Plínio de Arruda Sampaio

De Wikimerda
Ir para navegação Ir para pesquisar
Nuvola apps core.png Plínio de Arruda Sampaio
Pliniosampa.jpg
Plinio, a maior múmia socialista hoje vivente no inferno
Origem O cu do Stalin
Facção Partido Traficante da Terceira Idade
Cargo Velho broxa
Nível de Honestidade Ele é socialista...
Profissional
Profissão Anterior Pedofilia
Conchavo Yasser Arafat
Maior Escândalo De pedofilia
Perfil
Sexo Com crianças inocentes...
Nível de Inteligência Icon 00 percent.png Homer Simpson
Plásticas Pela sua face bonita e conservada, pode se deduzir se ele fez alguma plástica ou não
Vícios Virgens de 9 a 1 anos de idade
Preferências
Livro Nuvola apps bookcase.png Não sabe ler, velho analfabeto....
Música Emblem-sound.png ...e surdo também!
Prato Sopa (o velho também é desdentado)
Filme O velho também é cego
Contatos
E-mail: [email protected]
Website: O velho não sabe usar a internet



Cquote1.png Morreu?....ô coisa triste...snif! Cquote2.png
Comunista do Piçol sobre este velho caquete e broxa que não sabe o que fala!

Plínio de Arruda Sampaio, também conhecido por Plinio Caveira ou simplesmente por Caveirão foi um político de 800 anos de idade do qual ninguém nunca teve nada para falar dele, nem de bom e nem de ruim[1], ao menos até o momento em que ele se apresentou frente as nulidades presentes em cadeia nacional na rede dos Bundeirantes. Segundo se conta, o cara teria nascido no dia 26 de julho de 1811, tendo visto ao vivo a Independência do Brasil, sendo um dos mais importantes ajudantes do Barão de Mauá na construção da estrada de ferro que ia de Santos a Jundiaí, tendo ajudado em muito a coordenar e a supervisionar essa grandiosa obra, ainda hoje visível para qualquer um que conheça razoávelmente a zona que é a capital paulista.

Eu nasci há dez mil anos atrás[editar]

O Barão de Mauá nunca viu com bons olhos o trabalho de seu mais ilustre empregado.

Além disso, teria visto a Proclamação da República já com feição próxima a que tem hoje e teria sido membro fundador de vários partidos, tendo começado pelo PCB, passado pelo NSDAP, depois ido para o PC do B, para o PMDB e depois para o PT e por fim chegou no PSOL, já caquético e passados mais de 150 anos de idade. Como candidato insosso e sem brilho, já velho de cair de podre, tentou uma não muito bem sucedida candidatura ao governo de São Paulo, sendo que isso teria incentivado os quadros do partido a apoiarem o velho na cruzada contra a oportunista de segunda linha de nome Heloísa Helena, que até então era a grande cabeça pensante do partido.

Além disso, se consta que o mesmo teria dado conselhos valiosos de investimentos para Ademar de Barros, que teria se aproveitado das dicas do amigo para enriquecer e construir seu império no estado, que só tinha frente quando comparado ao podério industrial dos Matarazzo, também velhos conhecidos de Plínio no início de sua senilidade. Há quem diga que Plínio teria visto um discurso na Alemanha feito por Karl Marx em pessoa, no entanto, o mesmo teria sido inicialmente dissuadido pelo Barão de Mauá, que temia que tal demagogia viesse mais adiante a prejudicar os negócios, no entanto, depois da morte de seu patrão, Plínio se mostrou um dos mais entusiastas com o ideário comunista, tendo inclusive sido um dos maiores aconselhadores para com o já saudoso Luís Carlos Prestes, cabeça do movimento tenentista-comunista no Brasil.

Ainda assim, ninguém tinha ouvido falar dele até o momento em que ele se tornou candidato pelo PSOL, talvez até pelo fato de o mesmo sempre atuar nos bastidores, deixando o show para outros, mais espertos e mais ávidos por oportunidades de crescimento no campo político ou não, o que fez com que seu debut na área acabasse em muito retardado.

Presidente? Eu?[editar]

Por fim, se consta que o grande instrumento utilizado pelo BOPE no combate ao crime, conhecido também por caveirão teria assim sido batizado em homenagem ao velho comunista de guerra de nome Plínio, sendo que até hoje se perguntam o porque de o cara até a pouco tempo ainda ter estado vivo, sendo que comemorou seu bicentenário em 2011, mesmo se temendo que o mesmo tivesse falecido antes da festa. A principal proposta de Plínio foi a da reforma agrária, se fazendo com que toda e qualquer fazenda com mais de oito mil acres seja desapropriada, o que faria com que qualquer lugar desse mundo que não existe fosse desapropriado (ou não), defendendo abertamente o plebiscito, bancado pela pastoral da terra, com um bando de manés retrógrados ligados a Teologia da Libertação, que na verdade não querem libertar nada, a não ser os cifrões na mão da igreja.

Consta ainda a informação de que a exemplo de outros líderes comunistas, Plínio caveira já acumula fortuna de algo em torno de dois milhões de reais em barras de ouro que valem mais do que dinheiro[2], segundo maior patrimônio entre os então candidatos a presidência, só superado por Ey-Ey-Eymael[3], coisa que ao fim mostra como os ditos comunismo e socialismo são bons negócios para garantir fortuna aos corporocratas do sindicalismo pelego e por outro lado para deixar o povão ai chupando o dedo (MWAHAHAHAHAHA!).


Eu não entendi a referência!

Ver também[editar]


Mamãe, No céu tem pão ? E MORREU !
Faleceu...

Plínio de Arruda Sampaio já morreu!!!

Deve ter sido apenas um "acidente"

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno.