Aborto

De Wikimerda
Ir para navegação Ir para pesquisar

"Atirar na barriga de uma grávida, matando seu feto, é assassinato! Mas assassinar o feto com uma tesoura tá liberado! Belo e moral!"


Michaelmyers.jpg Cuidado! Aborto pode estar atrás de você!!!
Aborto é um(a) assassino(a), um(a) louco(a) sadomasoquista, calculista, que esquarteja suas vítimas e depois vai para casa assistir sua novela! Ele provavelmente é sobrinho do Jack ou do Jason e adora "trabalhar" na Sexta-Feira 13 !
HAHAHAHAHA!

Aborto trata-se de algo maligno por natureza

Este artigo é dark
E quer te destruir por completo!
Típica campanha nem um pouco racista pró-aborto
Outra campanha apelativa pró-aborto, criada por pessoas que não acreditam em deus
Abortistas argumentam que o aborto iria resolver o problema da fome, visto que é para o prato de pastelarias chinesas para onde vão os fetos abortados pela Planned Parenthood

Cquote1.pngVocê quis dizer: Assassinato legalizadoCquote2.png
Google sobre Aborto
Cquote1.pngVocê quis dizer: Pena de morte para quem não cometeu crime nenhumCquote2.png
Google sobre Aborto
Cquote1.pngSua intenção era pesquisar: EugeniaCquote2.png
Google sobre Aborto
Cquote1.png Um procedimento bonito e divertido em que um parasita feio e horroroso é destruído antes que tenha a chance de fazer estragos no mundo! Cquote2.png
Feministas sobre o aborto
Cquote1.png Eu apoio! Cquote2.png
Estuprador sobre Aborto
Cquote1.png Belo e moral! Cquote2.png
Jean Wyllys sobre Aborto
Cquote1.png MONEY MONEY MONEY! Cquote2.png
Planned Parenthood sobre Aborto
Cquote1.png Adoçante! Cquote2.png
Pepsi sobre Aborto

Aborto refere-se a uma forma extrema de violência sexual contra as crianças, ou necro-pedofilia, muitas vezes praticada por Pedobear e outros. Falar de aborto em qualquer comunidade politizada chama uma guerra de 400 comentários. O ativismo pró-aborto é caracterizado pela produção de porções extremas de drama e quase sem pontos lógicos de qualquer natureza. No entanto, todo mundo sabe que os abortistas não tem razão, e que se a mulher não quiser ter filhos, ela deve saber que há muito tempo foi inventado um negócio chamado camisinha.

Alguns grupos tem sido conhecidos por comer fetos para conseguir poderes divinos, esta é uma técnica poderosa, mas apenas de fatos colhidos a partir da fonte correta. O aborto também é uma maneira útil de controlar a população sem instrução ou "com pensamentos retrógrados" (como argumentado pelos progressistas), visto que a maioria dos abortos são feitos por meninas de 12 anos brancas que são burras demais para usar um preservativo, ou saber fechar a pepeca.

Alguém que é pró-escolha é geralmente considerado como a personificação de todas as coisas impressionantes (estritamente devido ao seu amor por matar bebês, que é belo e moral.) No entanto, recentemente, o movimento pró-escolha foi preenchido com as feministas, tornando-se assim um movimento formado por parentes da Regina Casé. Os pró-escolha não irão descansar até que cada feto tenha sido sugado de cada útero, mas estão lutando para salvar os bandidos do Iraque e tirar estupradores e assassinos em série do corredor da morte. Para os abortistas, Osama Bin Laden é mais humano do que um feto.

Só porque o aborto salva as vidas das mulheres[carece de fontes] não significa que está tudo certo. Em suma, os pró-escolha são todos idiotas que acreditam que o assassinato é uma das atividades mais divertidas de todas. Em uma linguagem mais politicamente correta, o aborto é um procedimento médico simples, rápido e indolor em que um feto não desejado é removido de sua mãe e descartado. Ele tem sido conhecido por causar uma intensa sensação, de euforia nas mulheres, e é, portanto, o procedimento médico não cirúrgico mais popular na América.

