Jogos Olímpicos de Verão de 2016

De Wikimerda
Ir para navegação Ir para pesquisar
60px-Uiquiilogo botante.gif
Se quer ler um artigo com fontes fiáveis, a Wikipédia tem um artigo sobre: Jogos Olímpicos de Verão de 2016.


Você esperando passar todas as delegações

Os Jogos Olímpicos de Inverno Verão[1] de 2016 já era uma merda que ia dar errado antes mesmo de começar. O Brasil é um dos países mais corruptos da terra (perdendo para os países do Osama e os países dos negros), e os jogos foram o grande momento para os desenvolvedores e políticos para absorver o sêmen dos contratos das construtoras. Sim, Michael Phelps estará lá novamente. E até agora não teve nenhum atentado terrorista, muito embora caso um avião caísse no estádio matando todo mundo, esse avião seria um gol olímpico.

Cerimônia de abertura[editar]

Dilma na cerimônia de abertura
Delegação do México no desfile das escolas de samba
Esse neguinho da bike da Eslovênia é que nem o sol das 8h da manhã, você pensa que não queima mas queima sim
Carreta Furacão na cerimônia de abertura

Cquote1.png Não tô entendendo pora ninhuma, né? Cquote2.png
Oriental que não fala nem inglês nem português sobre a cerimônia de abertura

Quando é pra mostrar para o resto que nóis é foda, nóis faz bonito. A cerimônia de abertura usou uma telona LSD no gramado que criou ilusões de ótica e os caralho. O Oriente do Maracanã foi totalmente reservado para a colocação de umas caixas bestas que faziam parte da parte mais besta da cerimônia, o que significa que um caralho de gente ficou do lado de fora porque os lugares deles foram reservados para caixas.

Como a Rede Globo tem um poder do caralho, ela conseguiu fazer com que o demônio Pazuzu (a.k.a. Regina Casé) aparecesse na cerimônia falando merda em duas línguas diferentes. Zeca Pagodinho e Marcelo D2 também foram encher o saco cantando rapgode (antes fosse a música do Eminem, foi uma mistura merda entre pagode e rap mesmo). E depois Anitta apareceu pra mostrar a bunda cantando MPBosta com dois velhos doentes, um negro e um gay.

Gisele Bundchen, depois de anos vivendo de propaganda da SKY, desfilou o estádio inteiro de uma ponta a outra sem motivo algum. A Internet, dona da verdade, disse que ela iria ser assaltada mas iria entender o assaltante dizendo que ele era só um menino e não tinha culpa de nada. Isso não aconteceu, mas é claro que os americanos e europeus iriam tacar hambúrgueres e cerveja no campo, e depois iriam embora com medo do tráfico.

É claro que tinha que haver propaganda ideológica, por isso houveram mensagens idiotas sobre o aquecimento global que fizeram John Kerry (Barack Obama é tão preguiçoso que nem se deu ao trabalho de ir ver pessoalmente, mandou o secretário de estado) ter orgasmos. Michel Temer foi vaiado, o cara não fez nada de errado mas é costume vaiar político no Brasil e depois votar nele.

99,999999% das pessoas que não foram assistiram através da Rede Globo, e não conseguiram prestar atenção em nada porque Galvão Bueno, Glória Maria e outros idiotas ficaram falando merda atrás de merda durante toda a transmissão, inclusive durante os discursos dos velhos que falaram em 500 línguas mais aquele negão analfabeto do Quênia que só falou inglês. E a voz da múmia velha Fernanda Montenegro lendo um poema de Carlos Drummond de Andrade estragou a noite. Ninguém merece ouvir aquela voz de quem está á beira da morte.


A gente fala merda mas comprova o que fala!

  1. Mas agosto é inverno...

Ver também[editar]