Need For Speed

De Wikimerda
Ir para navegação Ir para pesquisar


Geek-games-632x370.jpg Need For Speed é um game!
Enquanto você lê, um Chefão faz mais uma vítima.

.

60px-Uiquiilogo botante.gif
Se você não quer se informar e o seu objetivo é somente fazer uma pesquisa sobre seu trabalho de escola, a Wikipédia tem um artigo sobre: Need For Speed.


331px-Longcat.jpg Prepare-se para ler:
Esse artigo é maior que o seu cu e pode causar cegueira.
Pense duas vezes e não seja tão idiota antes de ler algo assim
Necessidade Para Velocidade
Need For Weed.jpg
Versão jamaicana do jogo
Desenvolvedor Artes Eletrônicas
Ano Artes Eletrônicas
Gênero Fórmula 1
Plataformas NES, SNES, Playstation 2, 3, 4, 5 e 6, Game Cube, Xbox, Xbox 360, 720 e 1080, Wii, PC, DS, GBA, GBC, PSP, PT, PSDB, PQP, FDP, George Foreman Grill, calculadora de R$ 1,99, microondas, tua mãe, Gayintosh liquidificador
Avaliação 5.7
Idade para jogar 0 a 2 anos

Cquote1.pngVocê quis dizer: Correr pra caralho num carrãoCquote2.png
Google sobre Need For Speed
Cquote1.png Droga, bati de novo Cquote2.png
Mulher jogando Need For Speed
Cquote1.png Que isso? É GTA? Cquote2.png
Viciado em GTA sobre Need For Speed

Need For Speed é um RPG multiplayer online em primeira-pessoa onde os jogadores competem como personagens tentando comprar, roubar ou transportar metanfetaminas, gatinhos, cocaína, cópias de World of Warcraft, heroína e outras drogas. Tanto pelo lucro quanto pelo prazer. O jogo foi lançado online em novembro de 2005, disponível gratuitamente no site das Artes Eletrônicas.

Porém, para educar seus usuários a respeito do abuso de drogas, a EA passou a cobrar assinatura, uma vez que loucos como a sua mãe eram viciados. Muitas pessoas apontam que o jogo é enfadonho, repetitivo e muito parecido com World of Warcraft. Os jogadores recebem uma missão, eles completam, próxima missão, eles completam, próxima missão e por aí vai. Muitos críticos acreditam que a popularidade do jogo se deve a isso. Visto que o melhor jogador do jogo é um macaco com danos cerebrais, que chegou ao nível 30 simplesmente tocando o teclado com o rabo até o surgimento de sua erupção cutânea.

De início, o game queria simular os melhores veículos que existem, para os mortais comuns se darem conta de que são uns idiotas e que, se comprassem uma Ferrari, a destruiriam na primeira curva. Mas, como uma boa série de videogames, a EA o converteu em um jogo de dança de carros dirigidos por bêbados. Conseguindo, surpreendentemente, deixar um jogo que fazia carros exóticos voarem se transformar em um LEGO Racers de fuscas velhos sem gasolina. Após a EA se recusar a lançar a versão beta grátis, a taxa de homicídios em várias cidades dos Estados Unidos disparou. Os assaltos a mão armada dobraram em menos de dois meses.

Isso tornou Need For Speed o responsável pelo terceiro pior surto de violência relacionado á videogames, perdendo para Grand Theft Auto e I Wanna Be the Guy. Mas o jogo foi elogiado pelo ditador Barack Hussein Obama por representar pessoas brancas, e não negras, como maconheiras. Obama declarou que esse esteriótipo racista de que só negros são viciados e devem ser colocados na cadeia está gasto e errado. Apontou que apenas brancos fazem essas coisas e por isso devem pegar pena de morte, negros não, negros devem apenas procurar tratamento.

Em contrapartida, Obama criticou o jogo por descrever canadenses como fracos e facilmente vitimados, e não como assassinos em série nazistas.

Como jogar[editar]

A primeira coisa a fazer é comprar um vampiro. Depois, é só apostar corridas para ganhar navios petroleiros e assim, transformá-lo em uma obra de arte sintética. A merda é que todos os adversários possuem carros melhores que o seu e para ganhar você deve dar uma de Dick Vigarista. Esse ato consiste em comprar o carro mais pesado possível e, quando alguém tomar a dianteira (passar na sua frente), você escolhe entre fazer duas coisas: atropelar ou desviar de modo que tape a visão do outro competidor e o obrigue a tentar desviar e acabar em direção oposta.

Outra coisa extremamente útil que você também pode fazer é o chamado freio de parede. Isto consiste em fazer curvas a toda velocidade para obrigar os ultrapassados (os que estão atrás de você) a fazerem o mesmo. Isto pode resultar em duas coisas: ou eles vão parar lá na puta que pariu (caso não tenha uma parede e sim o caminho para o mato ou qualquer porra parecida) e baterão (caso tenha uma parede) ou frearão, o que fará com que eles rodem pela pista e tomem direção contrária. Se você fizer tudo errado...e acabar batendo, não se desespere. Seu carro partirá em dois e você terá duas motos.

Cquote1.png Em último lugar, RRRRRRubinho Barrrrichelo Cquote2.png
Galvão Bueno sobre Need For Speed

Perfil de um jogador de Need For Speed

No game, os jogadores criam seus próprios personagens e, em seguida, fazem o login com sua conta em uma paisagem urbana estéril baseada na cidade de Detroit, Michigan. O jogador é fraco e não se lembra como chegou ali. Ele pega uma nota que o informa em sua primeira missão. A nota pede ao jogador que encontre uma idosa branca e apertar a sua bunda. O jogador encontra a tal idosa branca, aperta a bunda dela e é recompensado com 1 centavo e meio e um vale-quentinha, que no jogo valem pouco ou nada (dependendo da versão). O jogador pode, então, trafegar pelas ruas até encontrar um traficante. Chegando no traficante, o jogador usa o vale-quentinha para comprar uma da boa, se tornando um viciado de segundo nível.

Os jogadores são encarregados de muitas missões posteriores, incluindo roubo de domícilios, assassinato de aluguel, fabricação de drogas e espancamento de turistas canadenses vindos direitamente de Otário Ontário. No quinto nível, os jogadores cheiram gatos e tentam vender os bebês que fazem sem querer. Porque dinheiro para drogas eles tem, pra camisinha não. No nível seis, as missões são reduzidas a roubar comida de uma cozinha de um sanitário sanatório e tentar vendê-la em uma loja de penhores. a medida que o jogador progride, ele atingirá um nível mais baixo elevado. No nível dez, o viciado é nomeado de habitante de World of Warcraft. No nível vinte, os drogados são chamados de Ventilador de Vagalume. No nível sessenta, o jogador vira o presidente dos Estados Unidos.

Cquote1.png Yes we smoke! Cquote2.png
Declaração do jogador como presidente dos Estados Unidos da América

O verdadeiro motivo da série ser tão popular.

A jogabilidade de Need for Speed é conhecida por ser péssima, tanto nos controles que nunca respondem, quanto nas ações dos carros adversários e policiais que dirigem como se fossem baratas tontas. O sistema de batidas também é surreal, se pequenos toques fazem você sair rodando, no instante que você bate no muro a 300km/h, seu carro fica apenas um pouquinho amassado. Sem falar no modo speedbreaker, em que o tempo é bem lerdo, fazendo com que você faça curvas totalmente perfeitas em velocidades absurdas (190 a 300km/h)este método é muito adotado pelos jogadores para passar dos chefões do jogo. Isso tudo sem falar que na versão online, demora 10 segundos para que o power-up funcione. E durante esses 10 segundos, você já deve ter perdido a corrida ou ter sido preso.

Os jogos[editar]

The Need for Speed[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: The Need for Speed
A capa do jogo, uma belíssima Montagem de Paint

É o Need mais emocionante de todos os tempos, com um sistema eficaz antinoob, já que a polícia foi bem treinada no jogo, de tal modo que ela já parou até o avião do Bin Laden. O jogo foi feito em 1994, mas na época não rodou no PC de ninguém, obviamente não teve influência da modinha série de filmes Velozes e Furiosos. A versão para PS1 é completamente diferente da versão feita para PC, pistas diferentes, mais emoção, e uma tempestade de areia no meio do deserto.

Enquanto a EA Montreal estava fazendo a versão PC, a Sega Saturn fazia a versão PS1, por isso a diferença tão grande. O sistema antinoobs é o mais eficaz ja visto, se um noob tenta fugir da polícia ele dura 3 segundos, pois uma viatura ja é capaz de rodar o carro, prende-lo na parede, dominá-lo e BUSTED. Detalhe, as vezes vem 3 carros de polícia de uma só vez, além é claro, das barreiras, armadilhas, helicópteros que lançam até misseis e barris explosivos, entre outros. Diferente do Most Wanted, as barreiras realmente servem para alguma coisa.

É claro que com um sistema tão eficaz, ninguém conseguiria fugir da polícia, então deixaram 3 chances de ser preso. Existe um modo em que, como disse Vin Diesel no Velozes e Furiosos:

Cquote1.png Você é a polícia!, Você é a polícia! Cquote2.png

No PlayStation 1, você pode ver em volta do seu carro e pode soltar um fogo suspeito pra analizar o que tem a sua frente na pista antes de você se ferrar). Esse NFS não teve 500 músicas do Junkie XL e nem hip-hops enjoativos, é a trilha sonora mais roquenrou que existe, mais rock até do que a de qualquer Guitar Hero (mas até o show do Calypso é mais roquenrou do que Guitar Hero. A versão PC é mais difícil que a do PS1.

Se você bate o carro gira, se não bate o carro gira, e se fica parado vem alguém, te bate, e seu carro gira do mesmo jeito. Essa giração toda faz os noobs desistirem de vez de tentar jogar, já que eles tem que dar retry 15x para fazer uma volta na Transtropolis. Cada pista se divide em longa, curta, reversa, normal, esticada, ponto a ponto, variavel 1 e 2, constante, soma dos catetos igual a hipotenusa entre outras variações.

Need for Speed II[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed II
Uma típica fuga da polícia em Need For Speed

O Segundo. Foi um pouco melhor que o primeiro porque pelo menos tinha um aspirante a Michael Schumacher, o resto era merda, merda e mais merda porque nego não parava de exclamar:

Cquote1.png Merda! Cquote2.png

Especialmente na pista dos monjes tibetanos que mais parecia um liquidificador, provavelmente da Polishop. Assim como as cidades são surreais, a realidade virtual dos carros não fica para trás: os carros capotam, batem, se esborracham no muro e o máximo que acontece são pequenos amassadinhos e arranhões na lataria que "somem" repentinamente.

Assim, como os outros needs, este também fezz muito sucesso pelas várias possibilidades de livre customização dos carros, podendo eles virarem o que o jogador bem entender. A imaginação é o limite em Need for Speed. Já o Detran não dificulta a legalização desses carros. Aqui começou o processo de degradação acelerada. Foram feitas faixas em formato de cavalos e outras coisas que não merecem serem citadas. Mantenha as crianças longe!

Need for Speed III: Hot Pursuit[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed III: Hot Pursuit
O táxi ilegal do Hot Pursuit. Ele cobra duas coxinhas e uma Coca-Cola por uma corrida

Em 1998, enquanto o Clube de Regatas Vasco da Gama vencia a Libertadores para poder apanhar do Real Madrid no Mundial Interclubes no fim do ano, pressionados pela necessidade de criar jogos foderosos com o lançamento do PSX Slim e o controle analógico, os magnatas da EA Games criaram esse jogo. Trata-se de um Old School, portanto, n00b5, posers, manos e principalmente Underlovers que acham que o 1º NFS foi o Underground não sabem da sua éczistência.

