Eleições presidenciais nos Estados Unidos em 2016

De Wikimerda
Ir para navegação Ir para pesquisar

A América será grande novamente!

Vai ter muro sim!

Wikisplode.gif
Se quer ler um artigo com fontes fiáveis, a Wikipédia tem um artigo sobre: Eleição presidencial nos Estados Unidos em 2016.



Eleição presidencial dos Estados Unidos em 2016
 

2008 ← Mcdonaldsforamerica.gif → 2016


nsei
6908ae.jpg 16011.jpg SDC10007 wat.jpg
Candidato Frank Underwood Ted Cruz Bernie Sanders
Partido Democrata

U.S. Democratic Party logo (transparent).svg

Nacional Socialista

Nazi-gop.jpg

Comunista
Natural de Carolina do Sul Alberta Stalingrado
Companheiro de chapa Donald Trump Blythe Chris McLean Vladimir Lênin


Ditador

Eleito
Ralph Nader
sem partido


Cquote1.png Não me representam! Cquote2.png
Andrew Jackson sobre os candidatos democratas
Cquote1.png Não me representam! Cquote2.png
Abraham Lincoln sobre os candidatos republicanos

As eleições presidenciais nos Estados Unidos em 2016 tiveram mais espaço na mídia do que o Estado Islâmico, a Rússia e os tiroteios nas favelas do Rio de Janeiro. Como 2016 será o último ano da era de Barack Obama, que é o presidente americano mais amado no resto do mundo e ao mesmo tempo o mais odiado dentro de seu próprio país (se engana quem pensa que é George W. Bush, este é odiado apenas pelos democratas, enquanto Obama é odiado por ambos republicanos e democratas), os políticos old school querem ser os salvadores da pátria.

Depois de mais de 100 anos como o partido da escravidão e do racismo, o Partido Democrata decidiu romper com a Ku Klux Klan (pelo menos publicamente) e parar de se preocupar em elaborar boas propostas e projetos de nação para se utilizar de populismo de minorias. Em 2008 e 2012 conseguiram eleger Barack Obama acusando todos os seus críticos de serem racistas pois os Estados Unidos nunca tiveram um presidente negro e portanto criticar o candidato negro é racismo.

Dessa vez, o Partido Democrata não fez diferente, lançou a senhora de Benghazi, e-mails e servidores pessoais Hillary Rodham Clinton. Os Estados Unidos já tiveram seu presidente negro e ele só fez merda, então agora tá na hora de utilizar outro grupo de minorias como massa de manobra: as mulheres. Claro que nem de longe essa bruxa representa as mulheres, mas se você criticar você é machista.

MAAAS para o desgosto do Partido Democrata, dois podem jogar este jogo, e o Partido Republicano lançou como pré-candidatos um negro, uma mulher, dois imigrantes e um indiano. Os democratas, que nem são burros nem nada, decidiram concentrar seu ódio na figura de Donald Trump, pois não importa que todos os 17 pré-candidatos critiquem a imigração ilegal, devemos atacar Trump por ser o mais rico e branco. Apesar disto, o Partido Republicano não muda o discurso.

História[editar]

Imagina...
Hey Martin, quantos votos você recebeu?
E você, Gilmore?

Essa é uma enciclopédia (ou pelo menos deveria ser, né) e como tal deve dizer que as eleições de 2016 começaram nas eleições de 2012 porque sim. Todo mundo sabe que em 2012 Barack Hussein Obama ganhou apertado de Mitt Romney. A ideia do Partido Democrata era fazer o que sempre faz: posar de bonzinho e defensor das minorias e acusar os opositores de fascistas, elitistas, racistas, homofóbicos e machistas. A ideia do Partido Republicano foi lançar um candidato com pontos de vista parecidos com o do outro lado, pois viram que o queniano tinha uma popularidade absurda. Eles acharam que era por causa das ideias, mas era por causa da cor de sua pele.

Enfim, perderam né. Então entraram em polvorosa, e decidiram lançar reuniões de pauta em estados de beisebol para falar com todo mundo ao mesmo tempo. Lá começou o dilema: quem lançamos? um moderado? um esquerdista? um extremista? um odiado?. Estavam desesperados, raspando a colher na parede para fazer farofa. Até que alguém, lá em cima, gritou: vamos lançar alguém de fora!. O Comitê Nacional Republicano assim fez, e pegou um cachorro que estava mijando no poste do lado de fora do estádio. Não foi isso que eu quis dizer, gritou o ilustre desconhecido. O manda-chuva então pegou um mendigo que estava lá fora. Não, meu amigo, não é isso. Eis então que a elite do partido vai para a rua e lá encontra Donald Trump catando lixo para fazer o jantar de seus funcionários. Os republicans levam Donald para o estádio, dizendo para o mesmo que queria vendê-lo.

Após explicarem a ideia para o sr. Donald, ele aceita e berra oficialmente no seu programa O Aprendiz após demitir alguém que vai ser o candidato republicano á presidência. Eis então que a imprensa imparcial e neutra reage á situação: PARTIDO REPUBLICANO LANÇA EMPRESÁRIO RACISTA, HOMOFÓBICO, MISÓGINO E NEO-NAZISTA COMO PRÉ-CANDIDATO. Então uma ala inteligente decidiu mudar a tática e falou o óbvio: oras, vamos jogar o jogo deles. Vamos lançar minorias como candidatos. Puxaram então dois latinos, um indiano, um negro e uma mulher. Dois latinos porque lançar um gay já é demais, então botaram logo dois latinos para ocupar o lugar do gay.