História[editar]

É no prato de asiáticos que seu feto abortado acaba

Enquanto abortos têm ocorrido fora dos hospitais durante anos, os abortos medicamente assistidos começaram no final do século 20, quando as feministas começaram a procurar outra coisa para fazer em seu tempo livre, pois estavam cansadas de mostrar as tetas caídas. E votar de forma diferente de seus maridos saiu de moda quase tão rapidamente quanto a sua concepção, a idéia de matar fetos surgiu como uma alternativa para a obtenção de seu cabelo denominado cada fim de semana.

Em 1970, as melhores amigas Linda Coffe e Sarah Weddington convenceram sua amiga, Norma L. McCorvey, a fazer um aborto com elas em uma manhã de sábado. McCorvey tinha sido vítima de estupro e nunca tinha considerado o aborto como uma opção para acabar com a gravidez indesejada. Coffe e Weddington tinham engravidado em uma festa na noite de sexta-feira com o único propósito de abortar no dia seguinte. Depois que McCorvey teve seu primeiro aborto, ela decidiu processar o estado do Texas e tornar o aborto legal depois de perceber como era divertido. Usando o nome de Jane Roe (seu apelido na faculdade), ela conseguiu levar o caso perante a Suprema Corte dos Estados Unidos. A decisão do tribunal de legalizar o aborto recebeu uma reação mista da população americana: alegria com a legalização do aborto, e desapontamento quando souberam que abortos após o primeiro trimestre ainda eram ilegais[1].

Nos últimos anos, muitos avanços foram feitos na tecnologia do aborto, o que levou a avanços na velocidade, conforto e eficácia de custo de abortos. Essas inovações incluem o aspirador de pó, que foi aplicada pela primeira vez em clínicas de aborto no início de 1970[2]. O zumbido da máquina, o áspero, a sucção dissonante, e o rosto sem alma do bocal de tudo para fazer uma experiência em grande parte emocionante para as mães não-experientes. Médicos e freqüentadores de clínicas igualmente louvam o Vag-Vac (como os fãs gostam de chamá-lo) como sendo "realmente bonito ... uma obra de arte."

Outras inovações incluem o aborto em confortáveis assentos reclináveis com porta-copos e cartões de sócio semelhantes às que estão em centros de recreação para speedy check-ins.

Motivos para fazer um aborto[editar]

Vento.gif

Como abortar[editar]

Bicuda na barriga[editar]

Ás vezes o feto resiste!
Como abortar

Feita geralmente por adolescentes, bandidos e adolescentes bandidos. Devido ao fato de que bandidos não gostam de esperar, eles criaram a bicuda na barriga como uma alternativa ao aborto. Para fazer isto você deveria achar uma mulher (garota) grávida, puxar suas pernas para trás o máximo que conseguir, como se tivesse que chutar uma bola de cimento daqui até a China, mirar no útero (localizado poucas polegadas abaixo do umbigo) e chutar com todas as suas forças. Essa é uma das formas de aborto em que não há como os abortistas (leia-se feministas) apoiarem, visto que a mulher sempre morre nesses casos, mas os bandidos obviamente não estão nem aí, e as feministas? Também não!

Maconha[editar]

Você é um incompetente que não usou camisinha, nem gozou fora, nem comprou anticoncepcionais, pois bem: sua namorada engravidou. Infelizmente para você, seu incompetente, ela acredita que toda vida é preciosa e se recusou a abortar (bem feito).

Cquote1.png Abortar não! ARRANCAR ESSE PEQUENO PARASITA SANGUESSUGA DE DENTRO DELAA!!! Cquote2.png
Feminista Humanizada

Sendo o agradável e carinhoso namorado que você é, três vezes por dia você faz para uma boa xícara de chá forte usando estes ingredientes: motherwort, poejo raiz, goldenseal, raiz cohosh azul e gengibre. Além disso, alimenta ela com quantidades loucas de vitamina C para ajudar a destuir as provas do crime. Como qualquer um que realiza aborto, você deve ser um tremendo de um filho da puta, diga a ela que vai ajudar o bebê a crescer grande e forte. Depois de alguns dias, ela terá abortado misteriosamente.