Mas, os nerds e vagabundos fazem questão de tê-lo de alguma maneira (seja no PSX ou no computador, seja comprando ou fazendo download ilegal). E essa sim é a primeiro Hot Pursuit feito (não o Need for Speed: Hot Pursuit). Não dá moral pra noobs. Quando estes tentam jogar, só se fodem. Tem um sistema antinoobs de primeira qualidade. Há três modos, esses são:

  • Championship - Você participa de corridas do barulho ao redor do mundo que têm resultados que até Deus duvida, se vencer, você desbloqueia pistas e carros foderosos
  • Knock Out - Campeonato onde na 1ª corrida temos o grid cheio e onde o último lugar de cada corrida se fode e é eliminado, até chegar na última etapa com 2 carros disputando entre eles pra definir o vencedor.
  • Hot Pursuit - O modo de perseguição. Ao contrário dos Need for Speeds novos, aqui sim a polícia é difícil, te cercando, te encurralando, fazendo bloqueios que fazem efeito, spike belts que ocupam a pista toda. Aqui, se um Underlover tentar jogar, vai preso ainda na 1ª volta. A prova derradeira que isso sim é jogo de macho

Need for Speed: High Stakes[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: High Stakes
James Bond selecionando seu carro

Surgido em 1999. Como a tecnologia da época não permitia os gráficos que os consoles de hoje tem, a EA Games se viu na obrigação mais do que nunca de fazer um jogo bom. Como todos os seus anteriores, o jogo se resumia a corridas em pistas mundo afora. A EA Games continuou inovando no sistema antinoobs, onde um noob tenta bater de frente com a polícia numa barreira e vai preso, além de ainda ter um sistema de danos, onde vossa mercê tem que pagar pra poder consertar o carro, e pra piorar, você corre pressionado pra ganhar uma mixaria caso não danifique seu carro na corrida.

Esse também se divide em modos, o primeiro é o Carreira. Um clichê de jogos de corrida: a EA Games te dá uma mixaria pra você se virar: te dá $20000 pra começar se virando com ele, ganhando corridas, dinheiro e comprando carros mais foderosos pra correr em outros campeonatos. Se vencer os 6 campeonatos, você terá vários benefícios:

  • Ganha um carro que nón écziste no mundo real;
  • Pode usar qualquer carro em qualquer campeonato (assim você pode usar a Mercedes-Benz Mercedes-Benz Classe C no 1º campeonato.
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...NFS é um bug do GTA???

Outro são os Eventos Especiais, corridas segregacionistas onde apenas grupos de um filo uma espécie podem correr. As únicas exceções são o modo Endurance, com corridas longuíssimas de 4 voltas, 2 campeonatos de rachas, mas com o sistema antinoobs ligado. Há campeonatos para Corvettes, Porsches, emos, indies, coloridos, góticos, otakus, nazistas, comunistas e para tantos outros filos grupos. Ganhe os 8 torneios e ganhe outro carro que nón écziste no mundo real. Outro é o High Stakes, o modo que batiza o jogo, mas que ninguém joga porque esse mundo é um lugar cheio de covardes e que todos têm medinho de perder seus carros. Esse sistema consiste simplesmente em apostas. Quem vencer leva o carro do perdedor.

Need for Speed: Porsche Unleashed[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Porsche Unleashed
Você pilotando na Era Classic

É uma homenagem a Porsche, por só fazer carros muito fodônicos, e para vencedores que odeiam perdedores. Esse jogo saiu no ano 2000. (Por que você acha que alguns países no mundo usam o nome Porsche 2000? Porque venderam 2000 Porsches na história? Provavelmente...). A carreira é dividida em 3 fases: Classic, Golden e Modern. Para os que reclamam de falta de polícia, em Free Roam você pode arranjar merda com os tiras. Para você evoluir, você precisa mostrar seu certificado de fodasticidade vencendo todos os campeonatos.

Para os barbeiros, há um modo de Test-Drive, para você criar vergonha na cara e aprender a pilotar um Porsche. Você corre em apenas países europeus: Alemanha (por ser a terra da Porsche, e do fusca também, duh!), França, e outros países europeus. E também há um segundo modo, o factory driver, no qual há corridas com manobras, controladas por tempo, e missões com policiais, e a recompensa por isso são 3 carros de palhaço, um vale-quentinha, 1 centavo e meio, e depois de muito trabalho, ganha um Chevette.

Na era classic, você vai pra época em que o mundo tava todo fudido. Como os magnatas da Eletronic Arts são muito pão-duros, te dão só $11000 pra se virar nessa época. É uma época que só tinha Porsche 356 e alguns 911. E os carros de corrida consagrados, como o 550, carro que James Dean tinha, num ato de se achar piloto, morreu num desses. Para fazer alguma graça, a época é toda em preto e branco. Carros lentos, Preto-e-Branco, correndo em 3 países ferrados pela Segunda Guerra Mundial: França, em uma costa que hoje é rica, e num vinhedo com algumas montanhas e uma catedral, Alemanha, numa fazenda estranha e tão vazia que parece o Acre e tem que evoluir com pouca grana.

Após a era Classic, você avança para a era Golden. A era dos Porsches quadrados, do Heavy Metal, do Punk, quando ainda não haviam traidores desse movimento, da consagração do rock australiano, blá, blá, blá... Mas voltemos aos Porsches, agora você recebe uma grana decente nas corridas, mas se você quiser comprar um carro classic na Golden, você se fode, pois ficam mais caros que na sua era, são valorizados. Na era classic, um 356 novo custava um vale-quentinha, e nessa era, mais de 1 centavo e meio em uma lata velha ambulante. Pode comprar 914, 944, e carros como o 959. Se você joga no PC, tem que se contentar com um mediano, o 935 que ficou famoso na mão de Derek Bell, e que recebeu o nome de Moby Dick por ser estranho demais e por parecer uma baleia.

Ta serto

Além de 3 novas pistas, mais uma pista na Alemanha, uma madeireira, que ironicamente tem um pit stop, que ninguém usa, com direito a muita cerveja e uma alemã gorda, fazendo alguma merda na sacada, uma pista nos abismos da Sardenha, e uma cidade poluída no fim do mundo (provavelmente a pista fica no Acre, mas a EA não conta). Pra gangue do PSX (atualmente, do emulador, a menos que se trate de um saudosista), E você passa a correr na Escócia. Mas não fique feliz, caso queira dirigir com um 959, vai ter que instalar o carro!! Após essa evolução, finalmente, você chega a época em que você é virgem. Época dos computadores, internet, fim da Guerra Fria, blá, blá, blá.

Agora sim, você recebe uma grana de fato decente, compra carros golden a preço de banana (exceto o 917 e o 959, esses vão estar mais caros ainda, salvo no Perigo), os classic mais caros ainda e os carros de hoje, que você nunca viu aí na favela onde você mora. Papo de 911 Turbo, Boxster, 968 (deixe de ser preguiçoso e baixe o carro), o último quadrado da história, e os carros de corrida 911 GT3, 911 GT2 (também tem que baixar!!!) e o 911 GT1, que vivia tomando uma coça federal de Mercedes-Benz CLK-GTR e McLarens F1 GTR no FIA GT dos anos 90.

