Viadagem sem Limites

De Wikimerda
Ir para: navegação, pesquisa
O pior filme (gay) já produzido e realizado pelo Brasileirinhas.

Viadagem sem Limites é o segundo filme solo de MarcelaGaynardo24 (o primeiro foi Abuso de C.U.). É um caso homo-policial com seu namorado eterno, o gordo Jonny Scroto, que depois de anos de trabalho duro, mais uma vez fudeu seu namorado gay.

Sinopse[editar]

Gtk-paste.png Aviso: Este artigo ou seção contém revelações sobre o enredo (spoilers), como o fato de que MarcelaGaynardo24 e Jonny Scroto são duas bichonas e se amam loucamente.
Jonny Scroto e Marcelinha esperando Kid Bengala no motel.

Desta vez, a polícia da DescicloCity está tentando resolver os problemas de vandalismo do perigoso vândalo Branca de Neve. Mas há sérios problemas de coexistência entre eles que não podem funcionar como uma equipe sem querer transar um fuder com outro nos planos fracassados. O final é imperativo quando os detetives Rhubella e Rubeóla são forçadas a chupar o pênis de Kid Bengala.

Elenco[editar]

Jonny Scroto e Marcelinha em outra cena.
  • MarcelaGaynardo24: Rhubella Marie
  • Jonny Scroto: Rubéola Maria
  • Lev Vaca: Branca de Neve
  • Roderick Kohl: O homem do C.U.

Criticas e prêmios[editar]

O Quarteto de banidas da Desciclopédia.

No Brasil, o The Intercept, além do Catraca Livre, elogiou o casal gay que nunca parou de fuder nos 124 minutos do filme. Infelizmente, apesar de nem sequer serem indicados ao Oscar, os dois atores principais ganharam o Prêmio Vibrador de Ouro e o usaram para preencher o vazio existencial de seus ânus.

Ver também[editar]