Mas os republicanos não mudam mesmo, pediram logo para um monte de cara velha e que ninguém aguentava mais, tentarem a presidência. Então apareceram três candidatos da última eleição, o parente (filho e irmão) dos dois ex-presidentes republicanos mais odiados, um texano e um libertário (que pela primeira vez na história não foi Ron Paul). E mais alguns governadores pra ocupar espaço. Nesse meio tempo, eles ganharam as duas casas. As mesmas não foram compradas por Donald Trump nem nada, isso é tudo intriga da oposição do governo.

Enfim, chega de falar dos rednecks moralistas e vamos falar da periferia promíscua. Os Democratas estavam tranquilos, afinal tinham dado uma surra das fodidas nos republicanos nas duas últimas eleições. Então pensaram em simplesmente lançar o ex-presidente e mais um nome conhecido e pronto, acabou. Mas eis que acontece o inesperado: a oposição ganha as duas casas. Fodeu, os democratas tiveram que largar a maconha e o sexo livre pra começar a pensar, o que é muito dificil pra eles. O vice-presidente Joe Biden logo pulou fora. Mas eis que a ex-primeira dama do ex-presidente democrata mais odiado (que a partir do ano que vem será o segundo) decide chegar junto e utilizar a velha tática populista, o que tranquilizou um pouco os azulzinhos. Mas eis que eles olham quem o outro lado estava lançando e veem sua tática cair por terra, pois estava sendo utilizada pelos opositores.

Então um senador independente lá do cu de Vermont resolve aparecer para salvar os demos. Ele percebeu que já não estava mais dando certo os democratas esconderem sua cara e fingindo que são apenas progressistas e não socialistas segregacionistas. A elite do partido também percebeu que já não estava mais dando certo o senador esconder sua cara e fingir que é apenas um independente e não um Democrata não-registrado. Associando uma coisa com a outra, é feita a aliança: Bernie Sanders é pré-candidato pelo partido. Hillary Clinton e os republicanos deram muita risada, mas quem ri por último...Bernie Sanders teve um sucesso que nem ele mesmo esperava. Vendo isso, dois ex-governadores, um senador e um de fora resolvem entrar na disputa para parar o radical. O senador é um cara bem moderado que apesar de ser um esquerdista, não possui visões criminosas. Como resultado, ficou em último e teve que vazar dois meses depois. Dez dias depois vaza um dos governadores. Um mês depois vaza o de fora.

Aliás, falando um pouquinho sobre o de fora, ele é uma piada pronta até mesmo para os demos. O cara lançou sua candidatura por acreditar que o sistema transparente de votações dos Estados Unidos (onde simplesmente não há fraudes) é uma bosta e decidiu se candidatar para devolver a democracia aos cidadãos, não possuindo qualquer proposta para os outros setores, dizendo que renunciaria ao cargo após reformar o sistema eleitoral. Até as formigas deram risada. Mas a verdade é que Larry Lessig queria sim ser um candidato sério que tivesse boas propostas, mas é burro demais para isso. Porque acha que ele é um democrata?

Enfim, o tempo foi passando e os candidatos foram desistindo aos poucos. Os debates foram todos muito engraçados e cheios de porrada. Os libertários e demais membros de terceiro-partido e independentes estavam em polvorosa falando o que sempre falam: POLARIZAÇÃO MALDITA, REPUBLICANOS E DEMOCRATAS SÃO A MESMA RAÇA DE ESTATISTAS CORRUPTOS (coisa que os republicanos falavam da polarização Whig-Democrata) e lançando candidatos bizarros e insignificantes. Donald Trump e Bernie Sanders falavam merda atrás de merda e passavam vergonha atrás de vergonha. E assim caminhou a humanidade, até as primárias começarem. Dia 1 de fevereiro, Ioda Iowa votou, com a vitória do latino canadense e da bruxa velha. Depois foi a vez de Nova Hampshire, com a vitória do pato e do velho broxa. Daí vem Nevada e Carolina do Sul, dando vitória ao pato e á bruxa. A essa altura, os republicanos de 17 candidatos passaram a ter apenas 5, e os democratas de 6 passaram pra 2.

Rolou a Super Terça, e lá foram definidos quem serão os candidatos. A coisa ainda não acabou, mas 13 estados votaram em peso, ganhou quem? Quem já tava decidido que iria ganhar desde que tudo começou: Trump e Clinton. Boa sorte, americanos!

Pré-candidatos[editar]

Partido Democrata[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Partido Democrata
Hillary Clinton é a favorita entre os candidatos do Partido Democrata
Bernie Sanders rindo á toa
Bernie Sanders cortando o rabo do macaco

Não sabemos se são os pré-candidatos do Partido Democrata ou o elenco de The Walking Dead, o que sabemos é que dentre os pré-candidatos do partido dos jovens e minorias, não havia uma pessoa sequer com menos de 50 anos.

Nomeada[editar]

  • Hillary Clinton, ex-secretária de estado e ex-primeira dama. Não possui qualquer tipo de propostas para nenhuma área, tudo o que faz é chamar seus críticos de machistas porque eles não suportariam ver uma mulher do sexo feminino na presidência da República. Hillary é a candidata que mais possui escândalos e controvérsias. Primeiramente porque assim como uma certa presidente brasileira, Hillary Clinton possui um QI de ameba, é lerda e incompetente. Durante seu cargo como secretária de estado, black blocs atacaram a base americana em Bengazi, Hillary Clinton também utilizou o sistema de e-mails do governo para mandar nudes para Barack Obama e fofocas para Nancy Pelosi. Ficha limpa!. Ganhou em Iowa porque lá só tem velho, e a velharada quer Hillary.

