elas são secretas. Mas sabemos que existem já que Hugo Chávez falava dela todos os dias em um programa de televisão que a população era obrigada a assistir durante oito horas sem reclamar. O programa ainda existe, mas agora é apresentado por Nicolás Maduro e a população não consegue assistir nem oito minutos sem faltar luz, olha aí como o governo da Venezuela tem sido bom para as pessoas: a incompetência do governo em tomar conta da indústria de energia elétrica impede que a população tenha que assistir esta bosta.

Estas bases militares conta com a mais alta tecnologia pronta para a defesa. Mas só para defesa, lembre-se de que a Venezuela é um país tão pacífico que é permitido que seus vizinhos bombardeiem a sua casa sem ouvir reclamações. Estas bases estrategicamente posicionadas estão projetadas para defender a nação quando o Sr. Burns e o Império Galático os atacar. Entre as armas de defesa utilizadas estão flechas, pedras de ponta afiada de 150g, arco e flechas com pontas mergulhadas em fezes de morcego (10 a 12 metros de alcance), os dardos de uma zarabatana imprestável (13 a 15 metros de alcance), cuspe, palavras feias e uma AK-47 que foi pintada de preto e batizada como AK-103.

Entre os soldados do Batalhão Único Bolivariano de Defesa estão 23 homens, 3 mulheres (cozinheiras e lavadeiras), um travesti (...Ronaldo!), um cachorro com um olho só e uma vaca louca. Embora a CIA alegue que este exército, na hora de um combate, irá aplicar sua melhor defesa que é sair corrento. Enquanto isso, o MI-5 acredita que não sairiam correndo porque já foram muito pra Miami.

Cultura[editar]

Na Venezuela ainda se encontram primatas que já eram dados como extintos. Eles são muito chateados pois nunca estão em silêncio.
Não, isso não é cocaína, é arroz e feijão...

A fé da Venezuela está centrada no seu presidente eterno. O culto de sua personalidade hedionda nunca foi bem explicado.

Dia dos Namorados na Venezuela[editar]

Leia o texto de um jovem venezuelano que demonstrou ter amor por sua chica:

Cquote1.png Primeiro a uma buchada de bode que importei do Brasil, mais especificamente do Ceará e a faço comer igual uma jumenta com sede no sertão cearense. Ela não se dá conta do quanto comeu e começa a reclamar de dor de barriga. "Ai amor eu quero cagar" ela disse. "Vai no banheiro entao ora porra, to com cara de privada?" Respondi meio rude, pra dar ainda mais tensão ao momento, e tbm pq as vezes sou assim mesmo.

Ao mesmo tempo faço uma expressão de peripécia. Ela percebe e da um sorrisinho meio misturado com a vontade de cagar mesmo.

Por um momento ela lembra que estamos na venezuela e se desespera. Eu digo que peguei umas folha de bananeira no caminho do trabalho (sou cortador de cana, no meio do mato). Ela então se acalma e começa a caminhar.

Ela percebe que fiz um caminho em casa escrevendo bilhetes romanticos até chegar no banheiro. Aí ela se depara com um rolo de papel higiênico daqueles bem macios que tem até desenho de flor e um cheirinho tão bom que você tem pena de usá-lo (se for venezuelano). Ela olha pra mim com um semblante de espanto e ao mesmo tempo alegria, chorando, e eu, também emocionado, me agacho ao seus pés e digo em alto e bom som (imaginem isso em alto e bom som dentro de um banheiro):

amor, quer cagar comigo?

Ela diz sim e damos uma bela de uma cagada''
Jovem venezuelano no papel higiênico e na tal folha de bananeira

Cquote1.png Cabei Cquote2.png
Eduardo Jorge sobre texto acima

Hino Nacional[editar]

Os heróis da pátria mereciam um ódio ode!

Com a mudança oficial do nome do país para República Social-Democrata Comunista Trotsky Marxista-Leninista ou algo assim, outros aspectos da vida diária foram afetados, aspectos que eram de aparência irrelevante á primeira vista, e que na verdade demonstraram não servir pra nada. Um desses aspectos é o hino nacional, que foi substituído pelo Ode aos Heróis da Pátria, belíssima peça musical baseada em um popular programa de televisão.