Need for Speed: Hot Pursuit 2[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Hot Pursuit 2
Até o carro duzomi é melhor que o seu

Lançado para consoles e PC. A polícia foi bem treinada no jogo. O jogo foi feito em 2002, mas na época não rodou no PC de ninguem, como não teve influência da modinha série de filmes Velozes e Furiosos. Ela é completamente diferente da versão feita pra PC, pistas diferentes, design diferente e uma tempestade de areia no meio do deserto. Porém, a vesão para PC não fica atrás, já que no PS2 você poderia ser preso 3 vezes, e no computador, apenas uma prisão e pronto: cadeira elétrica.

É o mais eficaz ja visto, se alguém tenta fugir da polícia ele dura 3 segundos, pois uma viatura ja é capaz de rodar o carro, prende-lo na parede, domina-lo e BUSTED!!!!!!!!. Detalhe, ás vezes vem 3 carros de polícia de uma só vez, além é claro das barreiras, armadilhas, elicóptros helicópteros que lançam até misseis e barris explosivos (só falta atacar a sogra no jogador), entre outros.

Diferente do NFS Most Wanted, as barreiras realmente servem para alguma coisa. Existe um modo em que, como disse Vin Diesel no Velozes e Furiosos:

Cquote1.png Você é a polícia!, Você é a polícia! Cquote2.png
Diesel, Vin

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...você é a polícia?
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...você é a polícia?

Esse NFS não teve 500 músicas do Junkie XL e nem hip hops, é a trilha sonora mais rock que existe, mais rock até do que a do Guitar Hero: Chimbinha. A música associada como tema do jogo é a Levo Comigo, puro roque em rou. A versão PC é mais difícil que no PS2, se você bate o carro gira, se não bate o carro gira, e se fica parado vem alguém, te bate, e seu carro gira do mesmo jeito. Essa giração toda faz todo mundo desistir de tentar jogar, já que tem que dar retry 15x para fazer uma volta na Calypso Coast. É o último jogo que a Ferrari deixou ter seus carros na série NFS.

Need for Speed: Underground[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Underground
Ufa! Pelo menos uma coisa boa existe neste jogo

Após fazer algumas obras de arte, o pessoal das Artes Eletrônicas resolveu seguir a tendência lançada pelo filme Velozes e Furiosos (porra, de novo?), de rachas a noite. Conseguiram infiltrar um mano na produção do jogo pra ser consultor sobre a história, e ele conseguiu coagir o pessoal da EA, fazendo com que todos eles acreditassem que os fãs do jogo fossem como ele. Isso fez com que os legítimos fãs do jogo se revoltassem com tal mudança, mas, pelo menos eles ganharam uma legião Urbana de fãs manos, posers e crianças.

A equipe da EA Games, premiada mundialmente pelo mundo pelos sistemas antinoobs anteriores, aparentemente o abandonou nesse jogo, já que se pode bater a 300 Km/h num carro e não sofrer qualquer dano, além de se poder bater nas paredes por não saber usar os freios. Tudo feito pela EA Games pra atrair o público que não conseguia jogar os mais antigos por serem muito difíceis. As histórias de alguns jogos de videogames são comparáveis com as de filmes pornô: Não servem pra nada, pois só querem saber da temática principal, mas, mesmo assim, vamos a história.

Era uma vez um desajustado chamado Ryan Cooper, que havia fugido de um lugar mágico chamado Palmont, já que toda a polícia da cidade não perdoaria seu cu, e, se ele voltasse, ia preso, e que estava sem carro, pois deixou o Toyota Supra no Acre, convicto de que ninguém o acharia lá. Nesse fim de mundo chamado Bayview, ele faz amigos e inimigos em um lugar onde a polícia caga e anda pros rachas e nem perdem tempo em perseguições.

O objetivo de Ryan é derrotar Melissa, uma marrenta que falou umas besteiras que decepcionaram Ryan, dizem que ela disse que ele era ruim de cama (se fodeu!). Então, Ryan arranja um carro no ferro-velho da cidade, ganha a 1ª corrida e arranja dinheiro para comprar um Peugeot 206 e se mete em altas confusões pra prepará-lo pra enfrentá-la, como, tentar liderar todos os rankings e aparecer em capas de revistas (pois é, lá rachadores são superstars).

Need for Speed: Underground 2[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Underground 2
O mais novo e melhor equipado carro do jogo

Depois das grandes vendas do Underground 1, a EA Games decidiu seguir o conselho de sua avó.
Cquote1.png Em time que está ganhando não se mexe Cquote2.png
Tua vó
Eles colocaram um 2 no nome e colocaram uma coisa ou outra no jogo e pronto, saiu nas lojas Need for Speed Underground 2. Somente nerds idiotas conseguem-o 100%, pois só eles tem paciência para terminar o jogo e ficarem zoando os meros mortais que chegaram a míseros 80% do jogo e não conseguem passar dali.

E todos os carros são totalmente de grátis! Não é incrível!? Isso mesmo, aquele super esportivo de luxo que você não vai ter nem em 3003129045 encarnações pode ser seu desde que você tenha espaço na sua garagem. No jogo, você era um dos caras fodidos fodões das corridas até que chega um cara mais fodido fodão e fode com você, dai uma gostosa chega e te empresta o carro dela pra tu dar uns rolês e depois compra uma porcaria pra você e tu começa a fazer corridas pra poder ficar fodão de novo e fuder com o cara que te fudeu contigo.

Need for Speed: Most Wanted[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Most Wanted
A coisa tá preta

Com certeza, essa é a parte que nenhum jogador sabe e realmente não se importa em saber. Afinal, a moral do jogo é correr rápido, freiar na hora e fazer curva sem rodar o seu fusquinha na última curva do seu circuito de 5 voltas. No jogo, você e um infrator da lei, que misteriosamente já começa com um fusca tunado Hitler 2000 que dá inveja no líder da tribo anarcopunk da cidade, pois ele é filho de um trabalhador honesto e ainda cursa a faculdade e não tem condições de comprar um carro decente.

Tomado pela inveja, ele entra em contato com o policial corrupto amigo de seu pai e chora pedindo seu fusca modelo 1945, propondo que não usaria mais a carroça velha emprestada de seu pai, pois o burro (não o pai dele, idiota. É Predefinição:Exp) já estava ficando velho. O policial te pega e escreve Cuidado Frágil com uma chave na lataria do seu carro.