Perdeu![editar]

  • Bernie Sanders, já perdeu um comunista senil com a mente fraca e consciência envelhecida. Ainda mais dinossauro que Hillary Clinton, Bernie é o candidato de Hollywood, uma vez que não há outro grupo que tenha sido beneficiado pelo capitalismo como são os hollywoodianos. E como todo grupo beneficiado pelo capitalismo, eles simpatizam com o socialismo e vão com a cara de Bernie Sanders. Quando vai fazer seus discursos, Bernie esquece de tomar seus remédios e solta tanta pérola que pode ser considerado o candidato que mais traz alegria ao povo americano, pois só mesmo dando risada. Por increça que parível, o mais estatista dos democratas ganhou no estado mais liberal dos republicanos: Nova Hampshire.

Largaram o osso[editar]

  • Lincoln Chafee, apesar de seu primeiro nome, não tem nada a ver com Abraham Lincoln, mas sim com George Lincoln Rockwell. Como possui cara manga chupada e voz de taquara rachada, Lincoln Chafee foi orientado á seus companheiros progressistas que se filiasse ao Partido Republicano para que seus amigos da mídia pudessem esculachar os republicanos como fazem todos os dias depois do almoço. Em 2013, após a derrota esmagadora que sofreram nas urnas, o Partido Republicano já tinha um milhão de outras coisas para ser esculachado, e Chafee se mudou para o Partido Democrata. Seu sobrenome, Chafee, foi lhe dado quando uma caneca de café quente caiu na cara dele quando ele era pequeno, o que o deformou para sempre. Largou o osso porque o seu número de apoiadores estava igual à seu estado.
  • Jim Webb, parente do cantor Jimmy Webb, Jim é um macaco albino depilado. Sua testa consegue refletir a luz de uma vela e iluminar Detroit todas as noites, por isso os democratas são tão populares em Detroit, sem Jim os detroitianos não conseguiriam se enxergar a noite. Não tendo sobrancelha e com cara de estuprador, Jim decidiu se pré-candidatar com fotos em que aparecia com cabelo pintado. Mostrando sua verdadeira cara nos debates ao vivo, ficou em último lugar nas pesquisas porque os cidadãos de Detroit não tem televisão em casa, assim desistindo da campanha.
  • Lawrence Lessig, esse dispensa comentários. Apesar de ser um professor de Harvard, o cara é uma verdadeira toupeira. Com sua cara de nerd e nome de burguês nova-iorquino, Larry não possui qualquer proposta para qualquer área. Saúde? Obrigado mas eu não espirrei. Educação? Sim, eu fui muito bem-educado. Segurança? Não se esqueçam de usar o cinto. Em um país cujo sistema eleitoral pode ser conferido por qualquer cidadão, Lawrence Lessig queria ser eleito para devolver a democracia aos cidadãos. Queria fazer profundas reformas em um sistema eleitoral eficiente, para em seguida renunciar. Largou o osso dois dias antes de seu primeiro debate, pois seria tão ridicularizado que sairia correndo dos estúdios pra ir chorar pra mamãe.
  • Martin O'Malley, esse usa colgate. Ex-governador do estado de Maryland, Martin é o típico político estereotipado que vemos nos filmes americanos mais chatos. Também possui cara de diretor de escola primária. Como todo democrata, foi eleito governador defendendo os traficantes e estupradores, para depois que chegasse ao governo criasse uma prisão de segurança máxima. Até hoje é esculachado pelos democratas por isso, mas o que eles não sabem é que esta prisão foi criada para mandar os mophóbics, racistas e fundamentalistas cristãos, ou pelo menos o que a esquerda julga como homofobia, racismo e fundamentalismo. Largou o osso depois de receber 11 votos em Iowa, enquanto seus rivais receberam 50.000 votos cada um. É pra dar risada ou não é, auditorioum?

Partido Republicano[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Partido Republicano
A peruca de Donald Trump fugindo pra natureza
Ben Carson rindo á toa
Marco Rubio é o candidato mais jovem
Chris Christie durante a infância
Carly Fiorina, uma mulher linda
Rick Perry, muito sexy
Lindsey Graham

Cquote1.png Deveriam se preocupar menos com a Clinton e mais com o Sanders Cquote2.png
Qualquer um sobre os republicanos

Todos os republicanos querem ser presidentes, o ódio de Obama é grande. Tem candidato que não acaba mais, o que acaba causando uma zorra. Eles acusam o Partido Democrata de querer dividir os cidadãos, mas perdem mais tempo criticando uns aos outros do que discutindo propostas conservadoras/libertárias. Pelo menos são engraçados, todos fumaram a maconha de Jeb Bush.

Nomeado[editar]

  • Donald Trump, se tratando do Partido Republicano, não poderia faltar o magnata bilionário que limpa a bunda com notas de um milhão de dólares. Na frente de todo mundo pois não gosta de ficar atrás, Donald Trump é conhecido por não gostar de mexicanos. Sua primeira esposa, Ivana Trump (péssima escolha, devo ressaltar) o trocou por Héctor Bonilla em 1992. Para afogar as mágoas, Trump comeu um taco que lhe deu uma caganeira da porra. A partir daí, Trump juntou-se a seus acessores para inventar histórias interessantes sobre os mexicanos para contar na mídia e nos debates. Apesar de visto pelos liberalecos como um ultraconservador autoritário, Trump ganhou em Nova Hampshire, um estado tão liberal que os liberotários querem transformá-lo na primeira província do Ancapistão.