Aborto Natural[editar]

Às vezes, os médicos irão preparar os fetos com um molho de pimenta doce e irão servi-los com brócolis. Para isso, você deve ser um membro de uma clínica de aborto em particular.
A maioria das mães estão muito ocupadas desfrutando de seu aborto que nem se importam para onde os fetos vão

Segundo Richard Dawkins, os seres humanos atrasam seus relógios em mais de quarenta por cento. O que significa que, de cada concepção humana no planeta, cerca de quarenta por cento no final se tornam"aborto espontâneo", o termo médico para "aborto". Segundo esse lunático, "supondo que" exissta um Deus e que nós, seres humanos foram concebidos propositadamente e intencionalmente, isso significa que o nosso criador supremo adora matar bebês em gestação.

Cquote1.png Quê??? Cquote2.png
Qualquer um sobre o que está escrito aí em cima

Como você deve ter percebido, aí em cima eu disse que essa é uma teoria formulada por Richard Dawkins, ou seja: não faz sentido!

A cultura do Aborto[editar]

Desde Roe v Wade, o aborto tem continuado a crescer em popularidade como passatempo das mulheres. Muitas clínicas de aborto têm agora fã clubes, páginas do MySpace e calendários que estão disponíveis na época do Natal a cada ano[3]. Muitas mulheres optam por ir para abortar com as suas amigas ao invés de ir para degustações de vinhos ou compras de jóias com seus maridos/namorados/pastores alemães. Abortos tornaram-se uma parte regular da vida de uma jovem garota. Para muitos, ter um primeiro aborto é uma ocasião solene, muito mais solene do que a do primeiro beijo, da primeira menstruação ou do primeiro ato sexual.

Em algumas cidades é tradicional que uma jovem fique grávida na noite de seu aniversário de quinze anos para que ela possa ter seu primeiro aborto no dia seguinte com seus amigos. Entre os entusiastas do aborto[4], um léxico não oficial de várias frases relacionadas com o aborto são usadas em situações casuais. Palavras de calão incluem:

  • Obtendo raspas: O ato de fazer um aborto. Em alguns casos, pode referir-se a ter um aborto no exterior de um hospital ou clínica.
  • Meleca, sucata, xarope de bebê morto - O repugnante e mastigado resto de um feto depois de ser sugado para fora da vagina de uma mulher.
  • Ficando quente - O ato de trazer uma bebida do exterior, geralmente um café, para a clínica para desfrutar durante o aborto.
  • Cão de pradaria - Um feto que é abortado em um aborto de nascimento parcial.
  • Saco de lixo - O saco de lixo em que os restos do feto são colocados. Algumas clínicas, como a Planned Parenthood, permitem que as mulheres levem para casa o saco de lixo para dar para seus pastores alemães para que eles comprem mais jóias para eles.

Opinião pública[editar]

O aborto é muito popular nos Estados Unidos. Muitas igrejas e outras organizações cristãs saíram em apoio do processo, citando o seu mérito como uma oportunidade de se envolver em comunhão construtiva com os amigos, enquanto eles a mantem longe de cometer adultério. Comunistas elogiam o aborto como "uma alternativa prática segura de contraceptivos". Bill Donohue, presidente da Liga Católica americana e geralmente boa pessoa, acha que o aborto "avança nossa cruzada contra os preservativos de uma forma positiva."

Vantagens?[editar]

Enquanto algumas pessoas dizem que o aborto pode ser um momento triste cheio de estresse psicológico e preocupação, há uma abundância de coisas maravilhosas se pode desfrutar após a operação fácil.