Ode aos heróis da pátria

Chávez: Camarada Fidel, o que vamos fazer hoje?
Castro: O que fazemos todas as noites gorila, tentar conquistar o mundo!

São Chávez e Fidel.
Um deles é um macaco,
O outro já está morto
Da América Central eles são
Eles estão muito preocupados,
com o bem estar deles mesmos
São Chávez
São Chávez e Fidel, del, del, del, del, del, del, del!

Antes do amanhecer
Desenvolverão seu plano
E quando o sol chegar
Os imperialistas irão se cagar

São Chavez e Fidel
São Chavez e Fidel
Sua motivação
É fácil de explicar
Para roubar um montão
Ao mundo conquistarão

São Chávez
São Chávez e Fidel, del, del, del, del, del, del, del!

Hino alternativo[6]
Um golpe
Um golpe nas bolas
Nos tornam superiores
E nosso amado Chávez
É nosso senhor!
É nosso King Kong[7]
E nossas mulheres nos orgulham.
Pois somos zoófilas

Golpes
Golpes em nossos membros
E zoofilia sem fim
Nos tornam o melhor país
Para poder perseverar
O nosso sotaque de merda
Devemos fornicar
Com macacos se repete, dando patadas nos membros até que as bolas implodam

Segundo alternativo

Há tiranos ditadores, monarcas manipuladores
Cortesãos com cérebro de rato
Reis de modas mesquinhas, carentes de boas maneiras
O que os macacos preservam em sua ação?

Ele nasceu para governar e ninguém pode reclamar
A presidência chegou à maturidade
Um enigma e um mistério na história do império
Na presença da perfeição que é

Ah sim! É da nação soberana, o ser humano mais nobre
Possui alma limpa, do começo ao fim
Tudo gira ao seu redor, de seu capricho e seu encanto
Porque o país é tão perfeito...

Quem é ele? Chávez .........!
Sim!, é ele!
É da Venezuela, senhor!
É ótimo ou o quê? Yeah!

Oração

Chávez nosso que estás no inferno
Santificado seja o vosso socialismo
Venha a nós o vosso PSUV
Seja feita a sua vontade
Assim em Cuba como na Coreia
O bolivarianismo nosso de cada dia nos dai hoje
Não perdoais os opositores
Assim como nós não perdoamos os imperialismo
E não nos deixeis que o nosso regime acabe
Mas deixe-nos matar á todos
Heil Chávez!

Geografia[editar]

A querida filhinha de Hugo Chávez, neste momento está na cama de Maduro

Graças ao comandante intergalático defensor da pátria Nicolás Madruga, podemos saber que a República Bolivariana Anti-Neonazis Chavista da Venezuela está localizada perto do mar, fazendo fronteira ao norte com Marte, ao sul com a Disneylândia, ao leste com a China e ao oeste com a Fenda do Bikini.

Demografia[editar]

A Venezuela é conhecida por ter mulheres extremamente bonitas e homens muito idiotas. Muitas vezes, os homens venezuelanos são incapazes de atrair as mulheres bonitas, que só não são virgens porque os policiais de Maduro estupram as mesmas frequentemente a mando do próprio. O único homem conhecido nascido na Venezuela foi Simón Bolívar, o homem no qual Nicolás Maduro costuma cagar em seu túmulo a cada discurso.


Referências

  1. Principalmente o cobre, que representa o governo Chávez
  2. Vulgo Luís Inácio Lula da Silva
  3. Esse não existe
  4. Feito com uma concubina de 4 anos de idade
  5. É o mínimo que dá, já que até 5 meses e meio, ninguém tem luz mesmo
  6. Apesar deste outro também ser alternativo, este novo criado pelos irmãos bolivarianos de outros países que acreditam que o mundo vive em torno deles, que vivem pior...melhor?
  7. Talvez por isso a oposição o chame de Hugorilla

Ver também[editar]