Largaram o osso[editar]

  • Rick Perry, o tio louco da Katy Perry. Ficou muito chateado quando sua sobrinha foi pra Cuba e elogiou o país[1]. Decidiu então se pré-candidatar, para levar a público a opressão e a ditadura de Cuba. Entretanto, nos debates tudo o que sabia fazer era descer o pau (nos dois sentidos) em Carly Fiorina e John Kerry (neste último em um sentido só, eu acho). Abandonou a candidatura quando seu irmão gêmeo britânico Simon Cowell decidiu apoiar Hillary Clinton, e quando viu que todos os holofotes a respeito de Cuba estavam em Marco Rubio.
  • Scott Walker, chegou a participar de dois debates, ocupando o espaço que deveria ser de alguém que estaria disposto á ir até o fim. Nos debates, tudo o que sabia fazer era falar da maravilhosa Harley que diz ter, mas na verdade tudo o que ele tem é uma Scott. Também é garoto propaganda da Johnnie Walker. Deixou a corrida quando a internet (sempre ela) percebeu as semelhanças entre o seu cabelo e o de Kim Jong-un.
  • Bobby Jindal, proprietário do Kwik-E-Mart e pai de oito gêmeos. Um garoto indiano governador da Louisiana, prometeu levar empregos para o estado e reparar a sua imagem nacional. Não deixou de cumprir sua promessa, mas esses empregos eram todos como caixa em mercadinhos como o que ele possui em Springfield. De qualquer forma, utilizou o estado apenas como um trampolim para se candidatar, e utilizar o fato de ser um indiano católico como populismo de minorias para se eleger. Largou o osso quando viu que ninguém ligava pra ele.
  • Lindsey Graham, apesar do nome de mulher, é um homem, um homem feio pra caralho. Tem esse nome para que Lindsay Lohan não seja a única Lindsay do partido. É odiado pelos democratas por ser um republicano pró-guerra e odiado pelos republicanos por ser um esquerdista. Pelo menos é o que dizem os ultraconservadores do partido, talvez tentando se desvincular do senhor Graham. Putinha de John McCain, Graham costuma chamar de palhaço fascista ignorante todos que criticam a incoerência do sr. McCain. Durante os debates secundários, costumava criticar todos os que estavam na sua frente e deixava pra criticar os democratas nas declarações finais. Desistiu chorando, tadinho[2].
  • George Pataki, apesar de ter sido governador de Nova Iorque, eu não faço a menor ideia de quem possa ser. Só sei que ele limpa muito bem seus dentes, e é velho. Desistiu porque não é idiota.
  • Mike Huckabee, o velhinho apaziguador. Enquanto os republicanos brigam como gatos e ratos, Huckabee gosta de dizer que todos eles são seus amiguinhos e que os colocaria nos ministérios nacionais se fosse eleito presidente. Apesar de ser apaziguador, é o grande herói de Chuck Norris[3]. Apesar de ser um velhinho religioso, toca guitarra pesada em uma banda de black metal do demônio[4] que tem até ofensa no nome. Vazou depois de receber 3000 votos em Iowa, enquanto isso Jim Gilmore, que recebeu apenas 7, continua na disputa.
  • Rand Paul, filho de Rogério Cardoso. Rand acredita que todos os políticos que ajudam os globalistas a trazer uma Nova Ordem Mundial deveriam ser decapitados e suas cabeças colocadas em pontos estrategicamente disseminados nas imediações do Congresso para desencorajar a corrupção desenfreada que está afligindo os mais altos cargos no Reino. Um libertário objetivista, Rand acredita no mercado não tendo nenhuma experiência no mundo dos negócios além das limonadas que vendia quando criança, que parou de vender quando entornou tudo na sua cara. Largou o osso pra imitar o que o papai fez em 2012.
  • Rick Santorum, o mais odiado de todos. Não pela sua cara de besta coalhada, nem pela sua cabeça em formato de ovo de páscoa, mas por ser um pateta. Decidiu se candidatar a presidência pra jogar sua sabedoria espumosa na mistura. Rick foi chutado pra fora do congresso em novembro de 2006, por ter medo de pedófilos (sua mente é de uma criança, o que explica tudo o que faz e fala), homossexuais e furries. Apesar de fazer mais bebês do que o coelho durante o acasalamento, Santorum considera o sexo não só um pecado, mas um delito punível. Ele tentou banir os aspectos mais desprezíveis da sexualidade, incluindo a homossexualidade, o sexo homossexual, e a viadagem. Santorum também possui um projeto de lei para proibir contraceptivos, como preservativos, pois considera que isso tirar o direito de alguém de obter uma doença sexualmente transmissível. Largou o osso depois de ver tanta viadagem nos debates principais.
  • Chris Christie, o governador gordo de Nova Jersey, o estado democrata e esquerdista. Quando não está no McDonald's, está usando um helicóptero para voar para os joguinhos de criança de seu filho igualmente gordo ou utilizando a televisão para conversar com o estado sobre os seus sentimentos. Os cidadãos daquele estado se orgulham de vê-lo voando (e ficando no ar, apesar de sua enorme circunferência) enquanto estão presos no trânsito porque Christie fechou uma rampa de saída para ofender um prefeito que não apoiou sua reeleição, ou porque ele decidiu atravessar a rua. Largou o osso porque não cabe dentro da Casa Branca.