Em seguida a japonesa, sua escrava sexual lhe dá uma joelhada...e você so acorda dentro do carro de uma mulherzinha qualquer que tem uma banheira e te leva pra trabalhar em uma oficina de carros velhos e se sujar com graxa. Mas ao visitar uma concessionaria para pedir algumas peças usadas e velhas, você rouba um dos três carros (o Chevette, as outras opções eram um jipe sujo de merda e uma motoca daquelas de gordo) e começa o jogo de verdade, a polícia estará sempre te procurando por ter roubado tal carro.

Cquote1.png O Chevette, a Brasília e o Fusquinha do Seu Zé são sagrados aqui na cidade tanto quanto a vaca é sagrada na Índia Cquote2.png
Policial sobre o porquê de perseguir um ladrão de Chevette

Body kit único do NFS MW

Existe policiamento no jogo, e você como um jogador de jogos violentos como Counter Strike, Grand Theft Auto, Resident Evil e outros, será procurado sempre, pois trata-se de uma cidade super pacífica, as pessoas não andam nas ruas, só andam de carro, a 40km/h e você encontra um ou outro as vezes...cheirando maconha cagando em um bueiro ou quando você está a 310km/h quase ganhando aquela corrida, é sempre assim.

A polícia te perseguirá sempre que te ver, pois em uma cidade tão chata não tem mais nada pra se fazer, além de arranhar carros bonitões e fodões que passam pelas ruas espaçosas e retas tentando acabar com o tédio. Mas o problema é que se trata de uma polícia extremamente burra onde os caras precisam de 3003129045 corvettes para ao menos conseguir te parar.

Cquote1.png HAHAHAHAHAHA! Tá fodido Cquote2.png
Policial

Para desafiar um blacklist, você terá que fazer merda com a polícia, as chamadas milestones. Bom, é bastante estressante e leva tempo pra cacete, ás vezes dá vontade de jogar o controle PS2 comprado no camelô bem no meio da TV.. mas tem que jogar né? Não! Após o NFSU2, houve uma grande onda de emos jogando Need for Speed, e como esse jogo é um jogo para pessoas com pelo menos um testiculo (mania de pitboys de gostarem de coisas idiotas), no seu predescessor, foi terminada a viadáji de colocar detalhes até no cano de descarga do carro e escrever eu amuU nx0 na carroceria, mas conseguiram fazer pior.

Você ainda sim podera tunar seu carro, mas de forma menos...digamos....Restart!

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...A polícia desenvolveu uma bomba atômica para simplesmente fazer você reduzir a velocidade em 2 metros???

Um body kit resolve todo seu problema com estética do carro. Para choques traseiros, dianteiros, canos de descarga etc etc, uma pintura, um aro legalzinho e pronto, seu carro está um lixo foda! Você pode incluir aqueles body kits horríveis que deixam seu carro mais parecendo uma escavadeira de neves (é assim que chama?) ou um carro de um daqueles palhaços tristes britânicos e também pode colocar vinis que deixam seu carro parecendo uma árvore de natal. Mas o que todos preferem é transformar um carro num verdadeiro carro alegórico, com esperanças de desfilarem no sambódramo.

Need for Speed: Carbon[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Carbon
O caminhão de bombeiros fazendo drift num Canyon

Uma série de corridas ilegais que se passa na cidade de Palmont City, também conhecida como a cidade da noite eterna, caracterizada por rachas noturnos durante o dia inteiro e Tuning de carros. Neste jogo qualquer um pode liberar o baiano brega que existe dentro de si mudando a cor e colocando luzes estranhas em baixo do carro. Bons temas musicais e uma capa atraente enganaram cerca de 90% de seu público, que o comprou pensando ser uma subnormalidade. Você olha para o lado e só vê carro bonito, exceto pelo fato de todos estarem entupidos de uma estranha sujeira marrom.

Seus motores foram feitos por um engenheiro com Síndrome de Down, visto que quando você faz a seguinte combinação: esquerda, freio, direita, direita, direita, esquerda, pra frente, pra trás, por cima e por baixo, o carro voa. O mais frustante é que quando você joga em uma pista de 2 metros de largura contra carros com três metros de altura e não pode desviar senão se fode cai do penhasco. Mas quando você perde, você pode tentar novamente e ficará tentando sorrindo igual a um idiota achando que vai conseguir.

Need for Speed: ProStreet[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: ProStreet
Intoxicando o cameraman

Uma série de corridas em que, ao contrário de Hot Pursuit 2, Most Wanted e Carbon, as corridas são legalizadas e realizadas em pistas fechadas espalhadas por todo o mundo em locais como Estados Unidos, Japão, Alemanha, Puta que Pariu, Casa da Mãe Joana e a Casa do Caralho. Em ProStreet foram adicionados um sistema de danos nos veículos em caso de barbeiragens e um comportamento muito mais real dos veículos, tornando ProStreet 100% à prova de noobs e muito mais realista e sem graça.

Cquote1.png Do que adianta uma porra de um gráfico realista com esta jogabilidade péssima? Cquote2.png
Consumidor

Além disso, para o desespero dos jogadores, agora todas as modificações feitas no visual dos carros afetarão diretamente a performance dos mesmos. Com isso, todas aquelas tranqueiras, como Body Kits e Spoilers, podem afetar o veículo diretamente, graças à nova tecnologia do Autosculpt, podendo melhorar sua aerodinâmica, estabilidade e velocidade, aumentando ainda mais o realismo e ferrando completamente quem não entende muito de carros e não sabe mexer nessas coisas. Ninguém gostou. Os nerds ficaram na expectativa de o NFS: Pro Street ser igual ao GT4, ficaram decepcionados por não ter coisas como troca de pneus e ajuste da suspensão (até tem, mas é velho não é tão avançado).

Need for Speed: Undercover[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Undercover
Cena final do game: Maggie! sendo presa

Como os jogadores não gostaram do ProStreet, a EA Games resolveu agora sair das corridas legalizadas e voltar ao submundo, de volta as corridas em volta do quarteirão. O lançamento decepcionou os fãs otários de Race Driver: GRID, NFSMW, GTA e RBD. Você anda em uma cidade sem nada de interessante e corre contra 7 carros em cada corrida. Você começa em Tri-City, Cratera 32456-384, Marte, com um carro alienígena se teletransportando para uma rodovia cheia de carros repetidos e alguns caminhões, logo em seguida você bate em uma barreira policial inter-planetária e naves começam a cair em cima deles, então sua nave (modelo Nissan 370Z) sai voando. Quando se trata de marte, tudo pode acontecer, o céu muda de cor, carros caem do céu, etc.