  • Ganhar popularidade em um jogo entre os adolescentes suburbanos em que você recolhe os seus fetos mortos e acumula-os juntos com uma cola modelo, a fim de jogar Jogos Mortais com os bebês. O mais fascinante é o feto-ball - em que o fetos são congelados, em seguida, colocados em torno de um quarto, uma vez que comecem a derreter, ficarão grudados.
  • Envolver o feto em carne de hambúrguer e dar a um amigo para uma divertida, fácil e barata brincadeira de primeiro de abril!
  • Se você sente que você não chegará a conhecer o seu pequeno "amálgama sem alma", você poderia sempre desmontar brinquedos e fazer um pequeno companheiro tagarela que você poderá crescer amando até que eles começam a se decompor.
  • Se isso for feito na hora certa, os fetos abortados podem sobreviver até a idade adulta, embora muitas vezes não tenham uma vida muito boa, eles levam uma vida destrutiva entre a população. Faça um amigo feto, se você conhece um, talvez você possa ajudá-lo ao longo de seu caminho para a verdadeira felicidade.
  • Você pode usar como adoçante!

PS: As feministas irão levar isso a sério.

Cquote1.png HAHAHAHA! Não falei? Até esses coxinhas pró-vida da Wikimerda concordam que há vantagens em abortar Cquote2.png
Feminista que não leu essa seção
Cquote1.png HAHAHAHA! Não falei? Até esses coxinhas pró-vida da Wikimerda concordam que há vantagens em abortar Cquote2.png
Feminista que leu essa seção

Curiosidades[editar]

  • O aborto foi inventado porque algumas pessoas eram muito burras para usar uma porra de um preservativo que custa 1 centavo e meio na farmácia que fica na frente da casa.
  • Em abril de 2007, a estudante de arte de Yale Aliza Shvarts alegou ter feito inseminação artificial pelo menos 100 vezes, e depois realizando abortos com remédios à base de plantas, e salvando os fetos mortos em potes de palmito, colocados dentro de um porão. Em 2012 ela teve um filho, e o colocou de castigo nesse porão.
  • Adolf Hitler era obcecado por aborto, e realizou pelo menos sete em sua esposa.
  • Nas primeiras semanas de gestação, antes que a mulher possa descobrir que está grávida, o sistema mamário começa a desenvolver leite nas tetas femininas, que se acumulam cada vez mais depressa. E o aborto só retira o feto, o leite não vai embora. Caso a mulher não seja desmamada, suas tetas virarão pedra, e poderão desenvolver câncer de mama. Alguém tem que mamar esse leite. E todos sabemos que leite materno tem gosto de mijo.
  • Após a Pain Olympics ser proíbida pelas autoridades ucranianas, o FEMEN organizou a olímpiada de abortos, o que incluía modalidades como competir qual delas faz aborto mais rápido, o que incluiu fazer força para soltar o feto da xota como se fosse merda saindo do cu, quem conseguia comer fetos abortados mais rápido e quem conseguiria fazer o feto ejacular mais rápido(???), todas bem puxadas e mal-sucedidas.
  • Sabe o médico que iria curar o câncer? O político honesto? A loira inteligente? O pacifista que iria apaziguar a violência no mundo? E todos aquelas tipos de pessoas que ainda faltam no mundo? Pois é, foram abortadas...

Vídeos[editar]

Ver também[editar]


A gente fala merda mas comprova o que fala!

  1. Animais de festas hardcore muitas vezes permitiram que violações ocorressem em suas festinhas de terceiro trimestre apenas para ocorrerem um aborto de nascimento parcial, que supostamente dá à mãe uma emoção melhor.
  2. Algumas mulheres ainda preferem o romantismo do método roupa-gancho.
  3. Todos os modelos para o referido calendário são realmente fetos abortados. É notável a facilidade com que se pode encontrar biquínis tamanho feto.
  4. Agora disponível na loja online da Planned Parenthood: Camisas "O entusiasta do aborto" É um grande presente para o dia das mães!

Ligações externas[editar]