  • Carly Fiorina, criadora do seriado iCarly. A única mulher nas primárias republicanas, deveria ser a grande rival de Hillary Clinton, pois poderia realizar o desejo dos democratas de ter uma mulher na Casa Branca sem precisar eleger uma democrata. Ao invés disso, Fiorina perde seu tempo criticando e interrompendo seus próprios colegas republicanos e defendendo dois grandes inimigos do partido: o feminismo e o islamismo, além de esculachar Donald Trump por este estar na sua frente. Caso Donald Trump consiga a nomeação, no dia seguinte estará em todos os jornais que os dois foram vistos saindo juntos de um quarto de motel. Largou o osso porque está apaixonada por ele.
  • Jim Gilmore, pobre Jim Gilmore. Apesar de ser um pré-candidato de um dos dois principais partidos políticos, está atrás dos candidatos independentes nas pesquisas. Na verdade ele nem aparece nas pesquisas. Os seis pré-candidatos que largaram o osso, Jim Webb, Lawrence Lessig, Lincoln Chafee, Rick Perry, Scott Walker e Bobby Jindal, ainda aparecem nas pesquisas. Coitado de Jim Gilmore, dá até pena, parece que ninguém liga pra ele, nem mesmo seus correligionários da Virginia. Preciso realmente dizer porque ele desistiu?
  • Ben Carson, um médico negro. Não sabe absolutamente porra nenhuma sobre política externa e só possui o apoio da maioria dos republicanos e direitistas do mundo inteiro por ser negro, porque eles querem mostrar que não são racistas. Eles negam e dizem que é porque Carson é um doutor, questionados sobre que tipo de médico é Carson, eles respondem pediatra, dentista, ginecologista e até mesmo urologista. Talvez eles estejam precisando de um neurocirurgião. Ben Carson foi o primeiro médico que conseguiu separar gêmeos siameses, mas todo mundo o conhece por ser um republicano negro. Vazou porque acabaram as cotas.
  • Jeb Bush, BUSH??? AAAAAAAAAAAAAAAAAAAA. Irmão de George W. Bush e filho de George H.W. Bush, Jeb é casado com uma mexicana gorda que tem nome de chocolate, Columba. Quando seu irmão é criticado pelos seus colegas, ele não perde a oportunidade de defendê-lo dizendo que apesar da guerra desnecessária, do governo grande que vai contra a ideologia do partido, das fraudes eleitorais e do telefone ao contrário, ele manteve a nação segura. Apesar disso, Bush honra tanto a sua família que seu logotipo de campanha, Jeb!, omite o sobrenome da família. Vazou porque chega de Bushes.
  • Marco Rubio, outra minoria dentro do Partido Republicano. Assim como o governador Arnold Schwarzenegger, Marco Rubio é oriundo de um país socialista e, portanto, mesmo sendo um imigrante, não poderia ingressar no Partido Democrata. Marco Rubio é um dos cubanos que foram nadando pra Miami e conseguiram logo de cara uma cobertura com piscina. Aí não tinha jeito, se tornou um privilegiado, seu lugar é mesmo no GOP. Marco Rubio é a prova concreta da hipocrisia do Partido Republicano, que critica o populismo de minorias do Partido Democrata mas acusa de xenofóbico todos os críticos de Rubio. Largou o osso porque conseguiu perder na Cuba do norte: Miami.
  • Ted Cruz, apesar de ser um imigrante, é o vice na chapa de Donald Trump. Não há nada de errado nisso uma vez que Cruz é oriundo de um país ainda mais WASP que os Estados Unidos: o Canadá. Apesar de ter estado no senado por apenas dois anos, Ted Cruz anunciou sua candidatura á Casa Branca em março de 2015. É isso mesmo, um canadense com pouca experiência política, que ninguém gosta, e que está na casa de um dígito em quase todas as pesquisas independentes, decidiu que poderia ser presidente. Mesmo com toda a felação de Sheldon Adelson, Dan Wilks e qualquer outro cara rico disposto a jogar dinheiro em Cruz em troca dele dançar a sua música, o dinheiro não pode comprar o amor; e Cruz é um fracasso em todas as votações primárias Cruz ganhou em Iowa porque os eleitores tem ódio de Trump, mas perdeu feio na mulher do Indiano, vazando de cabeça baixa.
  • John Kasich, governador de Ohio conhecido por sua cara de croquete velho. Kasich é um governador maravilhoso, e por isso ele precisa contar tudo o que fez pelo seu estado nos debates, principalmente quando questionado sobre política externa. Quando questionado sobre o que fez em seu estado, ele já falou tudo o que tinha que falar e resolve falar do ISIS e da Rússia. Quando questionado sobre imigração ilegal, Kasich fala sobre o porque da maconha não deveria ser legalizada, quando questionado sobre o casamento gay fala sobre os mexicanos. E por aí vai...por isso que vazou.