A garagem e a oficina alien acontecem (na versão PC, Xbox 360 e PlayStation 3) em uma dimensão paralela de Vênus, onde tudo é escuro e um raio de luz (mas não era tudo escuro?) aparece. Tri-city é grande pra cacete, não tem pedestres (afinal, você está em Marte), e longas rodovias cortam o mapa. Os danos são apenas visuais, afinal, se tratam de naves espaciais, eles amassam, e depois aparecem arrumadas. A polícia burra pra cacete continua deixando lugares pra passar na barreiras, e ainda libera carros poderosos para perseguir um simples corredor. A nova física é muito realista, você pode rodar, fazer curvas em L, ter câmera lenta, pode fazer manobras e jogar Tetris. O tuning está cheio de peças coloridas e grandes para que o carro possa ficar diferente e você então possa colocar fotos no orkut para querer se achar o fodão, mas o máximo que você conseguirá é fazer com que as meninas te achem nerd, o que é verdade.

Cquote1.png Não sou nerd, nerds são espertos! Cquote2.png
Milhouse Você sobre as meninas te acharem um nerd

Um pequeno acidente...

Dessa vez baranga do jogo é a atriz Maggie Q (uma vietnamita-americana vesga com cara de drogada). O jogo foi lançado dia 18 de novembro de 2008 do século XXI do milênio 3, mas os experts da Oral-B conseguiram metade do jogo dia 5, e o lançaram cheio de bugs, piorando a imagem do jogo, mas a merda se espalhou de um jeito que os jogos bugados dominaram a terra e os originais ainda permanece nas lojas. As ruas de marte estão sempre molhadas, porem nunca chove no jogo (nem em marte! Até chove, mas não água), pois não existe água em marte, o que se vê nas ruas e no mar é na verdade ilusão de ótica (Isto non ecziste!), basta notar que se você for pular o muro pra cair na água você bate em uma barreira alienígena invisível.

O jogo está diferente, com carros, nitro recarregável, corridas em estradas, enfim, tudo que os outros NFS não tiveram. O jogo foi lançado para PC, PolyStation 3, Dynavision, MegaDrive, Xbox 360, PlayStation 2 (no Natal teu pai pode comprar um parcelado em 24 vezes), Nintendinho, PSP (Partido Social da Prostituição) e a droga do Iphone. Não esquecendo, é claro, da versão para o celular, que consegue ser pior ainda, por ser mais repetitivo do que Tetris e com gráficos piores do que Campo minado.

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...

Tri-city se divide em várias zonas de trafico, o complexo 1 é uma zona urbana cheia de prédios e construções, outra zona é o porto decrescente, onde só tem barcos e porcarias do tipo. As montanhas são fodas porque no jogo você só vê o que tá mais perto, se olhar de cima da montanha verá uma coisa totalmente psicodélica, a favela do pôr-do-sol, que é onde sempre o céu tá amarelo, e os outros lugares inúteis. Longas rodovias chatas e repetitivas ligam as 3 maiores cidades. Nas rodovias, muitos carros repetidos trafegam. O mapa é bem inteligente, forma um tipo de anel, se você seguir a rodovia você dará uma volta no anel, ou seja, as rodovias não levam a lugar nenhum, e você acha isso divertido. Se acha tão divertido então, vai dar uma volta de bicicleta pelo teu quarteirão!

Need for Speed: Shit Shift[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Shift
Um dos carros secretos que você pode abrir no jogo

Um jogo de corrida sem graça e com título idiota, que foi lançado pelos desocupados dos programadores que sem ideia para nome, escolheram o shift para ser o bode expiatório dessa joça. Ultimamente os softwares, jogos, músicas e novelas (principalmente as da Globo) estão ficando sem um nome que preste para o título. O nosso querido jogo de corrida, Need for Speed, passa por essa situação, pois na falta de criatividade, tiveram que colocar o nome de uma tecla do teclado como título do jogo.

Hoje em dia, a tecnologia evoliu e o nosso NFS Shit conta com o uso de uma só tecla. Em um jogo convencional as cansativas setas direcionais aceleram, freiam e fazem as curvas. No NFS Shift é diferente, apenas a tecla correspondente ao título do jogo (shift), faz tudo tornando a vida do jogador viciado bem mais dificil. O jogo causou polemicas devido a sua péssima jogabilidade.

Cquote1.png Atire a primeira pedra quem já viu um NFS com boa jogabilidade Cquote2.png
Indivíduo

Os carros são uma bosta ambulante que mal conseguem fazer uma curva e por serem tão leves que nos deixa a impressão de que os veiculos do jogo são feitos de papel e isopor. No modo drift a fama do jogo piora, a dirigibilidade é tão ruim que é mais fácil fazer o drift do que conseguir sair com o carro em linha reta.

Need for Speed: Nitro[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Nitro

Aqui as cidades são surreais: não possuem um buraco sequer nas ruas, não inundam, não possuem pedestres, possuem somente carros, a sinalização de trânsito é inexistente e todos os motoristas ordinários são grandes barbeiros, todos dirigem bêbados porque tiraram a carteira pela internet, todos batem os carros e nessas cidades são registradas zero mortes causadas pelo trânsito de carros. As cadeias são como uma estadia de fim de semana, a sua casa se resume a uma garagem que vende peças para você mesmo, as ruas não possuem meio-fio, as oficinas mecânicas são muito camaradas e consertam seu carro diariamente de graça, não existe Legislação de Trânsito e o DETRAN e a polícia são desmoralizados.

Além disso, as cidades são completamente aclimáticas (se é que existe essa palavra) e atemporais, já que nelas não há qualquer variação no clima e, para piorar, é sempre dia nelas. Muitas teorias foram criadas a respeito de tal fenômeno, afirmando serem tais cidades localizadas em planetas distantes e desconhecidos (explicaria a ausência de pedestres, por causa da inexistência de oxigênio nesses planetas), em dimensões alternativas, em um buraco negro ou, segundo a teoria mais aceita, no Acre.

