Encyclopaedia Britannica

De Wikimerda
Ir para navegação Ir para pesquisar

Predefinição:Ingreis

Vendedor da Encyclopaedia Britannica em treinamento.

Cquote1.png Ela possui todas as informações que seu filho precisa para as pesquisas escolares! Cquote2.png
Vendedor da enciclopédia antes do Google

Encyclopaedia Dramatica Britannica é o nome mais idiota encontrado para chamar a Enciclopédia Britânica, livro do tamanho da barriga do Homer. Atualmente os livros foram jogados no tietê e passou a se produzir em forma de CD, que pode ser facilmente tranformado com o auxílio de um carrinho de mão caipira.

Cômodo destinado ao armazenamento da Encyclopaedia Britannica. O dono da casa foi morar no segundo andar.

A Encyclopaedia Britannica começou como um simples manual de instruções para os produtos da Britânia por volta de 42 a.C., como aquela era uma época de muita ignorância (época das cavernas), o primeiro presidente e fundador da Britânia Seu Creysson, resolveu explicar o funcionamento de seus produtos (como de costume, ninguém entendeu porra nenhuma). Assim, doze anos depois, estava terminada aquela que seria a primeira edição da Encyclopaedia Britannica, como ainda não tinha sido inventada a imprensa, os escritores usavam pequenos paralelepípedos, retirados da rua, que fazia um buraco gigante na mesma, dando origem ao cu do mundo (mas isso é outra história), o que fazia com que os volumes ficassem muito volumosos (já que cada página era uma pedra e uma pedra daquelas tem a grossura de uma casa um notebook).

Quando a enciclopédia se tornou um fenômeno de vendas, foi nescessário contratar pessoas para divulgá-la de porta em porta (ou melhor, caverna em caverna), poucos conseguiam levar os volumes de sua obra até em casa. O objetivo do treinamento é derreter o cérebro até transformar a venda de enciclopédias o seu único objetivo de vida (ou seja, Big Brother Brasil, Mundo Canibal, South park eram muito usados por conseguirem derreter um cérebro com a velocidade de 0,1 segundos) O vendedor ideal realmente acredita na Encyclopedia Britannica, e é capaz de matar para forçar alguém a comprá-la. Com o surgimento do Google e da Wikipédia, as enciclopédias praticamente sumiram, a Britânia ainda sobrevive graças a venda de eletrodomésticos e seu fundador Creysson renunciou, mas as enciclopédias (incluindo a Encyclopaedia Britannica) ainda existem graças a SME e professores e diretores idiotas que insistem em encher as prateleiras das escolas com esta coisa inútil que só fica pegando poeira.

Ver também[editar]

v  d  e h
Enciclopédias
Wikimerda(Weirdpedia - Esquisitopedia - Desgalipesta) - Uncyclopedia(Desciclopédia - Inciclopedia - Desgalipedia - Zombiepedia - Nonsensopedia - Nonciclopedia - Hikipedia) - Whuspedia - Wikipédia (Wikipedia Review - Wikipediocracy) - Wikipeetia - Conservapedia - RationalWiki - Bestopédia - Penicopédia - Desligapédia - Dorgadopédia - La Frikipedia - Anarcopédia - Privadopédia - Nupedia - WikiLeaks - Wikisimpsons - Metapédia - Wikidoido - Destruipédia - Otakupédia - Stupidedia - Encyclopedia Dramatica - WikiLetras - Insanopédia - Nazipédia - Crapédia - WikiPiada - WikiGP - RPG Wiki - Illogicopedia(Malucopédia - Artigpedia - Logimalpédie - Irratiopedia - Usopédia) - Malucopédia (Usuários) - MemesWiki - Wikiality - Payopedia - WikiIndex - EcuRed - Wikinet (Usuários) - the hidden wiki - Desciclopédia(HistóriaUsuários Banidos - Editores - Vândalos) - Encarta - Encyclopaedia Britannica - Encyclopaedia Metallum - Flapédia - Educopédia - Vândalopédia - Odontopédia - Encyclopedia Daemonica - Wikimerda (wordpress) - MormonWiki - UnAnything - Wikilouco