Terceiro partido[editar]

Jill Stein é candidata do Partido Verde á presidência da República
Cquote1.png MALDITO SEJA ESTE ALFAIATE!!! Cquote2.png
Bob Whitaker sobre a cor do seu terno
James Hedges, o candidato do Partido Anti-Álcool, depois de uma cachaça reforçada

Na verdade pouco importa, ninguém sabe quem são nem mesmo lá nos Estados Unidos, imagina aqui. No entanto, sabemos que essa bosta é um site de humor, e como os candidatos do terceiro partido são figuras bizarras (muito mais do que Clodovil e Tiririca), elas devem ser retratadas porque sim, vamos começar pelo candidato do terceiro maior partido e depois indo por uma ordem aleatória muito louca porque eu não tenho saco pra ver quem é mais popular. Ah, vamo nessa!

  • Jill Stein (Partido Verde), uma velhinha gente boa com cabelo de muxiba. Tem cara de jornalista da TV Cultura, mas é médica, ela não revela em quão ramo da medicina atua, mas pelas suas bandeiras políticas, supõe-se que seja no ramo da maconha medicinal, ou na Planned Parenthood. Jill Stein é a irmã mais nova do Partido Democrata, motivo pelo qual gosta de imitar (mal-sucedidamente) o penteado de Hillary Clinton[5]. Assim como Donald Trump, Jill Stein acredita que vacinas causam autismo, mas ao contrário do magnata, ela acredita que devido á este fato, a legalização do aborto é a melhor forma de evitar o autismo.
  • Bob Whitaker (Partido da Liberdade Americana), irmão mais novo de George Lincoln Rockwell. Bob Whitaker é um velho gordo pedófilo neo-nazista que considera a diversidade como um eufemismo para genocídio branco[6], acreditando que brancos estão sendo dizimados em lugares onde são maioria. É também primo de terceiro grau de Forest Whitaker, pois sendo um nacionalista branco, não poderia deixar de ter parentesco com algum negro. Se houvesse mesmo um genocídio, para ajudar a freá-lo seria necessário um presidente que não tivesse medo de nada, e Bob Whitaker é tão corajoso que não aparece em público. Só há três fotos suas na internet.
  • Gloria La Riva (Partido Socialismo e Liberdade), uma louca. Tem "apenas" 61 anos, mas parece já estar com 80, de tão feia e acabada que é, assim como qualquer figura da extrema-esquerda. É a única figura conhecida de seu partido, e mesmo assim gosta de se enfiar em outros partidos menores. Adora chamar atenção e vive fazendo declarações idiotas na tentativa de ser polêmica e sair na mídia, mas os jornais preferem falar sobre o dia em que Avril Lavigne queimou a boca comendo um pastel. As duas coisas estão até relacionadas, uma vez que pastel é a palavra adequada para descrever a cara de Gloria La Riva.
  • James Hedges (Partido Anti-Bêbado da Proibição), quer ser eleito para proibir o álcool, como é o caso de todos os filiados a seu partido, que se diz socialmente conservador, mas possui como pauta principal a bandeira defendida pelos progressistas das antigas, bem como as feminazis metodistas do Bull Moose. Questionado a respeito disso, James lembra que Bull Moose era presidido pelo ex-republicano Theodore Roosevelt. Quando questionado sobre a sua posição ser incompatível com sua cara de pinguço, James oferece uma garrafa de pinga para o repórter.
  • Mimi Soltysik (Partido Socialista), sim esse cara é uma piada. Tem nome e cara de viado, e quando questionado a respeito disso chama o repórter de homofóbico e diz que é muito macho, e que o nome Mimi refere-se ao que ele iria fazer quando chegasse á presidência: puxar um ronco. Pelo menos é sincero, o que nos deixa em dúvida se ele é realmente um socialista. Mas ele é um gordo tatuado e barbudo, e colocou como vice em sua chapa a mulher do republicano Scott Walker, que ele com certeza sequestrou e a mantém como escrava de seus fetiches sexuais bizarros.
  • Monica Moorehead (Partido dos Trabalhadores), não é um homem, não é o Martinho da Vila, é uma mulher, acredite. Chegou a ganhar 29.000 votos em 1996 pois como dito anteriormente, as pessoas votam em quem as faz felizes, e não há nada mais engraçado do que olhar para a cabeça de lâmpada de Monica Moorehead. Seu nome, traduzido em português é Mônica Mais-Cabeça, o que é estranho porque se ela conseguir mais cabeça, ela será confundida com uma nave e será mandada para a Área 51, e irá dizer, logicamente, que é porque é negra.

O Partido da Constituição ainda não decidiu quem irá colocar como candidato, há dois malucos querendo a nomeação. Não teria nada de errado nisso se os dois fossem filiados ao partido e não fossem republicanos. John Hostettler é irmão gêmeo de Marco Rubio, enquanto Steve Stockman é um velho serial killer pai de Lindsey Graham. Afinal de contas, porque esse partido existe?

Partido Libertário[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Partido Libertário
Em primeira mão, o resultado do desempenho do Partido Libertário nas eleições de 2016
Gary Johnson sorrindo para a foto de perfil do Facebook campanha

Cquote1.png Senhor, quais são as suas políticas para a saúde? Cquote2.png
Entrevistador
Cquote1.png Democratas e Republicanos são a mesma merda! Cquote2.png
Libertário
Cquote1.png Hmm...o que fará para consertar a economia? Cquote2.png
Entrevistador
Cquote1.png Não há diferenças entre democratas e republicanos! Cquote2.png
Libertário
Cquote1.png Ok, senhor...o que pensa a respeito do meio ambiente? Cquote2.png
Entrevistador
Cquote1.png A América precisa de um terceiro partido! Cquote2.png
Libertário

John McAfee comemorando sua vitória

O terceiro maior partido (ou maior terceiro-partido) que, apesar de estar totalmente do lado direito do espectro político, se considera de centro pra atrair alguns democratas desavisados (e não se associar com os republicanos, uma vez que para os libertários imbecis os conservadores liberais são piores que os socialistas autoritários). Dá pra deduzir que o partido se alinha ideologicamente ao libertarianismo, por causa do seu nome, mas eles nunca dizem o que defendem, tudo o que eles sabem fazer é atacar os Democratas e Republicanos e dizer que não há diferença entre eles.