Need for Speed: Hot Pursuit[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Hot Pursuit
Desta vez os hômi tomaram conta do jogo

O jogo consiste em um monte de corridas num lugar chamado Seacrest, que se parece com o Brasil, só que tem praias limpas, montanhas com neves, florestas intactas, desertos maneiros e rodovias amplas, ou seja, não se parece em nada com o Brasil. No jogo você pode ser um corredor maluco ou um policial retardado que faz sempre as mesmas coisas. Uma inovação no jogo são as armas, que nem sequer são armas, o dia que turbo e jammer forem armas eu não vou usar bluetooth. Mas depois falamos disso. Seacrest, Um lugar fictício localizado na Itália, EUA.

O lugar tem vários ambientes diferentes, uma região costeira onde você sempre bate nas curvas, uma região montanhosa com neve onde você bate naquela entrada da caverna, uma região do deserto onde você erra a curva e vai parar dentro de um estacionamento, a região da floresta onde você bate numa arvore que tem no meio da rua, uma região de rodovias onde você bate nos carros, e uma região de praia onde você bate no atalho que passa por baixo do pier. As regiões são bem divididas, já que são tão diferenters, e acontecem de um modo que você não perceba mudanças bruscas, por exemplo, você tÁ num lugar cheio de neve e vapor pelo asfalto, entra num túnel, e sai num deserto quente com areia correndo pelo asfalto.

Cquote1.png Entendi porra nenhuma Cquote2.png
Você sobre ter lido rápido e sem prestar atenção a parte sobre os ambientes de Seacrest

Outro exemplo é que você entra num túnel de dia e sai do outro lado de noite. Esse é o maior mapa de qualquer NFS já criado, é claro que outros jogos como Test Drive Unlimited tem mapas maiores, mas Test Drive Unlimited é tão enjoativo. O mapa do Test Drive Unlimited 2 vai ser maior, mas vai ser tipo The Sims enquanto o NFS é tipo um fliperama velho. Esse é o Need for Speed mais bosta de dirigir que existe, para fazer curvas ou você faz drift ou vai na parede, muito embora as Artes Eletrônicas digam que Cquote1.png se puder manter a linha, não faça drift Cquote2.png. Mal da pra manter a linha na reta, imagina então. Sendo policial você pode prender os manos batendo neles até eles morrerem, ou parando eles por alguns segundos, isso se você conseguir...

Cquote1.png Blergh! Cquote2.png
Qualquer um sobre a jogabilidade no NFS Hot Pursuit

Sucesso de vendas!

Sendo bandido a coisa é tensa, por que são 3.245 viaturas ao mesmo tempo, soltando cachorros... digo... spikes, e enchendo o saco. As vezes você ta na reta final faltando 25cm e te soltam um EMP, é tenso mesmo. A polícia está pior melhor que nunca, embora seja facil matar ela, você não vai despistá-la, não vai derrubar coisas nela, e não vai passar pelas barreiras. Você vai ser quebrado e preso, e vai deletar o jogo e jogar seu DVD fora. Os cenários possuem paisagens gigantescas e sem fim, que provavelmente pesam mais no HD do que os carros e as pistas em si, mas é bem legal. Pelo menos o asfalto molhado tá real, e... quando neva, o asfalto ...também fica molhado! De todo modo. as paisagens foram muito mal feitas, e o clima varia entre nublado, sol, dia comum, pôr-do-sol, céu colorido, etc. Além de anoitecer, ter relâmpagos (sendo que nunca chove), as vezes tem até fogos de artifício em mission Beach.

Cquote1.png ADEUS ANO VÉIO, FELIZ ANO NOVO Cquote2.png
Você (idiota) comemorando o ano novo no NFS

O jogo tem vários atalhos, desnecessauro, considerando que os carros ficam lentos, sem contar que muitas vezes você bate tentando entrar num atalho, ou simplesmente o atalho é na verdade um atraso, onde você perde tempo (não te lembra alguma coisa?). O jogo também gosta de trollar com entradas que parecem atalhos mas não são, você pensa que vai ganhar vantagem e acaba invadindo a casa do Tio Zé (troxa). A maioria dos carros são esportivos, mas nenhum que consiga andar um metro sem atolar. Ferraris? Que Ferraris? Sai dessa e compra um jipe amarelo todo sujo de merda. O NFS Hot Pursuit tem uma lista grande de carros que variam desde viaturas policiais, carros de padeiro (o trânsito local) e bandidos, tem até o FFord CrownVictoria que é clichê, todo policial americano usa um Ford CrownVictoria. Pois como passam o dia comendo donuts e tomando café, ficam demasiadamente pesados e necessitam de um banco acolchoado para não morrerem com falta de ar.

Need for Speed: Shift 2: Unleashed[editar]

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...o japonezinho abaixo tem Síndrome de Down???
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Shift 2: Unleashed

Igual ao Shit Shift, só que com mais carros, pistas e mais merda nos carros. Dessa vez oriundas de diarréias. Essa é a única diferença, então não tem mais porra nenhuma pra falar sobre o jogo. Não gostou? Foda-se! Gostou? Então, vá a merda, porra!

Eta-calai-japa-facebook.png

Need for Speed: Motor City Online[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: Motor City Online
Analise bem. Isso não te lembra alguma coisa???

Enfadonho e repetitivo. Assim que você completa uma missão (sempre tosca), em seguida tem outra missão exatamente igual a anterior só que ligeiramente mais difícil. A rotina no jogo é a fugir da polícia, apostar corrida com uns barbeiros, comprar peças para seu carro, depois fugir da polícia, apostar corrida com uns barbeiros, comprar peças para seu carro, depois fugir da polícia, apostar corrida com uns barbeiros, comprar peças para se carro, depois fugir da polícia, apostar corrida com uns barbeiros, comprar peças para se carro, depois fugir da polícia, apostar corrida com uns barbeiros, comprar peças para se carro, ganhar a corrida do último chefão e zerar o jogo! E depois fugir da polícia.

No começo o jogador encontra alguma mulher, que não bate bem da cabeça e sempre dá a ele alguma mixaria para ele comprar um carro. Com esse orçamento dá para comprar alguma carroça, e evoluir aos poucos no jogo. As primeiras missões sempre consistem em ganhar algumas corridinhas e ser flagrado com velocidades absurdas em fiscalizações eletrônicas. As missões seguintes sempre são coisinhas como roubar casas, cometer homicídios, vender drogas e assaltar turistas canadenses. Já as missões finais são sempre mais difíceis, como tentar passar a 300km/h na fiscalização eletrônica usando uma Brasília 1600 amarela, matar o presidente dos Estados Unidos e fugir de 200 ferraris da polícia usando uma camionete Ford F-1000 ano 85.