Nomeado[editar]
Robert D. Steele, sendo preso por tráfico de crianças africanas com malária
Perderam![editar]
Largaram o osso[editar]

Independentes[editar]

Dan Bilzerian e suas cadelas
Dan Bilzerian antes da fama e da fortuna

Esses são os mais racionais, pois qual é a necessidade de se filiar a um partido em um país onde você não precisa pertencer a nenhum partido para concorrer? Isso não gera lucro ou propaganda para partidos maiores que se aproveitarão disso para eleger quem eles quiserem, enquanto você se fode. Apesar disso, os independentes são ainda mais bizarros que os do terceiro partido, let's go see who.

  • Michael Bloomberg, foi pago por Donald Trump para que o mesmo não fosse o único bilionário concorrendo e para que as pessoas parem de prestar atenção nas bobagens de Trump e prestem atenção nas bobagens de um ex-prefeito excêntrico de Nova Iorque. Foi um azul a vida inteira, mas quando foi ocupar um cargo de verdade tornou-se vermelho. Bloomberg é um esquerdista, mas é hostilizado por estes por acreditar que toda pessoa suspeita deve ser revistada não importa a cor da sua pele, enquanto os esquerdas acham que negros são sacrossantos e suspeitar deles é racismo.
  • Dan Bilzerian, não faz nada de importante ou interessante para o país ou para o mundo, mas é chamado de mito na internet por comer veados vivos no dente e colocar mulheres na coleira. O cara tem dinheiro que não acaba mais, e o usa para contratar umas putas, mas ao invés de comer elas, gosta de colocá-las na coleira e levá-las para passear. É feio pra caralho, e por isso usa três quilos de barba para esconder a cara. Ah, ele também tem gengivite.
  • Zoltan Istvan, o mais normal de todos. Adepto do transhumanismo, que é uma filosofia que prega que travestis também são seres humanos (e só por isso já deveria ter sido descartada), Zoltan é um cienfólo, o que significa que tem tesão para ciência e se masturba para a ciência. O que um presidente viciado em ciência poderia fazer para um país? Transformar todos em robôs escravos que serviriam ao grande líder? Não sabemos.
  • Terry Jones, vovô vida louca. Apesar de ter cara de louco e andar por aí vestido como um delinquente juvenil, é um pastor que gosta de queimar o Alcorão, sendo que até hoje não viajou até o Oriente Médio para queimar os alcorões que existem lá. Ah, ele também casou umas trinta vezes, e é pastor, hein. Possui meia-dúzia de seguidores que ele pagou com cachorro-quente e pizza velha. Há rumores de que ele esteja tentando ressuscitar os espíritos de Fred Phelps e Jim Jones.
  • Merlin Miller, outro nazi. Foi candidato pelo partido de Bob Whitaker em 2012, mas foi expulso do partido por colocar um cubano como vice. O cubano era branco, e descendente de europeus, mas era do terceiro mundo e Bob Esponja não ficou nada feliz com isso. Merlin diz não gostar de casamento interracial, mas é contra o banimento do mesmo, pois Merlin gosta mesmo é de cobras negras.
  • Deez Nuts, uma criança, tem apenas 15 anos de idade e já quer ser presidente. É libertário, claro.
  • Guy Schwartz, um cantor de boteco.
  • Ron White, intérprete da Mama Bruschetta no Brasil.

Onde está Ralph Nader?[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Ralph Nader
Se candidatar de novo? Prefiro brincar de bonecas bonequinhos!

Ralph Nader, filho do Chefe Clancy Wiggum dos Simpsons. Um candidato perene, Ralph Nader declarou recentemente que tem realmente ganhado as eleições em numerosas ocasiões, tanto por voto popular quanto por intervenção divina. No entanto, segundo ele, os republicanos e democratas conseguem roubar suas eleições a cada momento.

Ele diz que não se importa, porque isso significa que ele pode continuar concorrendo, enquanto que se realmente ganhasse, teria que parar após o segundo mandato. Como os candidatos dessa eleição são bizarros demais, Ralph acredita que realmente pode ganhar e por isso optou por não concorrer. Ele está atualmente fumando maconha com o fantasma de 2pac em uma cidade fora do mapa nos confins do Connecticut.

Primárias[editar]

Estado Partido Vencedor Motivo Partido Vencedor Motivo
Iowa Republicano Ted Cruz Cquote1.png Porque ele roubou! Foi uma fraude! Cquote2.png
Donald Trump
Democrata Hillary Clinton
Nova Hampshire Republicano Donald Trump Democrata Bernie Sanders
Carolina do Sul Republicano Strom Thurmond Democrata Frank Underwood
Nevada Republicano Donald Trump Trump é dono de Las Vegas Democrata Hillary Clinton
Alabama Republicano Donald Trump Democrata George Wallace
Alasca Republicano Ted Cruz Fica no Canadá Democrata Bernie Sanders Sanders precisa de um lugar frio para conservar sua pele apodrecida
Arkansas Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Colorado Republicano Ted Cruz Democrata Bernie Sanders
Massachusetts Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Minnesota Republicano Marco Rubio Democrata Bernie Sanders Idem Alasca
Dakota do Norte Republicano Ted Cruz Democrata Bernie Sanders
Oklahoma Republicano Ted Cruz Democrata Bernie Sanders
Tennessee Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Texas Republicano Ted Cruz Porque o Texas sempre vota em quem vem de lá Democrata Bernie Sanders No Texas, todos os democratas são muito velhos. Então só poderiam votar no mais velho.
Virginia Republicano Olavo de Carvalho Porque Olavo vive na Virginia, portanto ele tem que ganhar na Virginia ora porra. O quê? E daí que ele não era candidato? Se ele disse que ganhou é porque ele ganhou seu comuna bastardo!!! #OlavoTemRazão Democrata Negan Governador do estado e prefeito de Alexandria, Hilltop e Reino.
Wyoming Republicano Ted Cruz Democrata Bernie Sanders
Kansas Republicano Ted Cruz Democrata Fred Phelps God Hates Hillary and Sanders
Kentucky Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Vermont Republicano Donald Trump Democrata Bernie Sanders Quem gosta tanto assim do cara a ponto de elegê-lo senador, gosta a ponto de votar nele nas primárias
Louisiana Republicano Apu Nahasapeemapetilon Embora seja dono de um mercado em Springfield, foi eleito governador da Luisiana Democrata David Duke Para ser um contraponto á Apu, escolheram o cara mais branco que viram pela frente
Maine Republicano Ted Cruz Fica perto do Canadá Democrata Bernie Sanders Idem Alasca e Minnesota
Maryland Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Geórgia Republicano Rick Grimes Só ele pode conter o avanço dos zumbis que dominaram Atlanta Democrata Philip Blake Ele tem um olho furado então é deficiente, e os EUA nunca tiveram um presidente deficiente. Se você não votar nele, você é racista com deficientes
Flórida Republicano Um refugiado cubano Porque todo mundo na Flórida veio de Cuba Democrata Mickey Mouse Eu sou o Mickey!
Washington Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Indiana Republicano Nikki Haley Ela é indiana Democrata Bernie Sanders
Porto Rico Republicano Marco Rubio Óbvio Democrata Hillary Clinton
Havaí Republicano Donald Trump Democrata Bernie Sanders
Idaho Republicano Ted Cruz Democrata Bernie Sanders
Nova Iorque Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Missouri Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Carolina do Norte Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Arizona Republicano Fantasma Só tem isso no Arizona Democrata Fantasma Só tem fantasma no Arizona
Utah Republicano Ted Cruz Democrata Bernie Sanders
O Raio Republicano John Kasich Democrata Hillary Clinton
Wisconsin Republicano Ted Cruz Democrata Bernie Sanders
Outra Virginia Republicano Donald Trump Democrata Robert Byrd
Delaware Republicano Ninguém Delaware não existe Democrata Ninguém Delaware não existe
Connecticut Republicano Michael Kyle Democrata Hillary Clinton
Nebraska Republicano Donald Trump Democrata Ninguém Porque em Nebraska todo mundo é Republicano
Oregon Republicano Donald Trump Democrata John Quimby Porque todos os fãs dos Simpsons residem no oregon
Rhode Island Republicano Donald Trump Democrata Adam West Porque todos os fãs de Família da Pesada residem em Rhode Island
Pensilvânia Republicano Donald Trump Democrata Will Smith Porque é o príncipe de um lugar chamado Bel-Air
Illinois Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Mississippi Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Michigan Republicano Ben Carson Porque é negro Democrata Barack Obama Porque é negro
Califórnia Republicano Ninguém Todo mundo na Califórnia é Democrata Democrata Hillary Clinton
Hannah Montana Republicano Donald Trump Democrata Bernie Sanders
Nova Jersey Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton
Novo México Republicano Donald Trump Ah, sei lá. Não pode ter sido o Trump, ele não gosta dessas coisas de México Democrata Hillary Clinton
Dakota do Sul Republicano Donald Trump Democrata Hillary Clinton

Resultados[editar]

Candidato a
presidente
Candidato a
vice-presidente
Partido Votos % votos Colégio
Eleitoral
Estados ganhos
Donald Trump Mike Pence Republicano 60.577.576 47.6% 306 Idaho, Montana, Dakota do Norte, Dakota do Sul, Wyoming, Nebraska, Kansas, Iowa, Utah, Wisconsin, Michigan, Arizona, Oklahoma, Texas, Louisiana, Arkansas, Kentucky, Missouri, Indiana, Ohio, Pensilvânia, Virgínia Ocidental, Nova Hampshire, Alaska, Tennesse, Carolina do Norte, Carolina do Sul, Mississippi, Alabama, Geórgia e Flórida.
Hillary Clinton Tim Kaine Democrata 60.131.279 47.6% 232 Washington, Oregon, Califórnia, Nevada, Novo México, Colorado, Minnesota, Illinois, Virgínia, Maryland, Nova Jersey, Havaí, Rhode Island, Massachussetts, Nova York, Maine, Vermont, Connecticut e Delaware.
O resto Foda-se 5.978.593 4,7% 0 Porra nenhuma
Total 126,805,000 100% 538
Necessário para vencer 270

Ver também[editar]


Eu não entendi a referência!

Ligações externas[editar]