Need For Speed World[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need For Speed World
Tentando desviar de uma barreira policial...

Totalmente online, onde finalmente você não é o Ryan Cooper, sendo assim, são encontrados varios nicks gays e eminhos que colocam 2384650168 cores diferentes no carro, e o computador não rouba para ele mesmo (essa informação não é totalmente verídica). É um jogo completamente sem sentido, pois você só pode ficar rodeando a enorme cidade na qual só tem rodovias que levam ao mesmo lugar, alguns jogadores imbecis preferem ficar procurando tesouros, uma coisa que é muito inútil para se passar de level e ganhar peças, já outros preferem ficar exibindo seus carros coloridos para os outros verem. Ou seja, o Need for Speed World é a mesma bosta que o Carbon e o Most Wanted, inclusive tem os mesmos mapas, a única diferença, que é quase imperceptível, é que os carros andam de lado e possuem super-poderes.

Cquote1.png Até os carros tem e eu não :( Cquote2.png
Batman

O jogo em si, consiste em ficar dando voltas no mapa. Além disso, você pode fugir da polícia que não é muito inteligente, perde seu próprio patrimônio jogando os Rhinos em cima de você, e você pode derrubar as roscas armadilhas para que os policiais fiquem presos nelas. O jogo é um pouco pesado e até hoje ningué conseguiu jogá-lo sem travar, já os outros usuários tendem a deixar o computador ligado durante a madrugada inteira para poder carregar a tela inicial torcendo para acordar de manhã não ver a Tela Azul da Morte

Abaixo uma lista com as principais características estúpidas do jogo.

O uso de PowerUps durante o jogo
  • Imagine um carro batendo um uma barreira policial a 270km/h, no Need for Speed World acontece isso. Mas o resultado é que o carro dos policias voam a 40 metros de altura!!
  • Você é preso a 210Km/h, interessante!!!
  • Seu carro é completamente indestrutível e os danos máximos são os vidros se quebrarem.
  • De 10 jogadores, 99% compram Boost para comprar uma BMW M3 e falarem que jogaram por anos para comprá-la.

Need for Speed: V-Rally[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: V-Rally
O tipo de coisa que você encontra no V-Rally (nos dois)

Esse Need for Speed foi proibido em diversos países, não por ser uma apologia a peguinhas, mas por ser um jogo muito feio que poderia causar danos irreversíveis à mente do jogador. Entretanto, foi liberado nos camelôs do Brasil. O público alvo desta versão são playssons, dublês de playboys, pseudomarginais, nerds que se acham os tais, pessoas sem o mínimo senso de qualidade de jogos e revoltados com a vida, em geral. Como esse perfil de público normalmente são as características de jogadores de videogame, Need for Speed: V-Rally faz muito sucesso. Como o jogo é ruim, para conseguir mais vendas, os produtores procuram estampar fotos de mulheres bonitas na capa, todas virtuais, mas é assim que eles adoram, e rapidamente adquirem o jogo.

Need for Speed: V-Rally 2[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Need for Speed: V-Rally 2

Mesma merda, com a diferença de que este não foi encontrado nos camelôs do Brasil.

Como personalizar um carro em NFS[editar]

Capa do Need For Speed: Caboom
Edição 100% tupiniquim

Personalizar um carro é muito fácil em Need For Speed, mas antes você precisa aprender alguns termos essenciais da personalização, a menos que você queira que as pessoas saibam pensam que você é um noob neste jogo. Primeiramente você deverá tomar a decisão mais dificil de todas, que consiste em ir a concessionária e escolher um carro para personalizar. Se não tem dinheiro para comprar um, se cadastre no Bolsa Família ou comece a trabalhar vendendo quentinha. Depois de escolher o carro, você deverá mudar seus aspectos visuais, como a pintura (mas não vá transformá-lo em um carro de palhaço).

Então você deverá usar toda a sua criatividade para fazer pequenos detalhes chamativos como labaredas (virilidade, clichê, mas é virilidade) ou gatinhos (gay gatinhos são daora). Mas para que aquilo não suma com uma mísera particula de poeira batendo no capô, deverá passar camadas umas sobre as outras, até chegar ao padrão desejado. Estejas ciente de que as combinações são infinitas, e os geeks tem muito tempo de sobra jeito para escolher as combinações corretas.

Cquote1.png Curve-se perante nós, mundo! Cquote2.png
Nerds sobre eles serem os únicos capazes de escolher combinações corretas de cores na personalização de um carro de um jogo ultrapassado. Grande merda

Após isso, deverás colocar um para-choque forte. Tente colocar um amplo e pontiagudo, para atacar rivais com mais força durante as corridas, além de te ajudar a ultrapassar 500m. Em caso de arranhão, vire-se! Em seguida você deverá escolher as rodas, que possuem um padrão muito desatualizado, modelo 1500. Pneus carecas. Por fim, deverás escolher um aileron, de preferência grande e ótimo para a aerodinâmica. Mas não exagere, caso contrário, seu carro irá sair voando. E nas corridas isso é trapaça. Entretanto, se você quiser ganhar todos aqueles gamers que jogam em computadores de dez milhôes de reais, precisa melhorar seu desempenho. Afinal, do que adianta um carro modafoca se você dirige igual ao Bode Gaiato? Preste atenção no que você não deve fazer.

Aqui temos um claro exemplo de um noob, que resolveu cometer o pequeno erro do carro de palhaço citado anteriormente, como podemos ver na porta do carro. Além de fazer jus a si mesmo, colocando as iniciais NB (NOOB)
Aqui temos outro claro exemplo de noob, que tentou mostrar que é fã de Star Wars e que pertence ao Lado Negro da Força (notem a cruz de malta nazi)
Aqui temos outro claro exemplo de um outro noob, que resolveu enfeitar seu carrinho com o tema do grande rival do NFS: Breakout. É como entrar em uma sinagoga vestido de Adolf Hitler
Aqui temos outro exemplo ainda mais claro de noob, que não teve ideia melhor senão ilustrar seu fusquinha com emoticons.
Eis a gota d'água. Um noob virgem usando o tuning para satisfazer suas fantasias sexuais. O engraçado é que, o motorista, dentro do carro, não vê o lado de fora

Ver também[editar]